Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 15 de novembro de 2007


Infantil


O menino ia no mato
E a onça comeu ele.
Depois o caminhão passou por dentro do corpo do menino
E ele foi contar para a mãe.
A mãe disse: mas se a onça comeu você, como é que o caminhão passou por dentro do seu corpo?
É que o caminhão só passou renteando meu corpo
E eu desviei depressa.
Olha, mãe, eu só queria inventar uma poesia.
Eu não preciso de fazer razão.

Manoel de Barros (Talvez o maior poeta vivo do Brasil.)

Fotografia de David Whitman

3 comentários:

sueli halfen ( POA) disse...

Linda poesia e LINDA FOTO ...o MAR AO FUNDO !

abraço Sueli

sueli halfen ( POA) disse...

A criança lindíssima !!!!sorriso expontâneo e Feliz!!!!!

Rastreadores de Impurezas disse...

Gostei do Blog do amigo do SUL. Parabéns! Viva a Luta!!

Abraços do amigo do Ceará,

Tiago Feitosa Viana

http://rastreadoresdeimpurezas.blogspot.com/

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo