Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

domingo, 6 de julho de 2008


Saudação

Oh! geração dos afetados consumados
e consumadamente deslocados,
Tenho visto pescadores em piqueniques ao sol,
Tenho-os visto, com suas famílias mal-amanhadas,
Tenho visto seus sorrisos transbordantes de dentes
e escutado seus risos desengraçados.

E eu sou mais feliz que vós,
E eles eram mais felizes do que eu;
E os peixes nadam no lago
e não possuem nem o que vestir.

Ezra Pound (1885-1972)

11 comentários:

loan calc disse...

Oh my.. this is the best blog.


loan calc

fake lottery tickets disse...

This blog could be more exciting if you can create another topic that everyone can relate on.

lotto online disse...

Thanks to the blog owner. What a blog! nice idea.

edu disse...

Ezra Pound...estas indo buscar no olho do furacao hein Feil???

Ja respondeste as 5 perguntas dele??

edu disse...

"No século da usura todos os povos tornaram-se pobres porque foram endividados por um valor igual a todo o dinheiro existente desde 1694."

Anônimo disse...

Vendo o teu cão na abertura e o poema de Pound, lembrei-me de uma reportagem que saiu na Revista da Folha de hoje, que fala da classe dominante que está se mudando para dois condomínios acoplados a "Shopping" aqui em Sampa. Desceram por elevadores privados da residência diretamente para o paraíso do consumo. E terão escritórios, spa's, academias, etc, tudo no mesmo condomínio. Essa é a nossa elite: predadora, alienada, arrogante e separatista.

armando

Anônimo disse...

digo, descem pelos elevadores...

Na verdade, deveriam descer direto para os quintos dos infernos...

armando

edu disse...

Corria o ano de 1963, um certo presidente de um certo pais ordenou através da ordem executiva 11.110 de 04/06/1963 a impressao de notas lastreadas pela reserva de prata existente nos cofres do governo.

Nessas notas nao existia a escrita atual, ou seja, "banco central nota" e sim "(o nome do pais) nota".

Como se o povo brasileiro emitisse a moeda e nao o banco central.

Tal ato foi fator de grande desenvolvimento para o pais, mas aborreceu os vampiros q ganhavam com a situaçao anterior, em prejuizo do povo do pais.

Esse jovem corajoso e inteligente presidente foi assassinado pelos vampiros no dia 22 de novembro de 1963, 5 meses depois de tentar libertar o seu povo da "canga".

Juarez Prieb disse...

J. F. Kennedy de fato rompeu com o Banco Central dos EUA, BC este que era privado, uma instituição dos banqueiros que emitia a moeda nacional.
De certo foi o motivo principal de sua eliminação física, o outro foi que ele estava programando a saída do Vietnã. Mexeu com dois abelheiros de uma só vez.
Pimba!

Anônimo disse...

O Movimento do Ministério Público Democrático, entidade não-governamental sem fins econômicos, de caráter não corporativo, que congrega membros do Ministério Público de todo o Brasil, vem tornar público o seu repúdio a toda e qualquer ação judicial que vise à criminalização dos movimentos sociais nacionais.

Tivemos ciência da propositura de quatro ações civis públicas movidas pelo Ministério Público do estado do Rio Grande do Sul, que pedem a contenção dos trabalhadores sem-terra, buscando impedir suas marchas, reuniões e deslocamentos em defesa da função social da propriedade.

Não obstante respeitemos a liberdade de convicção dos dignos membros do MP gaúcho, repudiamos qualquer medida que venha a tolher de forma genérica o direito fundamental à livre associação, reunião e locomoção de cidadãos por todo o território nacional, direitos esses assegurados pela Constituição da República.

Solidarizamo-nos com os trabalhadores sem-terra e sem-teto que lutam legitimamente – e sem uso de armas de fogo – pelo respeito à dignidade humana e pelo valor social do trabalho, o que garantirá o desenvolvimento nacional, erradicando a pobreza e a marginalização das pessoas, bem como reduzindo as desigualdades sociais e regionais.

Ressalva-se a persecução civil e penal de atos concretos que possam representar violação às leis penais e aos direitos difusos e coletivos.

Roberto Livianu, presidente do MPD

armando

Anônimo disse...

Armando.

Um pouco de luz na discussão.

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo