Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Dedo podre


E o senador tem a dizer o quê?

Conhecido pelo seu dedo podre, o senador Pedro Simon – inventor político-eleitoral de especialidades como Antonio Britto e Germano Rigotto, como o prefeito Fogaça (foto) e a própria atual governadora tucana Yeda Crusius – precisa vir a público para explicar o apoio político continuado ao governo Yeda, acusado de graves irregularidades no Detran, no Banrisul e em outros órgãos públicos estaduais. Irregularidades essas reiteradas agora por quem as praticou, como o réu Lair Ferst, acusado pelo Ministério Público Federal de inúmeros crimes contra o patrimônio público, mas que assegura em entrevista a um jornal paulistano, que a governadora Yeda Crusius, de quem se diz amigo, também sustentou politicamente o assalto aos cofres estaduais.

Estamos aguardando o seu pronunciamento, senador Simon!


35 comentários:

panoramix disse...

Não dá, deve estar dormindo na cadeira do gabinete ou olhando saudoso para uma foto de Ulisses Guimarães.

ivan lopes disse...

É isso aí, Feil, tem que sobrar também para o Fogacinha, o indolente.
Simon é o padrinho de todos eles. Agora tem que dizer os motivos que escolhe tanto salafra.

Allan Kardec Maia disse...

Simon tá numa mesa branca tentando se comunicar com o Ulisses.

- E agora o que faço mestre, me pegaram!

Anônimo disse...

vai esperando que o cretino se manifeste, nessas horas o canalha se esconde bem escondido...

Carlos Eduardo da Maia disse...

Olha a barriga do Blogueiro, Lair não disse que o governo Yeda sustentou politicamente o assalto aos cofres públicos. Disse apenas que o governo Yeda sustentou politicamente a troca de fundações que tirou o Lair, do PSDB, do esquema. Yeda deu todo o poder do Detran ao PP do Germano. O Weissheimer fez a mesma coisa no Blog dele, querem extrair do Lair frases que ele não disse.

panoramix disse...

Vais entrar na decadência do governo Yeda/RBS também Maia? Esperava mais de Vossa Excelência!

Anônimo disse...

Respeitem o Simon. Foi um brilhante combatente da ditadura militar.

Ciro

Carlos Eduardo da Maia disse...

Panoramix, vocês perderam a eleição e agora querem ganhar do grito ? Negativo.

panoramix disse...

Voces quem? Todas as maracutaias do governo Yeda/RBS depois da CPI estão sendo expostas por gente ligada ao PSDB (folha/Veja/Estadão). Voces quem camarada? Não achas meio estranho compactuar com falcatruas como estas CEM? Não houve nada? Olha pro teu umbigo pra ver se não tá sujo! Acorda gaúcho diferente! Simon, assim como tantos outros no MDB, legitimou a Arena. Os emedebistas que foram brilhantes na luta contra a redentora abriam a boca e por isto eram caçados e perseguidos - estes eu respeito e jamais anulo voto em homenagem ao que fizeram!

Anônimo disse...

hahhahahahah

O maia em um último suspiro de desespero!!!!

Já te nomearam assessor da véia, Maia?

sil

Raul Sendic disse...

Então, Maia estas adaptando a ética malufiana:
Se ganhou a eleição pode roubar!!!
Pelo menos, o Maluf, fazia!!!!

Anônimo disse...

- O TURCO SIM�O ERA TOLERADO PELA DITADURA POR ISSO N�O FOI CASSADO. ERA A OPOSI��O CONSENTIDA DENTRO DE UM REGIME FASCISTA. ERA PARA ENGANAR O POVO, COMO ENGANOU TANCREDO NEVES. ERAM DE CONFIAN�A DOS GORILAS.

Anônimo disse...

DITADURA MILITAR?

Está aí uma ditadura pior do que aquela que hoje insistem em apelidar de 'ditadura militar'. Como nos dias de hoje, naquele período fui também um crítico. Não lembro de ter sido perseguido, como insistem em afirmar que era o hábito da época aqueles que, por falta de argumento para uma retórica razoável, apelam sem disfarces para o desvirtuado e corrosivo 'ouvi dizer'.

Que ditadura era aquela que me permitia votar ? Que nunca me proibiu de tomar uma cervejinha num desses bares da vida após as vinte e três horas ? Ou num restaurante de beira de estrada ?

Que ditadura era aquela que (eu não fumo) nunca proibiu quem quer que seja de fumar ? Que ditadura era aquela que nunca usou cartão corporativo para as primeiras damas colocarem até botox no rosto ou para outros roubarem milhões de reais do povo brasileiro ?

Vi, sim, perseguições, porém contra elementos de alta periculosidade à época, como o eram os Zés Dirceus, Renans, Lulinhas, Zé Genoino, Dilma Roussef - a Estela - Marco Aurélio Garcia, Diógenes, o assassino do Capitão Schandler, como os que colocaram bombas em lugares públicos, como aquela no aeroporto de Guararapes, cujo resultado foi a morte de gente inocente, ações de subversivos que desejavam implantar no Brasil um regime comunista, e para tal seguiam planos de formar nas selvas o que hoje, na Colômbia, chamam de FARCs.

Que ditadura era aquela que permitia que a oposição combatesse o governo, como ocorria com deputados como Ulisses Guimarães, apenas para se citar um nome?

Que ditadura era aquela que jamais sequer pensou em proibir a população de usar armas para se defender, como hoje criminosamente pretendem ?

Que ditadura era aquela que em nome da democracia, jamais admitiu invasão de propriedades e jamais sustentou bandidos com cestas básicas em acampamentos e jamais impediu a policia de agir, como a ditadura de hoje ?

Que ditadura engraçada aquela que chegou a criar até partido de oposição! Curiosa essa democracia de agora, em comparação ao que chamam de 'ditadura militar', 'democracia que permite que ladrões do dinheiro público continuem ocupando cadeiras no parlamento e cargos no governo e tolera até mesmo um presidente alegar que 'não sabia', para fugir de sua responsabilidade para com a causa pública.

Que ditadura militar era aquela que jamais deu dinheiro de mão beijada para governantes comunistas, amigos de presidente, como ocorre com a ditadura de hoje e, contra a qual não nos permitem sequer contestação ?

Que ditadura era aquela que jamais proibiu a revelação das fuças de bandidos em foto e TV como ocorre na 'democracia' de hoje, numa gritante e vergonhosa proteção do meliante, agressor da sociedade ? Escuta telefônica, eis mais uma ação da 'democracia' de hoje e proibida à época 'daquela ditadura militar'.

Ah...é verdade...Aquela ditadura proibia casamento de homem com homem, sexo explícito na TV alcançando crianças, proibia a pouca vergonha e não dava folga para corruptos que eram cassados quando prevaricavam, sem permitir que a sociedade fosse punida com a permanência no palco da corrupção dos delinqüentes, que hoje fazem CPIs para tapearam a sociedade e se escalam às mesmas como raposas cuidando do galinheiro.

Caetano Veloso está quieto em relação a essa ditadura que hoje aí está. Apostasia de 'seu ideal'? À época lançou a música 'É proibido proibir'. Hoje se cala. O que ajudou a promover, junto com Chico Buarque, Gilberto Gil e outros, está no poder. Que pelo menos altere o nome da música para os dias de hoje para: 'É permitido proibir'. E que vá se catar.

Que ditadura era aquela, que jamais retirou um delegado da polícia federal, no meio de um processo, por causa de uma investigação sobre um vergonhoso roubo de dinheiro público, pelo simples fato do mesmo estar perto demais para esclarecer toda a verdade, inclusive sobre o envolvimento de pessoas muito próximas ao presidente da república, além do seu próprio filho, o "grande" lulinha?

Ditadura militar????

Vocês com certeza não acompanharam o Brasil naquele período. Livros de história existem muitos, com versões dos autores, conforme sua ideologia.

Tarso

gustavo disse...

Agora, ao menos, os nazi-fascistas estão colocando sua posição abertamente. Pelo menos a argumentação é aberta e direta(apesar de doentia, de um fanático provavelmente!) e não veleda como a do Maia que gosta de cuspir aqui aquela demegogia politicamente correta.

Anônimo disse...

que nojo desse tal de Tarso que quer negar a história.
Mariana

Carlos Eduardo da Maia disse...

Panoramix, sabe o que irrita? É que vcs aqui que apoiam o PT do RS vem posar de bonzinhos e se calam quando a corrupção é no governo do PT, como se não houvesse corrupção e picaretagem no governo do PT, como se a conduta moral fosse delineada pela conduta ideológica. Ah, o sujeito é de esquerda então ele é cidadão de bem e goza de boa moral. Não é assim que funciona, nem assim e nem assado. Picaretagem existe na esquerda, no centro e na direita. E canalhice política também.

Anônimo disse...

- S'O QUE AQUI MAIA MALA, A MORAL T'A MAIS POR BAIXO QUE CLOACA DE COBRA. TEMOS FASCISTAS QUE EST~AO FAZENDO VERDADEIROS TRATADOS PARA JUSTIFICAR O INJUSTIFIC'AVEL. DA "REDENTORA" DEVE TER SAUDADES POR TER SIDO UM TORTURADOR E A PATOLOGIA AINDA SE MANT'EM. EST'A EM SEU DNA.

panoramix disse...

Sim, Sr. Maia, existe! Existe muita canalhice em tudo que é lugar. A diferença entre nós e que eu não apoio! O PT tem vários companheiros indiciados pelo Procurador da República (indicado por Lula) que foi extremamente duro no seu discurso. Companheiros que serão julgados pelo STF em um processo onde o relator foi indicado por Lula e que também está sendo tremendamente duro. Se são culpados ou inocentes cabe exatamente a justiça decidir. Por outro lado vemos o atual presidente do supremo (ligado ao PSDB), fazendo o que está fazendo. Quer saber a gênese:
MAIO DE 2002: FHC MONTA O PLANO DE FUGA (Paulo Henrique Amorim)

http://tinyurl.com/6mq5xb

Soma-se a isto tudo a sucessão de irregularidades nos governos tucanos de São Paulo que não permitem que se investigue através de CPI (porque?) e o descalabro que está acontecendo no Rio Grande do Sul. E agora: quem acoberta quem?

Anônimo disse...

Recordar é viver
Por ocasião do golpe de 64, o então militante de esquerda Tarso Genro fugiu para Rivera, no Uruguai. O auto-exílio se deu em função das inúmeras prisões decretadas à época. Com o passar do tempo, o próprio Tarso percebeu que ninguém o procurava e nada lhe acontecia. Foi então que ele resolveu contatar José Augusto Brilhante Ustra – advogado em Santa Maria, irmão do coronel Ustra e amigo de seu pai, Adelmo Genro – para saber se seria ou não preso. Na companhia do pai, Tarso Genro viajou de trem de Rivera para Porto Alegre, onde procurou o coronel Athos Teixeira, então secretário de Segurança. Sogro de José Augusto Brilhante Ustra, o coronel Athos garantiu a Tarso Genro que ele não seria preso.

Roendo a corda
Tempos depois, sob a orientação e proteção de José Augusto Brilhante Ustra e Athos Teixeira, o gaúcho Tarso Genro ingressou no Exército, de onde saiu como tenente R/2 de Artilharia. Como verdadeiro poliedro de ingratidão, Tarso Genro, agora ministro da Justiça, tenta colocar no olho do furacão a corporação que lhe deu guarida nos momentos mais difíceis. Contrariando decisões da Justiça e, principalmente, o que determina a lei de anistia, Tarso Genro quer enquadrar os militares no afã de conquistar notoriedade, com vistas à sucessão de Lula da Silva, em 2010. Ora, se trair os que lhe deram proteção e ajuda é algo para se orgulhar, que alguém explique o que é deplorável.

Raul Sendic disse...

Com licença, tenho que VOMITAR!!!!

panoramix disse...

Acabei de voltar do banheiro onde vomitei até as tripas raul sendic. É papo neuseante! Argh! Credo!

l gonzales disse...

O fato dos torturadores postarem aqui tentando justificar os seus crimes, só demonstra o grande grau de compadrio entre o "velho MDB de guerra" e os ditadores.

Jamais veremos Simon no Senado pedindo a cabeça de milico torturador e muito menos de quadrilheiro do Detran. São sócios.

cardoso disse...

Não entendi o que o Tarso tem a ver com o Simon e a Yeda.

Simon só não foi cassado porque era figurinha carimbada no 3o. Exército na rua da Praia. Ia lá fazer o beija-mão do general comandante, passar informações, ver se não estavam precisando de alguma coisa e outras coisas nojentas.

Anônimo disse...

Deixa quieto.
Era para provocar esquerdopatas petralhas que falam do que ouviram dizer.
Conheço muitos que dizem asneiras sobre o Pedro Simon, mas não sabem porque ele sempre é eleito.
É um dos melhores políticos que o Rio Grande já produziu!

Tarso

E se quiserem, tenho muito mais a falar sobre "certa esquerda ética".

Antonio Cavalcanti disse...

Mais respeito com o Simon. Ele foi um grande combatente da ditadura militar. Ele nunca foi acusado de estar metido em nenhuma falcatrua e tem representado o Estado a contento. É uma personalidade respeitável em todos os partidos e merece nosso respeito.
Agora, saber que ainda existem energúmenos que achavam boa a ditadura militar, é dose. Por causa desse tipo de gente é que marcamos passo um bom tempo. Agora tenho visto o Brasil deslanchar.
DITADURA, aquela que permitia policiais militares metendo o pé na porta de qualquer um e sequestrar e sumir com pessoas, bastando para isso haver qualquer suspeita de que ele pensava diferente do poder militar. DITADURA, aquele que nunca permitia investigações sobre atos de corrupção - que havia aos montes - por isso os idiotas que só acreditam naquilo que é esfregado no seu nariz falam que a maracutaia não existia naquela época. Só dois exemplos: tinha um ministro cujo apelido era 10%, lembram? Tinha outro ministro, que há alguns anos atrás foi denunciado por um ex-executivo da Fiat, que afirmou ter pago a propina de 500 mil dólares na época, só para obter benesses. DITADURA, aquela que não permitia que escolhêssemos os governadores e o presidente. DITADURA, aquela que matou e torturou várias pessoas inocentes, cujo único "crime" que teriam cometido seria o de pensarem diferente dos imbecis verde-oliva. DITADURA, aquela que escolhia as notícias, as músicas, as peças de teatro, os filmes no cinema, a programação de TV que poderíamos assistir. DITADURA, aquela que não permitia mais do que dois partidos políticos e dava sempre um jeito de obter maioria no Congresso Nacional com os políticos biônicos...lembram disso? Eram trastes que assumiam cargos eletivos por indicação!!! DITADURA MILITAR, triste tempo aquele. Só uma historinha real daquela época: eu estava servindo o exército em 1974 e um Tenente dando uma aulinha sobre subversivos para nós recrutas. Em determinado momento falou de líderes e sobre o perigo que representam, citando o Brizola como exemplo. Aí, um dos desavisados recrutas resolveu dizer que o pai dele também idolatrava aquele político, sempre dizendo ser um brizolista. Dias depois o recruta foi liberado para comparecer no velório e enterro de seu pai, cujo crime cometido foi o de idolatrar um líder político que foi defenestrado pelo sistema militar. DITADURA MILITAR, aquela que arrebentou economicamente com o país, incutiu na mente do povo o falso milagre brasileiro e quando viu que o endividamento que alcançaram, só para manter o regime de exceção, estava tão grande que governar o país seria um péssimo negócio, resolveram criar a ABERTURA POLÍTICA, "entregando" o poder aos civis novamente. E estamos até hoje penando para consertar o péssimo serviço dos milicos.
Que bom que a maioria dos brasileiros tem mais inteligência e entende o atual momento. Nada melhor que a democracia para alcançarmos o desenvolvimento e que grande momento vivemos atualmente. Instituições democráticas estáveis e ganhando solidez, economia ganhando saúde nunca vista, pessoas com mais acesso a uma vida digna e aos bens de consumo, ricos corruptos sendo investigados, presos e com bens tornados indisponíveis e liberdade total de expressão, mesmoa que ainda tenhamos grande parte da mídia a defender interesses de anunciantes e outras manipulações, mas há várias alternativas. O momento hoje é fértil para um grande futuro, não tenho dúvida disso. Mas os milicos que fiquem nas casernas sonhando com suas guerras virtuais.

Anônimo disse...

Cavalcanti está bebinho. Babando no colarinho. É mentira a história do soldado fã de Brisola.
Para alegrar os leitores e comentaristas, vai aí mais uma do rei de las américas:

LULA FAZ ESCOLA:

EM CADEIA NACIONAL, HUGO CHÁVEZ
DESCREVE COMO TEVE CAGANEIRA
Presidente venezuelano conta ao vivo no programa 'ALÔ PRESIDENTE!' (o do Lula é “Café com o presidente”) o problema que passou em evento oficial

http://www.dailymotion.com/video/x6c0vo_chavez-y-su-diarrea

Na última edição de seu programa de televisão Alô Presidente!, exibido neste domingo, 2, o presidente venezuelano Hugo Chávez descreveu em rede nacional a ocasião em que sofreu com problemas intestinais durante um evento oficial nas obras do túnel Caracas-Tuy. "SOU UM SER HUMANO COMO QUALQUER UM DE VOCÊS, ÀS VEZES AS PESSOAS SE ESQUECEM DISSO", afirmou.

POR QUÉ NO TE CALLAS CHAVES!

Suzie disse...

Não gosto de moralistas...não gosto do Simon.
Não voto nele!
Ele não é santo.
Ele retirou o plano de carreira dos(as) professores(as) com auxílio do Rigotto, lider de seu governo na Assembléia.
Minha mãe foi prejudicada.
Eu senti em casa o outro lado do "falso- santo- moralista" Simon.

Lamarca disse...

Não quero discutir o passado do sacrossanto e imaculado Simon, mas o presente, o papel dele na eleição do governo CasaNova, e principalmente o silêncio dele neste momento de falência ética e moral do governo do Rio Grande e outras instituições ( TCE ). Hoje, como no passado da ditadura dos gorilas, calar é consentir, senador Simon !!!!!

Diakonos disse...

Lembro de um momento patético de Simon: os rasgados elogios à "coragem" de Duda Mendonça ao comparecer à CPi do Mensalão para dizer toda a "verdade".
Depois descobriu-se q a unica coisa verdadeira q Duda falou foi seu nome.
E mais: Duda foi marqueteiro de Simon .

Anônimo disse...

O Maia está cada vez pior:

'Disse apenas que o governo Yeda sustentou politicamente a troca de fundações que tirou o Lair, do PSDB, do esquema."

Que cara de pau! Tanto não tirou o Lair do esquema com a troca de fundações, como o Ariosto caiu cquando esta "restando contas" pra ele e por isso Caiu.

O Ariosto estava na mão do Lairm e agora a Yeda fica com "cu(lau)" na mão".

Claudio Dode

Anônimo disse...

E esta rastaquera que o Maia está arrastando para cá o tal de Tarso e Cavalcanti. Isto é até triste.

Só esclarecendo: não vê quem não quer: O Simon nunca faz nada mas como é sempre como no Banrisul ele tem quem faça para ele.

Isto tambem requer responsabilidade.

Não é muito difícil de saber como se elege, com a midia do PRBS, principalmente, e o Banrisul...precisa mais?

Claudio Dode

Anônimo disse...

Ô Tarso:

A unica coisa que se aproveita das asneiras que escreveu é que és muito chegado numa dita dura.

Claudio Dode

Anônimo disse...

"Claude" Dode:
Aproveitando a máquina de alguma estatal. Parece, pelos seus horários de comentar, que você usa o computador de alguém que não seja o seu.
Vai te catar fdp.

Anônimo disse...

O Anônimo, covarde e pelo jeito dedo-duro porque anda controlando o meu horário, que normalmente não é o comercial. Deve ter observado também.

Para alimentar a sua alma fofoqueira te informo que uso computadores de terceiros (as), como o que estou usando agora. Inclusive computadores de aluguel quando viajo.

Gostei da tua coragem em me ofender "escondido", isto sim é o registro deum legítimo FDP com letras maiusculas.

Claudio Dode

Baiacurs disse...

Atenção!
Se botar um trechinho do discurdo do anônimo "Tarso" sobre a ditadura no google, aparece o mesmo comentariozinho em diversos blogs e sites, na maioria das vezes assinado por "Jornalista PAULO MARTINS - GAZETA DO PARANA".
Ei idiota, fizeste "copiar e colar" ou tu és o Paulo e não quis se identificar?
Te toca e cai fora. Vai postar teus comentários lá no site das agulhas negras.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo