Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 26 de agosto de 2008

ONU alerta


Brasil precisa avançar nos direitos dos indígenas

O relator especial das Nações Unidas para os Direitos Humanos e as Liberdades Fundamentais dos Povos Indígenas, James Anaya, afirmou que o Brasil precisa avançar na questão dos direitos indígenas.

O relator ficou doze dias no Brasil a pedido de indígenas da reserva Raposa/Serra do Sol, de Roraima. A área hoje é disputada por arrozeiros, que se negam a deixar o local pertencente à União.

Anaya reconheceu que o governo tem se esforçado em cumprir com os direitos constitucionais. No entanto, apontou que são necessárias reformas para garantir o direito à auto-determinação, que é a possibilidade dos indígenas exercerem de fato o controle sobre suas vidas. O relator também mostrou preocupação com programas governamentais considerados paternalistas e afirmou a importância das obras do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC, estarem em harmonia com a população assistida. A informação é da Agência Chasque.


23 comentários:

edu disse...

Essa discussao sobre o territorio "indigena" esconde a forma de tornar a Amazonia territorio internacional.

Os eua nunca se importaram com os proprios indios, alias eliminaram todos.

Vai ser a oportunidade de colocar em açao a 4° frota, quando o BR quiser fazer valer a soberania serà impedido pelos eua.

Bombas no Iraque?? Territorio indigena?? Dois motivos bons para anexar uma das maiores reservas de petroleo do mundo, e na Amazonia a maior reserva de agua doce do mundo...

Juarez Prieb disse...

Tá certo, Edu.
O negócio mesmo é entregar a área indígena já homologada pelo governo Lula para os arrozeiros e criadores de gado. Os arrozeiros vão defender as nossas fronteiras contra a quarta Frota. Eles pagam jagunços e expulsam os mariners do Brasil. Os mariners vão se cagar de tanto correr da jagunçada de peixeira. A pátria estará vingada.

cavalcanti disse...

Edu você fez uma salada mista de assuntos diferentes e temperou com sua paranóia e ignorância.
Não é nada disso rapaz, vc fala como os grileiros das terras indígenas, agora, chamados de arrozeiros. Quem ajuizou a ação no STF foram os tucanos através do governador de Roraima, um picareta chamado José de Anchieta. Eles estão vendendo esse peixe podre de invasão estrangeira, de defesa das fronteiras e vc ingenuamente comprou essa mercadoria envenenada.
Seja esperto, meu, ou se bandeie pro lado dos arrozeiros & tucanos.

panoramix disse...

O negócio e ver como o Governo Federal, responsável pela área, irá proceder para que o Brasil não perca aquelas e outras áreas amazônicas, principalmente de fronteira. Demarcação de área indígena nunca foi garantia de integridade territorial por sí só e são necessárias ações complementares. Lula e seus ministros vai ter que descobrir quais são! O grande negócio para índios e brancos é o que está no subsolo e seria muito ingênuo achar que a ONU (dominada pelo norte-americano) está interessada somente nos direitos indígenas! A coisa transcende indios pintados, infelizmente, já vestidos ou seja, a moral do branco já os corrompeu! Olho vivo!

Anônimo disse...

A solução é bem simples: transferir os empreendedores arrozeiros lá de cima para desenvolverem a estagnada zona sul do Estado. Teremos arroz e eucaliptos juntos ali em Bagé. Os índios ficam nas suas terras, acaba a luta e o Rio Grande cresce e todo mundo fica feliz.

Simples né.

nogueira disse...

Tinha que cagar a pau essa banda de marginais "arrozeiros"!! São invasores e a mídia rotula de "arrozeiros"!! Pau nêles! O MST não leva pau também por invasão!! Senta o pau nessa marginália da direita que se diz arrozeiros!! INVASORES !!!!!! DE TERRAS !!!!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Eu concordo com o Panoramix, demarcação indígena não é sinônimo (é até antônimo) de integridade territorial. E tem muiiiita gente intessada em colocar a mão na Amazônia brasileira, sobretudo algumas ONG´s complicadas que andam por lá.

Anônimo disse...

Lamentável que o destino de um povo fique dependendo de um tucano como Gilmar Mendes e outros 10 ministros, nem todos com sensibilidade política suficiente.

armando

Anônimo disse...

Armando,

O preocupante é que passa ,por exemplo, pelo Gilmar Mendes, que "se fez" na política, e junto com o FHC et caterva. Como jurista é um bom político.

Pois bem entregar o petróleo do Brasil, que foi descoberto por cincoenta anos de pesquisa bancada pelo povom brasileiro, para umas multinacionais não tem problema nenhum nem em integralidade territorial, nem com integralidade moral e ética. E nem precisa dizer que contabilmene burrice.

Agora entregar (ou seria devolver) para milhares de indios as terras onde nasceram e até hoje defendem, isto sim é perigosíssimo.

O que falta é vergonha.

O criminoso do Quartieiro venderia para qualquer estrangeiro a amazonia ou qualquer coisa que lhe desse lucro (santidade) e um melhor lugar no altar do Mercado.


Claudio Dode

panoramix disse...

O problema Claudio Dode é largar esta gente a própria sorte e constatarmos daqui há alguns anos que poderão estar falando um inglês tão bom quanto o de Washington! Felizes com suas novas miçangas: laptops de última geração com internet via satelite "from Miami"! Como disse acima o governo federal deve criar alternativas que coloque brasileiros no mínimo decentes, como estes índios, na posse destes territorios em uma situação de convivência no mínimo sustentável (criar cidades, de preferência na fronteira). Repito: a questão são as riquezas no subsolo e se formos dormir soprando flauta de bambú vamos perder estes territórios! O norte-americano tem know-how em exterminação de índios, agora de forma mais política e suave, todo cuidado é pouco!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Tirando os exagerados preconceitos contra os americanos posso dizer que hoje eu e o druída estamos tomando moloko juntos.

edu disse...

Sei q a Amazonia tem muito malandro se passando por indio...

Sei q em terra de "indio" brasileiro tem de pedir permissao judicial pra entrar e soldado dos eua nao...

O q resta, se é q resta, de cultura indigena vive no meio da floresta e nem tem contato com a civilizaçao, esses deveriam ser protegidos, mas esses nem se conhece...

Indio quando tem sua terra invadida usa a força, lembram dos 60 garimpeiros mortos...

Nao confio em arrozeiro, garimpeiro, tucano e indio.

mário casado disse...

Pronto, o Maia fez um discípulo. Tanto que vem aqui e conseguiu um mísero seguidor.

jorge disse...

carlos EDUardo maia, é o próprio Mário.
Ele agora se assina de diversas formas.

Anônimo disse...

Mário e Jorge,
O Maia tem coragem de vir aqui e confrontar as idiotices de alguns míopes sociais, que repetem discursos aprendidos por professores medíocres que lecionam em faculdades públicas e privadas que a máquina tira postos de trabalho, que empresário é bandido, que o PT é a melhor coisa do mundo etc.
Pra quem passou dos 30 e já viu este filme, o Maia é o cara mais equilibrado nestes comentários. Não conheço o cara, seu histórico e preferências político-partidárias, mas ele ao menos tem bom senso ao analisar os assuntos aqui postados.

ZeMario

panoramix disse...

PRIMEIRO: mario cansado vai a merda, não sou discipulo de ninguém! SEGUNDO: bastou discordar do pensamento dominante de alguns comentaristas e passou a ser de direita - que isto? Vai ler sobre o assunto e tenta raciocinar! QUARTO: O único aqui que pode me censurar é o dono do Blog de quem neste momento, respeitosamente, estou discordando!

mariorangelgeografo.blogspot.com disse...

Tá bom Zé Mané, quer dizer, Zé Mário, Tu leu a Veja e está repedindo ezatamente o que ela quer que tu repita. Deixa de ser papagaio de pirata. Tu e o Maia são uns babacas que se acham grade coisa, mas são fantoches do poderosos, se merecem.

mariorangelgeografo.blogspot.com disse...

errei a letra, é exatamente

Carlos Eduardo da Maia disse...

É engraçado, certa esquerda acha que todo mundo concorda com ela. E se alguém discorda dos textos dessa 'certa esquerda', é uma pessoa isolada. E se dois discordam, é a mesma pessoa. Se isso não é ingenuidade, o que é ingenuidade? Não conheço o Zé Mário e nem o druida Panoramix, mas concordo com o Zé Mário em muitas de suas opiniões e parcialmente com o druida que não é tão radical assim. O druida é social democrata.

Anônimo disse...

Panoramix:

Concordo plenamente contigo de que o problema é fundamental é "deixar esta gente a própria sorte". Mas para isso temos o exército e outros mecanismo que devem ser aprimorado.

A minha indignação é que a discussão foi estabelecida com a estratégia de defender a usurpação praticada por um grupo de grileiros representando acima de tudo a selvageria própria do capital.

Fora isso, a discussão séria e honesta de defesa da região resguardando o direito dos cidadãos originais é de muito necessária e urgente.

Claudio Dode

panoramix disse...

Na realidade Claudio Dode onde entra o "dinheiro" a coisa tende a degringolar para todo mundo! O índio será a primeira vítima de tudo isto! As forças armadas seriam uma grande alternativa mas insuficiente. Não temos idéia do tamanho do Brasil - é gigantesco, monumental! A questão porém é bem simples como já disse: se o Brasil não tomar uma atitude forte em relação a Amazônia para conter o avanço do estrangeiro lá dentro vai perder aquele território!

edu disse...

Eu sou o mesmo edu de sempre, nao sei se veja ou qualquer outra inutilidade escreveu a mesma coisa, nao leio m. (veja, zh, polibio etc etc).

Nao precisam me ofender, dizer q sou otario, pq isso sei q nao sou, muito menos discipulo do maia.

Nao sei se os indios sao culpados, e muitos sao, se escondem atras da proteçao da condiçao de relativamente incapaz para cometer crimes e se aproveitar.

Nao sei se arrozeiros, garimpeiros sao culpados, muitos sao pilantras e muitos sao honestos.

O FATO é q tem muita mentira de todos os lados...alias, o viver moderno é pleno de mentiras.

Percebi, apenas, q se alguem quer realmente se apropriar da maior reserva de agua doce do mundo e da maior reserva de minerais do mundo a tese de proteçao de indios é PERFEITA...pensem nisso.

Jamais iria contra a proteçao de silvicolas, jamais. Estou alertando que estao usando uma meia duzia deles, muito civilizados", com propositos muito diferente da preservaçao...

Muito facil simplificar a discussao me acusando de ignorante...

Pq ninguem berra e se rola no chao para defender os Charrua aqui no Rio Grande??? Curioso...

Anônimo disse...

REPETINDO:

Olhem o rastro deixado pela quadrilha do Quartiero:

- 21 indígenas Macuxi, Wapichanga, Ingarikó e Patamona assasinados;
- 103 atentados e agressões física contra indígenas;
- 10 mulheres estupradas;
- 90 casas de indígenas destruidas e/ou queimadas;
- 31 retiros comunitários destruídos e/ou incendiados;
- 3 escolas destruidas e/ou incendiadas;
- 8 roças destruidas;

querem mais? ver: http:/www.overmundo.com.br/por-que-eu-nao-compro-arroz-de-roraima

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo