Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 4 de julho de 2008



Gilmar Mendes é o vanguardeiro da oligarquia brasuca

O presidente do STF, Gilmar Mendes (foto maior), está aplicando de forma sistemática e militante as lições que aprendeu na Alemanha do teórico Carl Schmitt. Para este grande intelectual de direita, a esfera política está presa ao binômio amigo-inimigo, onde o objetivo finalíssimo seria a defesa dos amigos e o combate aos inimigos. Muito resumida e sinteticamente é isso que o ministro nomeado pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso está objetivamente fazendo.

Alguém do Executivo precisava rebater as intervenções impróprias de Gilmar Mendes. Pois, foi o que o ministro da Justiça, Tarso Genro fez quarta-feira, de forma muito pertinente. Mendes havia manifestado o temor de que se instalasse no Brasil um “Estado policial”, referindo-se às ações continuadas da Polícia Federal no combate à criminalidade de qualquer faixa da pirâmide social, especialmente a faixa superior e à sombra do aparelho de Estado.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, desde que assumiu o cargo, tem buscado ser a vanguarda do pensamento oligárquico brasileiro e, para tanto, procura com certa assiduidade fazer torneios retóricos com o Executivo e o Legislativo. Suas manifestações – sempre rançosas e pela direita – vão dos interditos às reservas indígenas, passando pela nova CPMF, pela lei seca na condução de veículos, pela não divulgação dos processos judiciais dos candidatos ficha-suja e culminando com continuadas censuras à ação republicana da Polícia Federal.

Gilmar Mendes é contra tudo que aprimore o Estado republicano e a insuficiente e precária democracia formal que conquistamos, provando que é um tucano com penacho ideológico de Carl Schmitt (foto menor), um dos inspiradores do pensamento hitlerista.

11 comentários:

sweepstake lottery disse...

Thanks to the blog owner. What a blog! nice idea.

Anônimo disse...

sai fora vigarista ianque

panoramix disse...

Cidadão como este que ocupa um dos cargos mais importantes da República é me que faz ter profundas dúvidas em nosso Poder Judiciário!

Anônimo disse...

Contraponho a esse senhor a grandeza de um Dalmo Dallari, ou Fábio Comparato. É suficiente.

armando

Clairton disse...

Se ele foi nomeado pelo FHC não precisa dizer mais nada!

gustavo disse...

ora!se eles vão permitir que individuos das elites econômicas e políticas sejam incriminados por algo!isto seria um atentado aos privilérios constituidos historicamente pelas oligarquias tradicionais!é um direito que não poder ser posto em dúvida!o representante da "justiça" se pronuncia, é uma exigência classista!

Anônimo disse...

Armando, Gilmar Mendes é cultíssimo. Também não gosto dele, mas não o desprezo.

Anônimo disse...

Caros,

Gilmar Mendes é cultíssimo, sim. Renovou o debate da questão do controle de constitucionalidade, trazendo ao Brasil o que havia de mais avançado na Alemanha. Mas isso não o impede de ser uma pessoa politicamente comprometida até a medula com o que há de pior no PSDB e asseclas. Quando ele era a Advogado-Geral da União tinha o apelido de "darth vader", o que fala por si só.
Além disso, Gilmar Mendes é campeão nas teses que beneficiam criminosos fiscais e tributários, anulando centenas de denúncias do MP.
Mas isso não é o mais grave. O pior de tudo é que Gilmar Mendes era réu em ação de improbidade administrativa, e o STF passou a entender que os agentes políticos deveriam ter foro privilegiado para tal ação - justamente o contrário do que sempre se entendeu desde o início da vigência da Lei 8.492/92. Os processos anteriores inutilizados. Vários ministros do governo FHC foram beneficiados - o caso Sardemberg é o mais notório. E Gilmar Mendes também se beneficiou. Leiam o último informativo do STF.

Anônimo disse...

O "Dr." Gilmar Mendes estudou muito, mas infelizmente "não trouxe o que havia de mais avançado que tinha na Alemanha". Senão não estava defendendo a candidatura de "meliantes" no atacado, e como ninguém é de ferro, no varejo também.

Anônimo disse...

http://foragilmarmendes.blogspot.com/

Anônimo disse...

http://foragilmarmendes.blogspot.com/

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo