Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Pequeno conto surreal planaltino

E a Margareth?

Ontem, o presidente Lula acordou bem indisposto. Pensou tratar-se dos distúrbios causados pelo fuso horário enfrentado na sua recente viagem ao Oriente. Mas não. Diagnosticou que era o conflito. Ele não pode com conflitos. Ainda com a escova na boca que pingava espuma dental comprada no Japão, o presidente Lula enxerga no fundo do espelho embaçado a Thatcher, que lhe diz de forma clara:

- Presidente, não existe essa coisa de sociedade! – o presidente Lula ainda tentou limpar o vapor do espelho com a manga do pijama de algodão egípcio, mas o que sumiu foi a imagem da dama de ferro.

Chegando ao Palácio do Planalto, o presidente Lula mandou que ligassem para o presidente do STJ, ministro Gilmar Mendes. Depois de conversar com Mendes, manda ligar para o ministro da Justiça, Tarso Genro. No telefone mesmo, determina a Tarso que demita toda a equipe do delegado Protógenes do caso Daniel Dantas:

- Não discuta ministro, é uma condição do Gilmar Mendes para começar a conversar conosco ainda hoje à tarde aqui no Planalto. Eu quero essas demissões sacramentadas ainda agora pela manhã. Passe bem.

À tarde, na vasta mesa de reuniões do gabinete da presidência estão reunidos quatro personagens dispostos ao congraçamento e à lhaneza de propósitos, no melhor espírito do “brasileiro cordial”: o presidente Lula, o presidente Gilmar Mendes, o ministro Nelson Jobim e o ainda atônito, ministro Tarso Genro.

A conversa foi rápida. O presidente Lula iniciou dizendo que os delegados já estavam fora do caso, conforme condição “que você impôs, Gilmar”. Tarso Genro sentia pregos na cadeira. Nelson Jobim anotava tudo para depois reproduzir a seus companheiros tucanos e peemedebistas. O presidente Gilmar Mendes, se sentindo agora, mais presidente, mais Gilmar, e mais Mendes, sugeriu que ele e o ministro Genro façam em conjunto uma declaração à imprensa, “assim que sairmos agora do Planalto”.

Os quatro personagens se levantam ao mesmo tempo, apertam-se as mãos e o presidente Lula ainda comenta algo sobre futebol, que ninguém entende. Ao chegar perto da porta de saída do gabinete presidencial, o ministro Gilmar Mendes, cada vez mais presidente, vira-se e pergunta mesmo de longe para o presidente Lula:

- E a Margareth, presidente Lula? – Lula ainda coça a barba do queixo e responde com boca de quem chupou limão.

- Que Margareth, meu presidente?


23 comentários:

ju disse...

Genial, Feil!!!!

O Lula ficou de quatro para o Gilmar Mendes. E o Tarso se desdisse em menos de 24 horas. Uma vergonha. Um nojo.

Anônimo disse...

O lado negro da força venceu mais uma vez, mas quem seria o Darth Vader?

Anônimo disse...

É o pequeno notável vai ter que rebolar muito para se explicar sobre a interferência na PF.
Então é assim:
- a PF não é independente para combater a corrupção, mas o BC é para enriquecer a turma do Mendes e do Dantas!
- Por muito menos o camarada bigode (que tem espinha dorsal) pediu para descer!!
PEDI PRA SAIR 02!!!!!!

Anônimo disse...

O litle Darth Vader parece ser o "paladino" Tarso Genro, por que? Para proteger o Deputado Cardozo, o namorado da Manu?

Muitas perguntas e poucas respostas.

Anônimo disse...

Mais um castelo de areia que se desmorona, e nós que acreditávamos que a PF era independente, quantos mais vão ter que cair prá gente ver os tentátaculos do capital dentro do Estado? E a retirada destes tentáculos quem fará agora?
E ao anônimo das 9:01 eu peço: devemos evitar associar expressões que designam raça/etnia ao que há de pior neste país, isso fere a dignidade da raça negra.
abraços
Maria Regina

Anônimo disse...

Maria Regina! Raça negra o que é isso? E quanto se quer fazer a referência a uma cor se diz o que?

Anônimo disse...

Preto é cor, negro é etnia caro anônimo, e quando se fazer referência a uma cor se usa preto, é claro.
E você não vai me dizer que fazer referência raça no Brasil é racismo.
Maria Regina

josie disse...

Raça é uma só, a humana. O resto são etnias.

jorge disse...

O colunista da CartaCapital, Walter Fanganiello Maierovich diz em seu blog que o Tarso Genro almoçou dia desses com o Daniel Dantas.
Ele diz que não entende como o ministro da Justiça pode privar com um "chave de cadeia" que estava à época sendo investigado pela PF.

Gustavo Guglielmi disse...

A Dama de Ferro disse essa frase memorável ("Essa coisa de sociedade não existe mais") quando negociava com os grevistas mineiros da Inglaterra. A frase praticamente inaugura o Neoliberalismo, que hoje graças aos deuses está terminando.

Boa lembrança do Feil.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

É "claro", Maria regina.. mas preto claro ou branco claro?

Cristóvão Feil disse...

Aviso aos leitores:

Aqui não admitimos manifestações racistas ou intolerância étnica de qualquer natureza.

CF

Anônimo disse...

Caro Cristóvão, parabéns pelo aviso, nem poderia ser diferente, mas qual manifestação consideraste racista?

Roberto

Mainieri@dmae.prefpoa.com.br disse...

Feil e suas incursões pelo realismo fantástico...ou nem tanto(rs)
Literariamente, também, um bom texto.
É duro ter de admitir que estamos nas mãos de um tucano de toga...

Ricardo M.

Carlos Eduardo da Maia disse...

São os tentáculos obscuros de Dantas no petismo... Muito estranha a saída de Protógenes Queiroz. Tá certo que ele abusou no relatório, pediu a prisão (vejam só) de uma jornalista da Folha de S. Paulo, mas é o cara que está no comando da operação e - inacreditavelmente - saiu fora. Por que saiu???? Me engana que eu gosto. É ele que sabe de tudo e hoje o Dantas vai depor na PF e quem vai fazer as perguntas????

Carlos Eduardo da Maia disse...

Chamar de branca certa elite podre brasileira não é intolerância racista?

Roberto disse...

Não, Maia, não é, a condição de elite e o fato de ser branco no Brasil estão historicmaente relacionados. mas dá até sono ter que explicar isso...

Anônimo disse...

“Moralmente, esse cidadão tem que ficar no cargo até terminar o relatório. A não ser que ele não queira. O que não pode é passar insinuações”, Lula se referindo ao Dr. Queiróz.

O homem acordou e mostrou que ainda é o presidente. Precisa avisar rápido o "presidente supremo".

armando

edu disse...

Margaret era uma idiota mentirosa, e nòs incompetentes, desinformados e preguiçosos que aceitamos estudar em universidades emburrecedoras.

Nos ultimos dois anos a unica entidade sopranacional q socorreu o ser humano foi o Estado, o "mercado" de margaret sò criou trapaça.

Os especuladores (alimentados tb no BR pelo BC) destruiram a economia norte americana. Freddie e Fannie serao estatizadas, o rombo é de 6 trilhoes de dolares, metade do PIB da Europa (dos 27 paises ricos).

Onde esta a margaret agora??? Como o brito esta se escondendo??

Agora q inglaterra e eua estao estatizando trilhoes de dividas de especuladores...é muito sinismo.

Pq nao podemos prender e punir as nossas "margaret's" enquanto ainda estao em solo brasileiro???

edu disse...

P.S. segundo paragrafo: ultimos 2000 anos.

Anônimo disse...

O Maia pergunta:

"Chamar de branca certa elite podre brasileira não é intolerância racista?"

Eu respondo:

Não. Simplesmente foi uma confissão do teu correligionário Claudio Lembo. Branco e o mais legítimo representante da elite brasileira.

Claudio Dode

Anônimo disse...

O Maia diz:

"São os tentáculos obscuros de Dantas no petismo..."

A figura toda do Dantas é obscura, mas o interessante é que parece ser uma cruza mais obscura ainda, porque nunca vi tucano com tentáculos, foi cruzado com que? Com o DEMO travestido de PFL.

Nas mutações dos Liberais em Democratas acontecem estes transtornos genéticos...

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo