Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 8 de julho de 2008

Obama, direita volver


Barack Obama tem deixado a direita perplexa e a esquerda indignada. Em busca do voto do eleitor norte-americano moderado, o senador democrata vem abandonando um a um pontos da plataforma progressista que lhe valeu a indicação virtual a candidato da oposição à sucessão de George W. Bush.

A guinada conservadora começou já no dia seguinte ao que declarou que era o escolhido de seu partido, em 3 de junho, quando discursou ao lobby israelense e disse que Jerusalém era indivisível, uma posição hoje só defendida pela direita de Israel. Mas vem se intensificando nos últimos dias e promete se prolongar.

Só na última semana, Obama apresentou uma versão mais conservadora de sua visão para a Guerra do Iraque, a lei que regula os métodos de espionagem eletrônica implantados por Bush, os programas federais de apoio a grupos religiosos e o direito ao aborto.

Um dos primeiros políticos a criticar publicamente a invasão norte-americana, Obama disse na quinta que "ajustará" seu cronograma de retirada das tropas americanas do solo iraquiano, antes de até 16 meses. [...]

Trecho de um artigo do jornalista Sérgio Dávila, publicado domingo na Folha.

10 comentários:

Nelson Antônio Fazenda disse...

Meu caro Feil

Para o documentarista australiano, John Pilger, "Na melhor tradição, Obama é um falcão". Pilger afirma, nesse seu artigo, que Obama "Descreveu os governos democraticamente eleitos na Venezuela, Bolívia e Nicarágua como 'vácuos' a serem preenchidos. Levantou a insensatez de uma influência iraniana na América Latina e apoiou 'o direito da Colômbia de atacar terroristas que procuram lugares seguros além das suas fronteiras'. Traduzido, isto significa o 'direito' de um regime, cujo presidente e políticos principais estão ligados a esquadrões da morte, invadir seus vizinhos no interesse de Washington." o artigo está em http://www.resistir.info/pilger/pilger_12jun08.html. Um abraço.

Anônimo disse...

Negrinho de alma branca esse.

Anônimo disse...

Obama ficou lindão loiro.

panoramix disse...

Este cidadão não é o que tenta passar para a opinião pública. Infelizmente, espero que esteja errado, será uma decepção!

Anônimo disse...

O Obama é o Michael Jackson da política norte americana. A da quarta frota.

Claudio Dode

Carlos Eduardo da Maia disse...

O meu candidato está apenas fazendo média para o eleitorado conservador americano.

Anônimo disse...

Na verdade os partidos Republicanos e Democratas não tem diferenças ideológicamente. Pelo contrário, esta criação dúbia é a necessidade de impedir a criação de um outro partido político que coloque em risco a estabilidade do capitalismo. Os dois são de direitas e com programas idênticos idológicamente.

É como se o PSDB e o DEM fossem os dois únicos partidos brasileiros, e que praticamente a constituição impedissem que se formassem outros.

Com um ou com outro a mosca é a mesma.

Claudio Dode

Anônimo disse...

Com a ativação da Frota de Controle da America Latina e caribe, é que voces vão ver que o Burako do Obama é mais embaixo.

Claudio Dode

Giovani Montanher Madruga disse...

desde que o obama percebeu a chance de vitória, antes de sua real confirmação, como candidato democrata ele mudou o discurso.

começou a fazer discursos anteriormente inimagináveis. é uma grande incógnita. resta saber se é somente para ser eleito ou as pressões e/ou o desejo presidencial derrubaram seus ideais.

Anônimo disse...

Bobinhos...vcs acreditavam q seria diferente. A Condileeza já deu uma prévia Antes de serem qualquer coisa eles sãi ianques. Não tem saída com essa gente. O les só respeitam quem atira de volta.

Eugênio

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo