Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Movimentos sociais fazem reivindicação a Lula


Redução de juros e controle dos capitais especulativos

Cerca de sessenta movimentos sociais do campo, sindicatos de trabalhadores e organizações civis e de estudantes entregaram uma carta com reivindicações ao presidente Lula durante reunião com o governo na última quarta-feira em Brasília.

As organizações apontaram medidas que seriam necessárias para amenizar os impactos da crise financeira no país. Entre elas, estão a redução da taxa básica de juros, rigoroso controle da movimentação do capital financeiro especulativo no Brasil e o controle do preço dos produtos agrícolas. Para a política externa, as entidades pedem o fortalecimento da integração regional por meio do Banco do Sul e da Alba.

Assinaram a carta organizações como a Via Campesina, a União Nacional dos Estudantes e a Central Única dos Trabalhadores. A informação é da Agência Chasque.
Foto do alto da página: soldados do governo do Congo carregam bens de refugiados civis em scooter de madeira. Fotografia de Finbarr O'Reilly/Reuters, tirada em 18 de novembro de 2008.

6 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

As minorias participativas deveriam pedir ao Presidente uma grande investigação na gestão da Petrobrás que foi obrigada a tirar empréstimo emergencial de R$ 2 bilhões da CEF. Ou seja, a crise financeira pegou a empresa desprevenida, atingiu o seu caixa e revelou a real -e pesada- estrutura de custos da companhia e seus problemas de gestão num cenário de queda do preço do petróleo e falta de crédito. Afinal, porque a tão sólida Petrobrás tirou esse empréstimo destinado ao capital de giro? Resposta simples, como o petróleo foi para US$ 50, começa aparecer o real custo dela [Petrobras]. Ficam claras a má gestão e a ineficiência.

marcelo disse...

Anti-ontem, aqui na alemanha, vi um documentário sobre as obras do desvio do Rio Sao Francisco. O documentário apresentava os interessados no desvio do rio: empresários da monocultura do biodiesel e etanol. Ai mostravam os brasileiros protestando. O protesto que mostravam era do MST. Quando vi pensei por um segundo algo típico da elite brasileira "ah, nao sao os brasileiros, é o MST, esses alemaes nao sabem de nada"... E reparei que essa é realmente a impressao que os brasileiros tem dos movimentos sociais, de grupos comandados por aproveitadores, e nao como brasileiros lutando por um direito. A nocao de interesse público assume diversas outras formas. Pra um alemao, o brasileiro é exatamente aquele campones demonstrando. A conclusao foi que tudo muda quando apresentado de uma outra perspectiva, e se tivermos uma mídia um pouquinhozinho mais séria, poderemos ter incríveis avancos.

Anônimo disse...

CALA A BOCA MAIA!!!!

gustavo disse...

Cala a boca Maia(também conhecido como BOBO DA CORTE DO DG)!

Anônimo disse...

O maia, como Filho da puta que é, e a serviço de uma certa direita nazista segue mentindo e mostrando sua arrogante ignorancia.

Primeiro não sabe nem o que representa a Petrobras no cenário internacional. Aliás não sabe nem o que representa a Petrobras no cenário nacional.

Só defende o "direito " de FHC e seu genro sionista de vender e por consequência ter alguuma vantagem, ou comissão, e que sobre alguma migalha para ele ou para mãe dele, o que é bem melhor que estar na zona.

Te liga "Ô Filho da Puta" a Petrobras teve lucro (mais uma vez) record. Tem uma gestão séria, honesta ecompetente como não teve no governo tucano pefelista (que os diretores do Banco do Brasil e Banco Central estão condenados) (estão condenados e não estão presos, como o Dantas, porque o Gilmar Mendes está no Supremo - da mesma corja).

E Nem tu nem a Yeda (mesmo com o criminalista contratado) conseguiram dizer e nem o PRBS perguntou) como ela comprou a casa, e nem porque tanto esforço para fugir da licitação dos pedágios.

Tutti Buona Gente

Claudio Dode

Anônimo disse...

Maia, Filho de uma vagabunda de uma puta, o post é sobre movimento social.

Está claro que tu e o outro FDP do Mendes não gostam, porque são fascistas, aliás nazistas, mas a discussão é a rentável Petrobras, que o outro FDP do FHC e genro que usufruia do nepotismo, queriam privatizar, para como tu que levas uma micharia para te expor ao ridiculo, levar um monte nas custas do povo brasileiro.

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo