Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 22 de julho de 2008

Jobim precisa explicar encontro que teria tratado da Quarta Frota



O secretário do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos, Michael Chertoff, teve encontro de 35 minutos no final da tarde de ontem com o ministro da Defesa, Nelson Jobim. Ele chegou para o encontro, realizado no gabinete de Jobim, sob forte aparato de segurança. Chertoff entrou sorridente, dizendo aos jornalistas que falaria à saída, o que acabou não cumprindo. Michael Chertoff é um dos responsáveis no governo norte-americano pela reativação da Quarta Frota da Marinha.

Domingo, ele esteve no Rio de Janeiro, e deverá voltar aos Estados Unidos hoje (22). O Ministério da Defesa não deu informações sobre o tema da conversa com o ministro Jobim (na foto, fantasiado de militar) nem a Embaixada americana divulgou a agenda do secretário em sua viagem ao Brasil.

O governo americano resolveu recentemente reativar a Quarta Frota da Marinha que, em passado distante, atuava na vigília do Oceano Atlântico. As últimas notícias na imprensa internacional abordando o trabalho de Michael Chertoff informavam de sua preocupação com a segurança interna americana, externando suposta opinião do secretário de que a segurança americana "precisa ser cuidada além dos limites de fronteira dos países europeus".

A agenda do secretário em relação a outros países em geral envolve a participação americana nas políticas de combate ao tráfico de drogas, entendimentos sobre o controle de migração e a prevenção contra o terrorismo, que foi acentuada pelo governo americano, depois da derrubada das Torres Gêmeas, em 11 de setembro de 2002. A informação é da Agência Brasil.

8 comentários:

nicabral disse...

Há mais torres a serem derrubadas, até porque é evidente que aquelas beneficiaram muito a indústria armamentista.

Suzie disse...

Eu quero esta FROTA fora daqui!

Clairton disse...

Sintomaticamente, a zh dominical (20/07) publicou matéria favorável a reativação da IV Frota. Nenhuma surpresa, pois estes mesmos srs. apoiaram o golpe de 64. Hoje sabemos que esta mesma IV Frota estava na costa gaúcha pronta para invadir o estado se houvesse resistência no RS (como em 61) ao golpe militar engendrado em Washington com o apoio da elite medieval e corrupta brasileira.
O sr. Jobim vira e mexe aparece fardado. Eta civilzinho com vocação para general golpista e ditador.

Anônimo disse...

É um projeto que ele acalenta há muitos anos, ser o "cara" dentre os golpistas ditadores.
Marisa

Anônimo disse...

Depois das prisões do Cacciola, do Dantas, do Pitta, do Nahas eles devem estar tentando se precaver os desfalques na defesa deles, com esta frota.

Deste jeito que a PF anda prendendo os "players" deles acabam só com o Maia para ajudá-los e defendê-los.

Claudio Dode

almada disse...

jobim é uma infiltração bushista no governo lula

Maria Alice Custódio disse...

O Jobim acha que é o general Custer, ele viu muito filme faroestão quando era menino em Sta. Maria e ficou com essa obsessão de ser milico, agarrar em cobras grandes e pau de fogo.

Agora ele acha que dando uma clarinada vai aparecer a 4a. Frota para salvá-lo dos comunas.
O Lula merece mesmo essa bisca vaidosa.

Anônimo disse...

Eu havia dito antes: O problema do Jobim, e aquela classe média do Cansei estavam é incomodada com muito pobre no saguão do aeroporto. Já que para eles avião não é transporte é privilégio.

Pronto as passagens da ponte aérea subiram de abril de 2007 a abril de 2008 modestos 189%.

Resolveu o problema dos aeroportos proibindo os pobres de voar.

Grande Jobim!!

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo