Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Brigada espanca quem canta hino do Grêmio


Recebo direto do jornalista Wanderley Soares, velho especialista em questões de segurança pública:

É tênue a diferença entre a força de uma interjeição e o poder de um cassetete

Durante alguns anos, a Brigada Militar [RS], ainda confusa entre os rituais da caserna e os costumes dos paisanos, considerava a cara feia como um ato de desacato que poderia se agravar com a tentativa de um cidadão de trocar idéias com um PM. Isso chegou a criar impasses traumáticos, pois entre a interjeição de um paisano e o cassetete de um PM, o desacatado era sempre o PM. Isso mudou? Sim, mudou. Viagens, congressos, conferências, seminários, experiências trágicas nas ruas e o avanço das técnicas de ensino da Academia de Polícia Militar fragilizaram a idéia de que o homem fardado é superior ao homem à paisana.

Trata-se de um processo civilizatório de progressão irreversível num sistema democrático. Este processo está em andamento, pois, com alguma freqüência, surgem episódios em que o verbo do paisano é interpretado como desacato ao cassetete do policial.

Dentro desta moldura, a Brigada Militar deverá explicar – e bem – um episódio ocorrido sábado último, dia 19, quando um grupo de adolescentes foi arrancado de um coletivo, por cerca de 12 PMs, em frente ao 19º BPM, a golpes de cassetete. A primeira versão sobre isso é de que um PM, que se encontrava no coletivo, não gostou que a gurizada estivesse cantando o Hino do Grêmio. A segunda versão é oficial: uma investigação rigorosa está sendo realizada.

Inclino-me a crer que o cassetete será o vencedor.

14 comentários:

Anônimo disse...

Cara,

Qdo a Bm resolve reprimir os neo nazi-argentinos vestidos de "listrado", vc vem criticar???

Agora, qdo os neo nazi-argentinos vestidos de "listrado" agridem punk´s, agridem os negros, e todos q não pertencem à "raça-pura" (ao "sangue azul") vc cala????

Porfa, deixa a Bm reprimir essa gente, pelo menos estão metendo ferro na turma da "elite" (como os prórios se denominam), pior, se fosse nos macacos do clube do povo.

Guto (vermelho, sempre!)

Anônimo disse...

e o mendes é gremista!

F
O
D
A

Carlos Eduardo da Maia disse...

Essa história está muito mal contada. Conta outra.

caco disse...

Guto, com essa tua mentalidade fascista e rascista tu ainda milita no PSOL?

A Lu tem ama, né cara?

Anônimo disse...

Yo facista?

Na minha torcida só tem negrão e pobre q nem eu. Lá ninguem dá facada em mim por ser pobre ou negro ou punk ou gay. As facadas vem da Azenha ou tu não sabe???

Coitadinho, não sabe que até um dirigente foi discriminado???

Te liga bico!

A Lu vai bem. E o Dirceu, tá mandando muito por aí?

Bjo nas crianças!

Guto (ex consumidor da tua canha)

panoramix disse...

Papo facistóide. Isto tá parecendo coisa de torcida organizada tipo mancha azul. Pelo que sei o grêmio esta tentando banir este tipo de gente da sua torcida, espero que consiga! A propósito pertenço a macacada do campeão do mundo!

Anônimo disse...

História que tem ligação com o fascinora do Mendes, para o Maia estão sempre mal contada.

Mal contada é esta nomeação de um fascista para conduzir a policia que deveria servir ao estado de direito.

Claudio Dode

Luciano Vargas disse...

Tá bom Guto. Então, só os gremistas são racistas. Aliás, todos os gremistas são ricos, racistas e fascistas. E os argentinos também, provavelmente. Nenhum colorado é racista preconceituoso ou violento. O Jarbas Lima, o Ibsen e o Mano Changes são negros e favelados. A torcida colorada é tão da paz que canta musiquinhas infantis nos jogos. Nunca chamam os gremistas de filhos da puta, viados, nem os mandam tomar no cu, porque não possuem preconceito com relação à orientação sexual de ninguém, nem discriminam prostitutas. Os gremistas, inclusive, são sempre bem tratados nas redondezas do Beira-Lago. Pode-se notar tudo isso, inclusive, pela forma gentil com que tu te manifestas, não Guto? Quanto à Lu, como ela deixa o filho jogar no Grêmio, já que o clube é encarnação do mal, hein, negro, pobre, pacífico, tolerante e livre de preconceitos Guto?

Milton Ribeiro disse...

Pô, pela primeira vez no governo Yeda, estou ao lado da lei...

:¬)))

panoramix disse...

E tem mais uma coisa: sou de opinião que qualquer individuo que cantasse o hino do grêmio dentro de um ônibus além de apanhar, deveria ir pra cadeia, xilindro direto sem direito a hábeas do Gilmar Mendes! Onde é que pensam que tão! Leiam rápido antes que o dono do blog, que é gremista roxo, elimine o comentário e talvez bloqueie o IP do comentarista! Colorados do mundo uni-vos!

Anônimo disse...

Finalmente, dessa vez a BM/Yeda estão contra a RBS!!!!!!

Anônimo disse...

Atenção Gremistas e Colorados, acho melhor parar com esta discussão senão o Mendes resolve "democratizar", e manda a porrada nas duas turmas.

Guillermo disse...

No mínimo otária essa posição do Anônimo (por que será que fica com medinho???). A discussão foi mudada de uma crítica à ação da Brigada para uma briguinha de quinta-série onde quem é mais bonito o azul ou o vermelho.

Quem não tem argumentos inteligentes gosta de fugir do assunto.

Ah... antes que eu me esqueça...
DÁ-LHE GRÊMIO!!!

Anônimo disse...

Este fascinora ainda está solto?

Hoje vi no PZH que ele elogiava os brigadianos no caso de um servidor da assembléia, e fui ver o video.

A minha conclusão é que o cara é um Bandido, com letra maiuscula mesmo, a violência dos BM, só pode ser elogiada por um bandido ou doente mental.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo