Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Lulismo diz que não cede


Ruralistas querem flexibilização em crimes ambientais


Secretários estaduais de Agricultura, parlamentares da bancada ruralista e representantes de entidades do agronegócio vão criar grupo de trabalho para elaborar documento que visa alterar o decreto da Lei de Crimes Ambientais. O texto terá doze propostas. Uma delas se refere à ampliação do prazo de registro em cartório do tamanho da área de reserva legal, que hoje é de 120 dias. A informação é da Agência Chasque.

O Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, afirmou que o governo estuda flexibilizar a lei, mas que isso não significa que esteja cedendo às pressões dos ruralistas.

...........

Essa observação do ministro Minc me deixa aliviado. Sério. Lendo a notícia, eu fiquei certo que o lulismo de resultados estava “amolecendo” para os agronegocistas que devastam o ambiente natural, de novo. Mas, a palavra do ministro Minc é uma garantia que me deixa – agora, sim - tranqüilo.

É mais fácil as vacas voarem do que o ministro lulista do Meio Ambiente ser pego na mentira. Sério.


3 comentários:

Fabrício disse...

Hehehe... grande ironia, Feil.
Eu também acredito. Acredito no lulismo, o Minc, na cegonha...

claudia cardoso disse...

"Sério". :-)
Será mesmo, Feil, que o governo terá firmeza num chega para lá ao agronegócio? A Marina Silva caiu...

Denise disse...

Um fantoche que cabe em qualquer mão, isso que ele é...

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo