Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Que capitalismo é esse?


Agronegócio dá calote em dívidas de 30 anos

O Senado brasileiro aprovou semana passada a renegociação de R$ 75 bilhões de dívidas de produtores rurais com instituições financeiras. O projeto já havia sido aprovado na Câmara de Deputados e o relator, o senador Neuto de Conto (PMDB-SC), não aceitou emendas. Com o perdão de parte dessa dívida, o governo deverá deixar de arrecadar R$ 9 bilhões.

O coordenador nacional do setor de produção do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), Milton Fornazieri, criticou a medida, e alega que a maior parte destes R$ 75 milhões são dívidas de grandes produtores.

Em março deste ano, o ministro da agricultura, Reinhold Stephanes, havia anunciado que dos cerca de R$ 90 bilhões de dívidas rurais com a União, cerca de 80% pertenciam a grandes produtores.

Esta aprovação do Senado representa a influência da bancada ruralista no governo Lula, disse Fornazieri.

“Com a aprovação do Congresso se consolidou algo que nenhum governo de direita antes do governo Lula teve coragem de fazer. Dívidas de mais de 30 anos estavam enroladas e o governo Lula, que é um governo que se diz de esquerda, que olha para a pequena agricultura, vem fortalecer mais uma vez o grande agronegócio, os grandes produtores caloteiros, que passaram todos os governos anteriores pegando dinheiro e não pagando”.

Para o dirigente sem-terra, fica claro mais uma vez que a dita grandeza do agronegócio brasileiro é uma farsa. Fornazieri disse que o governo precisa explicar como um setor cujos preços estão em alta no mercado internacional e nacional, pode ter um endividamento desse tamanho. “Perceba que o ônus recai sobre os recursos públicos”, disse o dirigente. A informação é da Radioagência NP.

8 comentários:

Anônimo disse...

Se alguém der uma olhada pouco atenta à lei 1.079/50 verá que o Lula da Silva conspira contra o Estado e infringe sistematicamente cada um dos artigos da referida lei dos crimes de responsabilidade.

Não seria de se esperar outra coisa de um bolivariano aliado e cúmplice dos narcoterroristas das FARC. Está aí o Cura Medina para não deixar mentir.

Ciro

Anônimo disse...

Uma das permas do Kapitalismo brasileiro chama-se: Acumulação Primitiva. Como a "pirataria" é um alternativa pouco legítima rouba-se o Estado.

joca disse...

Ciro, vai lamber sabão.

Anônimo disse...

Ciro:

A questão da Farc e do narcogoverno do Uribe, me intessam menos que este latifundiários caloteiros, que vivem deste expediente, velho e enganador.

Claudio dode

mariorangelgeografo.blogspot.com disse...

Ciro...

kkkkkkkkkkk...

Vai procurar a tua turma. A mesma da RBS, Veja, Globo, Estadão, etc...

Mas antes disso, vai estudar, prá não falar do que não entende...

Anônimo disse...

Esta foto é da fazenda do Blairo Maggi. Muito linda. Colheita de soja, seguido de plantio de milho safrinha.
Quem paga bolsa-família é o agronegócio.
Se não o fosse, duvido que o Mollusco Bebum aprovaria a renegociação(não perdão) das dívidas agrícolas.
O Mollusco Bebum vai na onda do popularismo. FHC, outro idiota esquerdopata é seu consultor.

Viva a Manu Prefeita.


Ciro

Ary da Silva Martini disse...

Ciro: pela maneira como te expressas, nota-se que você faz parte da chamada elite "gente fina". Me diga uma coisa, Ciro: o teu jeitinho - meigo, educado e gentil - é fruto do dna de papai e mamãe, é de berço, ou foi falquejado em bancos escolares?

Anônimo disse...

ary, vai bambê çabão.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo