Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

PIG dá voz a Paulinho Facada


Ratazanas petistas viram leões de papel

Está ficando dramática mesmo a situação do PT no Rio Grande do Sul, no Brasil todo, mas em especial aqui, haja vista as grandes realizações promovidas pelo partido no Estado e em Porto Alegre, em outros tempos.

Maria do Rosário, a candidata da legenda à prefeitura de Porto Alegre, corre o risco de não ir ao segundo turno e faz uma campanha tão empolgante quanto a vida das leguminosas, expressando imagens de bonomia piedosa e proposições meramente burocráticas para a cidade.

Como se isso não bastasse, agora surge a denúncia de um lúmpen veiculada pela revista Veja de que o deputado Raul Pont teria ficado devendo-lhe obrigações trabalhistas, entre outras ficções.

Como nos seres vivos, as bactérias e os vírus oportunistas só atacam tecidos e órgãos quando estes apresentam fadiga exagerada ou falência biológica terminal. Não gosto destas comparações biologistas, mas é mera ilustração que ajuda a reflexão sobre a ruína petista de nossos dias.

O tal lúmpen era conhecido como Paulinho Facada, precisamente por cometer continuadamente (por muitos anos) pequenas incursões heterodoxas que diziam respeito à pecúnia alheia e coletiva. Ainda assim, a burocracia petista foi leniente com o mesmo, deixando que a ratazana se transformasse – por força da Veja – num leão, mesmo que desdentado e de papel.

À parte a inquestionável verticalidade pessoal e política de Raul Pont, o PT cada vez mais fica sujeito a essas intercorrências de partido tradicional: ao mesmo tempo que é abrigo de oportunistas e interesseiros das mais diversas extrações e calibres, sofre achaques éticos e esbulhos morais dos próprios roedores que deixou prosperar no seu seio maternal.

Coisas da vida.


55 comentários:

guimas disse...

Parabéns pelo retrato conciso, exato e claro da atual pobreza da política gaúcha.

Até as metáforas biológicas caíram bem.

Sabe quais serão os desdobramentos da matéria de Veja? Daqui a 2, 4 ou 6 anos, ouviremos algum anti-petista falar que até Raul Pont tem o rabo preso.

É triste a situação. Coisas da vida mesmo.

Anônimo disse...

Todo apoio ao Raul e ao Elvino, políticos honestos e íntegros que estão sendo atingidos injustamente por esse indivíduo mau caráter.

Carmelita

Carlos Eduardo da Maia disse...

Quando o cara é era assessor do Bohn Gass era chamado de companheiro e quando ele abre a boca para denunciar que era obrigado a entregar R$ 4.000,00 ao PT e ele diz que tem esses recibos, ele se transforma em um Lumpen. Aqui está o processo que existe e não é invenção da Veja:

16ª Vara Cível do Foro Central da Comarca de Porto Alegre

Nota de Expediente Nº 2604/2008

001/1.08.0196557-1 - Paulo Roberto Salazar da Silveira (pp. Celsom Costa Junior) X Partido dos Trabalhadores, Elvino Bohn Gass e Raul Jorge Anglada Pont (sem representação nos autos).

E esse pessoal - a eterna minoria participativa - se acha no direito de querer controlar ou democratizar a mídia...

prieb disse...

Feil, muito bom, na mosca como sempre.

guimas disse...

Gostei, Maia. Subscreves totalmente o que o "Paulinho Facada" acusa? Tens acesso às provas de tudo, certamente.

Veja só jogou penas no ventilador - como faz com quase todos os "escândalos" que "denuncia" - não há necessidade de provar nada, basta acusar.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Pois é, Guimas, o certo é que existe uma ação de cobrança não apenas contra o PT, mas contra Bohn Gass e Raul Pont. O autor da ação diz que tem os recibos dos valores que era obrigado a depositar na conta do PT. Ele quer esses valores de volta. Não sou o Juiz da causa, não sei quem vai ganhar essa ação, mas existe a acusação.... E o PT não é santo. Ou ainda tem gente que acredita que é?

Simão Bacamarte disse...

Quanto ao mérito da ação, não tenho o menor palpite, nem interesse. Mas a caracterização das ratazanas está perfeita. Lá na CGTEE tem um monte delas.

Anônimo disse...

Olha, depois dessa, só digo que estou de saco cheio.
O país e este estado provinciano estão tomados de "Maias".

O que vale para as pessoas é a palavra de um joão ninguém de passado duvidoso. A história dos dois deputados não conta,é apagada.
Isso enche a paciência de quem tem no mínimo dois neurônios.
Estou na fase de me mudar para o meio do mato (não de eucalipto)e deixar que os "maias" convivam entre sí. O que duvido é que "os maias" consigam conviver com eles mesmos.
sil

Tati disse...

Só acredito se aparecer o(s) papelzinho(s), isso se não forem forjados.

A única coisa que ele quer é o dinheirinho que doou ao partido de volta? Francamente, na questão de "coação" o autor precisa provar que foi coagido mesmo, e não mostrar um recibo e inventar qualquer mentira. O que prova que ele foi "coagido"?

el barto disse...

veja? credibilidade? ela sabe o que é isto? o que essa revistinha fétida e nauseabunda sabe é praticar pseudojornalismo de esgoto, isso sim, vide os "colunistas" que abriga...
carro-chefe do pig, sem mais comentários.

guimas disse...

Maia disse: "... E o PT não é santo."

É verdade, concordo com o Maia. Nem o PT, nem o PMDB, nem o PSDB, nem o PDT, nem o PPS, e nem ninguém.

Mas quando alguém acusa o PT, dispensa-se as provas ("o PT não é santo") e parte-se para a condenação.

O que o Maia (papagaiando a Veja) diz, além de ser pura retórica anti-petista, é a grande causa do estado de miséria da política gaúcha.

O maior ranço ideológico que temos aqui nos pampas é o anti-petismo.

Anônimo disse...

Parece que o Facada já está desmentindo a Veja. Diz que não disse o que a revista disse.

edu disse...

Quando era filiado a um partido politico nao doava 10%, doava 20%, por opçao.

Sem uma fonte de financiamento licita qual o movimento (popular) q se impoe?

Essa nao sera a ultima acusaçao, papel aceita tudo, por outro lado ninguem é obrigado a ser 100%.

Viva a BANCADA DE OPOSIçAO!!!

Anônimo disse...

A revolução socialista voltou. E foi nos Estados Unidos da América do Norte, onde a estatização, a intervenção do governo na economia e em bancos é maior do que na China.
http://www.drudgereport.com/

Alceu

Carlos Eduardo da Maia disse...

Paulo Salazar disse apenas que os valores não são aqueles e que ele nunca carregou malas de dinheiro. No resto ele mantém as denúncias. Cada dia que passa se descobre que mais companheiros viram aloprados.

Suzie disse...

Maia...Maia!!!!!!!!
O "canalha" já recuou.
Segundo ele: não disse aquilo para a VEJA o quê?.
Uma revistinha dessas: não leio, não compro e não indico.
A tua opinião, como disse um comentarista, é anti-petista.
É pura I N V E J A!
Do Raul

Ary da Silva Martini disse...

Realmente, não dá para contemporizar com o Maia. Ele é maldoso, mesmo. Em relação ao Alceu Moreira, o próprio Raul Pont foi correto e delicado (entrevista com a Rosane de Oliveira) quando disse que era preciso esperar, investigar, ouvir as explicações do Alceu Moreira, etc.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Ouvi agora o Paulo Salazar falando. Ele disse que a Veja exagerou exatamente em relação aos valores e o fato de que ele carregou mala de dinheiro. Mas em relação a questão de fundo que está relacionada ao processo judicial, onde ele cobra valores do Pt, de Bohn Gass e Raul Pont ele mantém todas as denúncias. Ninguém está sendo maldoso, mas os petistas odeiam que se coloque qualquer dúvida sobre suas duvidosas éticas.

Suzie disse...

Tá bom Maia!
Eu também ouvi.
O Lasier indagou, indagou...
Ele vai juntar as provas agora.
Pode?
Quando entramos com um processo,só depois a gente prova? Não faz dois meses que ele entrou com o processo.
Nem existe audiência marcada.
"Coincidência" não é Maia?
E mais: não vai emitir nota para a imprensa, somente para a VEJA o quê? que irá "publicar".
Que "poder" !
Não me enganem... eu não gosto!

Luís disse...

Apoiado, Feil: apesar de esta "denúncia" ser mais uma do panfleto do baronato paulista, burocratas trabalham só por dinheiro, mesmo.
Mas esse Maia tem razão, somos todos humanos, e por isto eu continuo "esquerdista" e admirando os deputados Raul Pont e Bohn Gass.

Anônimo disse...

"Veja exagerou exatamente em relação aos valores e o fato de que ele carregou mala de dinheiro". Puxa! Se a revista "exagerou" então ele carregou o quê? Uma pochete? Veja não mente, apenas exagera. É o Nelson Rubens: eu aumento, mas não invento.

Remindo disse...

Todomundo entrou no MICO da veja. Até o acusador. Bem feito quem manda dar intrevista para a mentirosa.

Anônimo disse...

"Ui ui ui, sou petista e não posso acreditar que meu ídolo Pont fazia caixa dois pra financiar a bandidagem da DS!!! Não posso crer! Achei que ele fosse Jesus Cristo na Terra!".

Repito: a ingenuidade de vocês me comove.

Suzie disse...

O único "esperto(a)" é o A N Ô N I M O!
Assina!!!!!!!!!!!!!!!!
Mostra a tua cara!
É covardia nos acusar de ingênuos(as).
Na política, não há espaço para ingênuos(as).

Anônimo disse...

O que farão a Polícia Federal (comandada por Tarso Genro, amigo e correligionário dos acusados) e o Ministério Público nos dois casos notórios deste início de semana (se o Legislativo ou a mídia não investigarem, tudo acabará em zero):

Quando se trata de investigar políticos ligados ao PMDB, PSDB, PP ou DEM, a Polícia Federal não perde tempo e até se dá ao desplante de escolher nomes destinados a desmoralizar publicamente administrações oposicionistas, como é o caso de Canoas e da Operação Solidária.

O caso de Romêmio Pereira, ex-dirigente do PT e colaborador da deputada Maria do Rosário, apanhado na liderança de uma maracutaia de R$ 700 milhões, nem seus telefones foram grampeados, apesar de autorização judicial. A própria Polícia Federal abriu um procedimento para saber por que seus agentes não cumpriram a decisão do STF.

Cel

Anônimo disse...

Maria do Rosário, a candidata petista à prefeitura de Porto Alegre, mais os deputados Raul Pont e Bohn Gass, consideraram estranho o caso vir à tona exatamente em época de campanha eleitoral. Ou seja: estranho, para os petistas é o momento, não a safadeza. Que tal?

Pires

Ary da Silva Martini disse...

Cel: você tem provas de que R. Pereira liderou um desfalque de setecentos milhões?

Suzie disse...

Martini!

As ratazanas estão "soltinhas".
O "acusador" na hora de falar das provas, da audiência... disse que o Juiz pediu as provas.
Audiência: não foi marcada.
As "provas" não estão no processo. Foi a resposta para as indagações do Lasier, sobre as provas.
Ele vai "criar"/entregar as provas pedidas pelo Juiz.
Desmentidos prometido para a imprensa...
Só para a VEJA o quê?!
Segundo o seu ADEVOGADO.
Pergunta que não quer calar:
Quem está bancando esta ação no Tribunal de Justiça?
Ela sai cara, não é mesmo?

Anônimo disse...

pois é, sr. ou sra?Cel é bom parar com essa prática pois pode virar contra vocês, eu posso escrever aqui coisas que sei a seu respeito e certamente o sr ou sra? não vai gostar. se for só prá caluniar fica fácil.
Vel

Luís disse...

Jogadinhas ensaiadas podem render alguma coisa, mas esta é tão escancarada que tem tiro curto.
O que temos que continuar discutindo são as 5.000 casas que o Fogaça diz ter entregue em 3,5 anos, o que ele pretendeu fazer no DMLU e o que acontece na área da saúde municipal; qual é a novidade do "brittismo" na chapa da neo-Manuela; etc, etc, etc...

Leonel disse...

Esse anônimo copia e cola do site do Políbio Braga... dá pra levar a sério?

jaime disse...

0 MAIA MALA É O MARIA VAI COM AS OUTRAS ! ÊSSE CHEGOU A DEFENDER A QUADRILHEIRA DA YODA !!

Suzie disse...

Temos um novo round: Mariângela Grando X Mônica Leal.
Gravar virou moda no governo estadual.
Mariângela(Conselho Estadual da Cultura) foi gravada pelo subalterno da Mônica, Rosenfeld.
Mariângela disse que sairá chamuscada...e a Mônica?
Virará cinzas!
Mais uma gravação no ár!
Mariangela disse que irá fazer denúncias graves para o Ministério Público contra a Secretaria de Cultura.

Antonio Cavalcanti disse...

Que blog tendencioso esse! Se aparecem denúncias contra quem não é de esquerda, o editor o condena prematuramente. No entanto, se as denúncias são contra figuras ilustres da esquerda, de antemão são mentirosas???? Feil, fazes um jornalismo tão podre quanto da ZH e CP.

Anônimo disse...

Ao Antonio Cavalcanti tenho a dizer (me antecipando ao blogueiro) que o Feil não é jornalista, é sociólogo, portanto, faz são análises sob a ótica de esquerda, quem não gosta pode ser a zh/mente e o correio, ou a veja.
Marisa

Eduardo disse...

A contribuição para o PT é estatutária. É cidadã. É parte da cidadania sustentar e participar o seu partido.

Mostra o carnê do teu partido Antônio e depois me explica como os teus eleitos e teus partidos se sustentam. Como pagam as sedes e os funcionários? As fundações que publicam livros de utilidade duvidosa?

Sem partidos sustentados pelos seus partidários tu vais manter a sociedade brasileira nesse patamar de indigência ética.

É por isso que vigora esse chavão anti-petista, é o horror ao confronto com práticas claras de financiamento e participação.

E tem mais: a contribuição é para a zonal e para a municipal, não é para o deputado A, B ou C. Aliás o deputado contribui igual ou mais que os demais, obrigado pelo estatuto. Isso é ordem e civismo.

Não participo, mas me orgulho de ter conhecido.

Ary da Silva Martini disse...

Antônio Cavalcanti: você não tem essa ingenuidade que transparece no teu comentário. Você sabe muito bem a diferença entre a "denúncia de uma revista" e uma investigação policial, com atuação do MP e conversas gravadas. Não confunda denúncia dea imprensa com denúncia judicial. A inVeja trabalha mediante soldo.

Antonio Cavalcanti disse...

Ary, qual é o teu problema? Ficas comentando o que escrevo em mais de um blog... Dá pra desconfiar...mas fique sabendo que respeito a tua opção, mas sou hétero.

Clairton disse...

Não duvido da lisura política do Pont e do Bohn Gass, são políticos corretos, acima de qualquer suspeita. No entanto, ninguém está livre de ser prejudicado por algum assessor mau-caráter e oportunista. Já vimos isso acontecer diversas vezes na política deste país. Como a denúncia partiu da (in)veja, de antemão podemos considerá-la altamente suspeita e sujeita a diversos "lapsos" de veracidade. Não é de surpreender que o bichinho escroto da maia e seus asseclas apressaram-se em condenar o Pont e o Bohn Gass, apesar de o próprio acusador já ter afirmado que a (in)veja desvirtuou a sua entrevista. Típico do caráter deles. A ideologia do bichicho escroto da maia resume-se a ser anti-PT, ou seja, contra o PT vale tudo.

Carlos Eduardo da Maia disse...

O problema desse dízimo partidário é quando o partido chega ao poder e os quadros são preenchidos por cargos em comissão de filiados que continuam a pagar dízimo ao partido. Ou seja, os técnicos que podem preencher os CC´s para melhorar a qualidade do serviço público dão lugar a militância partidária e seus dízimos. Isso faz piorar a qualidade do péssimo serviço público do Estado brasileiro. Querem melhorar o Brasil? Que o PT faça uma reforma política decente, voto facultativo e distrital e financiamento público de campanha. Mas esse tipo de reforma não interessa ao PT, como se vê.

panoramix disse...

Maia já tiraste teu dinheirinho do Citibank ou ainda aposta no modelito Yanke? Os "gringo" lá nas "america" tão correndo aos bancos, rapando o tacho pois o negócio tá feio! Pior é que se eles quebrarem nos também estamos ferrados. Te lembra da profunda integração que tivemos com eles nos tenebrosos e obscuros anos FHC (onde yeda tinha assento também)?
Acho que a resposta virá agora!

Anônimo disse...

Ô Maia, que ótimo... Cobra isso da sociedade, cobra isso dos partidos em que votas, porque vais encontrar no PT parceiro para assinar junto.

O PT descobriu que não pode fazer o papel dos demais agentes públicos, não pode subrogar e substituir toda a sociedade.
O papel dos demais agentes tem sido obstruir as mudanças e esperar do PT o papel de agitador e modificador.

Isso acabou, essa fase está encerrada.

Que tal procurares teu deputado e propor à ele o fim dos CCs e aproveita e pede a revisão do entendimento de acumulação de FGs, que os servidores antigos ainda continuam a acumular.
Precisamos dos Maias da vida despertos e ativos, do outro lado da agenda politica, um papel propositivo e participador que não se limite a propor isenções fiscais para amigos e reclamar do tamanho do Estado.

Luís disse...

"Que o PT faça esta reforma, ou desfaça aquela" tá ótimo...
parece que muitos discursos anti-comunistas ainda sonham com a antiga URSS...

Ary da Silva Martini disse...

Cavalcanti: desde quando ser hetero é qualidade ou orientação superior de postura? Eu, por exemplo, sempre fui lésbica: adoro mulherer! E daí?

fernando disse...

ENgraçado que eu sempre achei que cargo de confiança tivesse que ser preenchido por pessoas de confiança, e não por "técnicos axiológicamente neutros", mas tudo bem, vivendo e aprendendo.

AnTônimo de Santos disse...

Eu não entendo muito de leis, mas alguém me explique uma coisa, já que aqui tem muito dotô: o tal sujeito denunciante (Salazar) entrou na Justiça para receber de volta o dinheiro que diz que ganhava como funcionário fantasma e repassava todo mês ao PT. Isso me deixa curioso: se ele era fantasma, significa que NÃO trabalhava, apenas emprestava o nome para receber e repassar o dinheiro ao Partido, certo? Mas, então, ele tá cobrando O QUÊ??? Confessa que não trabalhava e ainda quer receber? Ah, mas na Associação Em Tempo ele trabalhava e recebia religiosamente R$ 2000,00 por mês para 'sustentar a família'. Tava bem pago. Melhor que isso, só se recebesse da Aracruz Celulose, que nem a Beleza Rosada! Dizem os seus antigos colegas de trabalho e conhecidos que ele era conhecido como Paulo Facada, porque vivia de pequenos achaques, de modo que todo mundo já se esquivava do sujeito. Boa pessoa. Que deus tenha piedade de sua alma, porque nosotros humanos somos, digamos assim, mais ... instintivos.

Anônimo disse...

O Maia é o canalha de sempre, e vai estar aí sempre para, como neste caso, sem prova alguma jogar a maledicência de sempre que nada mais é que a exposição do mau carater que é.

O Cavalganti por cagar a trote eu deixo passar o bagual que se vá.

Agora quando o Busatto confessou para registro do Feijó toda a safadeza que gesta o governo Yeda o que ele fala?

E a casa da Yeda o que falou?

Este ressentimento que eles tem do que representa a sigla PT é que incomoda a consciência dele. Ou mais especificamente a palavra TRABALHADORES faz eles se revoltarem e, se algum dia tiveram, jogar qualquer escrúpulo fora.

Para eles só o fascismo do mendes e a falta de caráter do Busatto é que servem para modêlo.

Claudio Dode

Anonimo Ignorante disse...

O que ser PIG?

l gonzales disse...

Cadê as provas? O resto é papo furado.

Ps: Os "técnicos qualificados" que o Maia aprova são os parentes do Lair Ferst e do professor Fernandes.

juca bala disse...

PIG / Partido da Imprensa Golpista.
Toda a grande imprensa brasileira, que forma um partido único da direita.
Ou PUM - Partido Único da Mídia.

Anônimo disse...

Anonimo:
O PIG é aquela parcela que corre atrás de dinheiro. Como já dizia o mago deles ACM.

Ah! e vende anuncios, e tem que cativar os anunciantes.

Já leu sua Zero Hora hoje?

Claudio Dode

Anônimo disse...

O Maia disse:

"O problema desse dízimo partidário é quando o partido chega ao poder e os quadros são preenchidos por cargos em comissão de filiados que continuam a pagar dízimo ao partido."

Sempre erado é o vicio do espelho.

O Problema não é qunado estão em cargo em comissão que continuam a pagar.

O Problema é os que recebem dizimo, como uma benção abençoada pelo Busatto. O Lair, os Fernandes, o s Culaus, etc.

O Problema ainda é comprar casa com sobra de campanha depois de aplicar calote no marketeiro.

Claudio Dode

Anônimo disse...

Canalha, canalha, canalha!

Anônimo disse...

Quem acha que o Tarso "comanda" o DPF não conhece policiais federais de verdade.

Anônimo disse...

Ingênuo é quem apóia a extrema direita antes de acumular seu primeiro milhão de dólares.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo