Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 29 de julho de 2008

Um problema deveras transcendental


Deu na coluna de Mônica Bergamo, hoje na Folha:

Chá de cadeira

O empresário Alexandre Accioly virou um "sem-blindagem". Explica-se: ele mandou blindar um de seus carros, uma minivan Chrysler [foto] na empresa Cart, de SP, por R$ 70 mil. Depois de 50 dias, foi buscar o carro. "Ele estava intocado, num canto, todo empoeirado. É muita picaretagem", diz.

Guigo Fausto, dono da empresa, rebate: "Eu avisei ao funcionário dele que a blindagem demoraria uns 100 dias".

Accioly se diz inconformado: "Gente, já blindei mais de dez carros, até Porsche. Não comprei um carro zero para ficar parado 100 dias".


28 comentários:

Caromez disse...

Accioly é um conhecido parasita de SP.
Depois os marginais sequestram essa coisa e exigem um resgate pesado, aí ele vai dizer que não tem segurança.
Não sei porque essas pragas sociais não mudam de vez pra Miami.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Eu gosto da Monica Bergamo justamente por isso, ela capta muito bem as idiossincrasias e os contrastes do Brasil de nossos dias. Sou um leitor dela.

Anônimo disse...

engraçados esses 'contrastes' dela, nunca li "o seu Altério, lá de são João das Candongas, foi buscar seu sapato no conserto ontem e não estava pronto". Além do mais, ela não captou nenhum contraste, porque não há reflexão, ela só deu uma 'notícia' de uma pessoa que é importante no mundo que é importante para ela.

É querer encher o saco...

Carlos Eduardo da Maia disse...

O Accioly não tem nada de parasita. Pelo menos, o capital que ele tem gera empregos e gera impostos para o governo fazer os PACs da vida. É exatamente por esse tipo de raciocínio, para lá de chinfrin e cafona, que a juventude brasileira não simpatiza mais com os cérebros algemados da nossa esquerda.

panoramix disse...

Exato Maia as idiossincrasias e as vicissitudes da vida! Como é difícil ser rico neste país!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Qual o problema de ser rico, Panoramix? Por que o preconceito? E o Accioly é um cara rico que gera emprego, diversão e impostos... Qual o problema? Existem ricos em todos os países socialmente desenvolvidos neste mundo.

Anônimo disse...

Olhem quem é Alexandre Accioly da Rocha (ele deve ter vergonha deste sobrenome português e plebeu):

"Accioly é sócio de onze empresas, entre elas a Datamídia, especializada em marketing de relacionamento, a Smart, de rastreamento de veículos, e a Rádio Jovem Pan. "Ele sente cheiro de bom negócio a distância", diz Roberto Rezinsky, um de seus 36 sócios. "O Alexandre consegue investir no lado profissional e aproveitar a vida com a mesma intensidade", completa Luiz André Calainho, outro de seus parceiros. De fato. Mora em um apartamento de 730 metros quadrados na Praia de Ipanema, com direito a sauna, piscina com fibra óptica – a água fica amarela, vermelha ou azul – e cascata. Anda a bordo de um BMW ou de um Cherokee blindados. O Porsche, sonho de criança, vendeu há três meses. "Sempre falei para ele que não cabia ter um carro daquele no Rio", diz o amigo Rodrigo Maia, filho do prefeito Cesar Maia. O lado mundano recebe críticas de outro amigo. "Já o aconselhei a sair um pouco das colunas sociais. Ele tem um perfil empresarial e tem de preservar isso", diz Aécio Neves, presidente da Câmara dos Deputados e candidato ao governo de Minas Gerais. Os passos de Accioly ganharam muitas luzes no ano passado, quando namorou por três meses a apresentadora Adriane Galisteu. Ele ainda guarda na garagem a moto Harley-Davidson que ganhou da loira. "Uma palavra resume a história que vivi: inesquecível", define Accioly, que num rompante de romantismo levou Adriane para passar um fim de semana no Hotel Cipriani, o mais caro de Veneza. "Mais de dois dias em Veneza, e o casal já está brigando", acredita. Seus destinos prediletos são Nova York, Aspen e Orlando. "Levo toda namorada à Disney", conta. "Ele gosta de atenção. Pede para ligar várias vezes por dia", diz a atual namorada, a apresentadora do Sportv Paula Orsini, que já esteve na terra do Mickey. Primeira classe é luxo que ele não se dá. Só se for por sistema de milhagem. "Custo é como unha, a gente tem de estar cortando sempre", observa. Mas, quando o assunto é família, o ditado não vale: comprou uma escola para uma irmã, presenteou a mãe, dona Graça, com um apartamento e paga os estudos e tudo o mais que a sobrinha Bruna quiser".

Levar todas as namoradas pra Disney é bom!

Marimbondo Lobuno disse...

Parasita e retardado mental. Gosta da Disney, a boneca!

panoramix disse...

Quantos pobres um rico deve produzir. Será que alguém já fez este cálculo? Deve soar assim: 100.000 pobres/rico. Bela medida!

Arauto dos Pampas disse...

Ah, as idiossincrasias dos ricos brasileiros, e dos novos ricos então!
A desgovernadora do mala maia, seu grande eleitor, está pagando caro por suas idiossincrasias. Não quis morar no palácio repleto de fantasmas, daí comprou uma casinha, mas de forma escusa. Agora, com saudades dos tempos da ditadura, quando os governantes corruptos não precisavam dar satisfação alguma, nomeou um general do exército para secretário da segurança pública. E la nave va...

Anônimo disse...

"Toda riqueza é fruto de roubo, armado ou não". "Mais grave que assaltar um banco é fundar um".

E, finalmente, existem ricos e ricos. Antonio Ermírio de Moraes, por exemplo, anda a pé pelo centro de S.Paulo, quase todos os dias, sem ostentação (já cruzei ocm ele várias vezes)e sem blindagem à vista. Isso não quer dizer que sua riqueza também não tenha origem no ilícito. Que o diga suas empresas escravocratas que distam 70 kms da capital paulita, mas o estilo faz a diferença em realação a babacas que freqüentam a senhora Mônica Bergamo.

armando

Verinha disse...

"70% dos milionários neste país estão metidos em alguma falcatrua. Os outros 30% fazem bons negócios com o dinheiro que os outros 70% ganham. São fornecedores de comidas, roupas, carros, jóias, helicópteros, vendedoras de propaganda, etc.

E o pior é que classe média, que sonha em entrar na turma, tende a se identificar com os interesses deste grupo social exclusivo e que a rejeita."
Por Chicão dois passos

Precisa dizer mais?

Antonio Cavalcanti disse...

Radicalismo, cegueira política, idealismo exacerbado, todos primo-irmãos dos burros e idiotas. Ser rico e empresário é um mal. Lembro de uma palestra (!!!) do Olívio Dutra, o pior governador da história do RS, que ao ser perguntado se fosse um empresário, como administraria a sua empresa, disse: "nunca me vi nessa condição, vivendo de lucros às custas dos trabalhadores..." Quanta visão! Bem, o que esperar do Olívio. Ele e o Rosseto ficaram quatro anos desgovernando o RS e não aprenderam que estavam governando um Estado, composto por todas as suas correntes política. Aquele desgoverno trabalhou sempre em prol do partido PT e seus militantes, com a parceria do jogo do bixo como vimos. Pena que na época não devia ter esse blog tendencioso. Gostaria de ler o que escreveriam diante de tanta incompetência. E não estou elogiando os demais governos, pois acompanho a política desde que retornaram as eleições diretas e não houve um governo sequer que atingisse, no meu entender, uma nota - de 0 a 10 - acima de 3. Mas o que não aturo é a tendenciosidade, seja de esquerda ou direita, pois só os imbecis são assim.

herminia alves disse...

Realmente, é um problema de primeira garndeza, digna de nota de jornal!!!
ECA! Essa burguesia me envergonha cada vez mais.

Arauto dos Pampas disse...

Este tal de cavalcanti, deve ser ligado ao pessoal direitoso envolvido com segurança pública. No seu blog há links para diversos órgãos envolvidos com segurança pública. Talvez pertença aquele grupo de mafiosos que o Olívio e o Bisol tentaram defenestrar da segurança pública, mas infelizmente não conseguiram. Com certeza continua mamando nas tetas do Estado e destilando seu ódio contra aqueles que tentaram limpar o RS.

Antonio Cavalcanti disse...

Sr. arauto: hahahahahahahhahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah. O Olívio, Rosseto, Bisol? tentaram limpar????? E por que em 4 anos não conseguiram? Na tua palavra a prova da incomPTência.

Willians disse...

Putz! Não bastasse o estólido Maia com sua parvulez, agora tem o tal Cavalcanti com seus destampatórios!!! Vocês dois: voltem às suas cloacas!

Anônimo disse...

Acho que o Cavalcanti e o Maia são o produto de um mesmo autor. O indicativo para isso é o amor ao Olívio. Um Passo a frente e dois atrás e citam o Olívio. É amor profundo. Nunca citam o Britto, ou o Simon, ou o Rigotto, mas não esquecem o Bigode, paixão pura.

SBENTENAR disse...

- OAS MALAS DO MAIA E DO CAVALCANTI, UMA DIREITA QUE QUER SER CIVILIZADA PORÉM RACIOCINA PELOS FUNDILHOS, VIVEM NAS COMAPARAÇÕES . SE É POR ESSE ENFOQUE O MAIOR CORRUPTO GOVERNO FEDERAL FOI DO VICE-REI FFHH, ONDE OCORREU O MAIOR CRIME DE LESA-PATRIA QUE FOI A "DOAÇÃO"DA vALE DO RIO DOCE. AQUI, NA REPÚBLICA-RIOGRANDENSE, O MAIS INCOMPETENTE E CORRUPTO É O DA "RAINHA DAS PANTALHAS". COMO DIZIA O GRANDE FILÓSOFO VICENTE MATHEUS EX-PRESIDENTE DO CORINTHIAS : " O PIOR CEGO, É AQUELE QUE NÃO SE ENXERGA". POR, FAVOR BOBAGENS, NESTAS PARAGENS JÁ TEMOS QUE CHEGA!!

Anônimo disse...

sbentenar!
Analfas escrevem bobagens com melhor estilo do que você.
Deve ser um pederasta brega.

Antonio Cavalcanti disse...

Aqueles que muito se irritam com opiniões diferentes das suas, não têm convicção naquilo em que acham que acreditam. Essa insegurança deve matar essa gente, que forma opinião, em princípio, a partir de dogmas e não de fatos. Muito divertido assistir pessoas assim, que chegam a esbravejar agressivamente caso não escutem o que esperam ouvir. Por isso passeio por este blog. Mas também passo por aqui, pois gosto de ler opiniões diferentes das minhas, já que não me considero nenhuma besta a ponto de achar que já sei tudo. O problema é que a maioria só fala bobagem. Mas gosto de ler o que escreve o Cristóvão Feil, apesar de um certo ranço, às vezes. É respeitando e trocando informações que crescemos. Viram, criancinhas de jardim da infância. Aprendam isso.

mariorangelgeografo.bogspot.com disse...

Mas que baixaria, tem gente que acha que é todo mundo otário!

O Maia e o Antônio Cavalgadura são a mesma pessoa. É só observar: os dois têm o mesmo "amor" pelo Olívio, e falam sempre: "um certo" ranço... "uma certa" esquerda...

Viram...

Eles são tão burros e idiotas, que acham que todos são como eles...

É a mesma criatura:

ANTÔNIO CARLOS EDUARDO MAIA CAVALCANTI

Nome pomposo...

Carlos Eduardo da Maia disse...

Rangel, quem gostou do governo Olívio é uma pequena minoria do povo do RS. É mais fácil achar por ai, críticos do governo Olívio do que admiradores. O governo Olívio foi tão bom, mas tão bom que o próprio PT lhe cortou a possibilidade de reeleição. É fato consumado, transitou em julgado, o governo do Olívio foi um caos.

Anônimo disse...

Cavalcanti Maia não esquece o Bigode, mas esqueceu do Simon, do Rigotto, do Britto (o demolidor do Estado), todos perdidos na poeira do tempo. O Bigode não, sempre lembrado e nunca esquecido. Talvez esse constante retorno seja a prova provada que não foi tão ruim.

Arauto dos Pampas disse...

O tal de cavalcanti e o mala maia sabem muito bem porque o Olívio e o Bisol não conseguiram limpar o estado. Durante os 4 anos do melhor governo que já existiu na história do RS foram diariamente torpedeados pela PRBS e por essa assembléia legislativa corrupta que envergonha os gaúchos. No entanto, mesmo assim fizeram mais pelo estado do que a Ieda, o Rigotto, o Britto e o Simon juntos.

Anônimo disse...

O Maia estrapolou no convivio com o Mendes e a Yeda:

Quer botar algemas até nas idéias:

"mais com os cérebros algemados da nossa esquerda."

Só não pode nos Cacciolas, Dantas e outros beneficiados pelas falcatruas do tucanato.

Claudio Dode

Anônimo disse...

O Cavalcanti deve ser daqueles que pega a namorada e leva para disney e acha que isso é criativo e inteligente.

O que eles que estão sempre com estes governinhos como diz o Busatto para usar o Detran, o Daer, o Banrisul...

Nenhum destes governinhos conseguiu um crescimento igual ao do Olivio. Isto que o Olivio governou durante a tragédia do dominio tucano demo.

E o Maia que acha que o Olivio tem uma pequena minoria se esquece, que com todas as negociatas e laranjas, toda a direita do RS ganhou por uma diferença muito pequena. Contra todos e contra o PIG.

O PT não cortou a reeleição do Olivio, dentro de um processo democrático que os outros desconhecem, uma eleição que ganhou o Tarso Genro. Mas falar em democracia para a turma de aficionados do fascinora do Mendes é muito complicado.

Claudio Dode

Anônimo disse...

quem coloca na internet,sobre a bindagem de um carro,enquanto muitos não tem o que comer....me desculpe é um completo idiota.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo