Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

O Rio Grande já bateu no fundo do poço

Agora, basta!

O RS já foi um estado politizado. Não é mais. Fez a sua revolução burguesa ainda no final do século 19 e continuou se modernizando até um bom pedaço do século 20, com alguns interregnos como os dos governos Walter Jobim e Ildo Meneghetti, onde ocorreu aquilo que Marx chamava no 18 Brumário de história sem acontecimentos.

Aqui, foi sendo substituída - mesmo sem a democracia formal - a coesão tradicional pela coesão orgânica (Durkheim), resultado da transformação das velhas normas morais em normas jurídicas, reconhecidas e acatadas, capaz de moldar a solidariedade social, informada pelo consenso burguês que hegemoniza a sociedade.

Vejam que o resto do País, só foi experimentar esse aroma de modernidade a partir da década de 30, muito lentamente, na década de 40 e 50. Então veio a ditadura civil-militar de 1964, e estancou essa marcha social, em nome da coerção e da brutalidade.

A todas essas o Rio Grande do Sul foi perdendo suas características fundantes, tudo se degradou, as lideranças vinham submetidas ao crivo dos militares e dos requerimentos da opressão, resultando deformidades políticas que abatem nosso ânimo e nos deixam à mercê de expoentes risíveis como Pedro Simon, um pouco antes, Paulo Brossard, depois, Antonio Britto, Germano Rigotto e - o pântano - Yeda Rorato Crusius.

Não há mais fundo, para tanta fundura, como diria o poeta Manoel de Barros.

Fogaça não está na lista acima, mas quer entrar agora, tardiamente. Não vamos deixar passar. Batemos no fundo mais fundo. A partir daqui não deixaremos cavar mais.

Já verte água no fundo deste poço. E parece que a água é limpa, fresca e potável. Menos mal.

12 comentários:

Vinicius disse...

Feil, me interessa conhecer mais sobre a história do RS nesse período de Júlio de Castilhos e da primeira metade do século XX. Tem como vc me indicar bibliografia que trata dessa época? Agradeço e deixo meu e-mail,
atentamente
Vinicius Tumelero

vtumelero@yahoo.com.br

Carlos Eduardo da Maia disse...

Sobre 18 do Brumário muito apropriado artigo de Marco Antônio Villa, na Folha de ontem:

"Tal qual Luís Bonaparte, Lula "gostaria de aparecer como o benfeitor patriarcal de todas as classes". Foi ajudado pela oposição, sempre temerosa de enfrentar o governo. Usando uma imagem euclidiana, Lula "subiu, sem se elevar -porque se lhe operara em torno uma depressão profunda". Ele almeja transformar o 3 de outubro no seu 18 Brumário."

Juarez Prieb disse...

Marco Antonio Villa até as pedras sabem é um devoto militante do PSDB.
Não vale. É um vagabundo. Não tem coragem de defender o seu próprio candidato que é o Serra.
Esse artigo do Villa é um engano. 18 Brumário tem a ver com revolução burguesa e contra-revolução. Não é o caso presente do Brasil.

Anônimo disse...

Deformidades?... e esqueçes os Perachis, os Triches e os Amaralzinhos?!... esses outros ai são apenas "sabuguinhos"... a porca já tinha morrido de velha quando eles chegaram.

Flics

Cristóvão Feil disse...

Esses cabeças de bagre estão no débito da ditadura, dos civis nomeados pelos gorilas. Não valem. Não se considera. Estão na vala-comum da gorilagem.
Ou vc acha que o Amaralzinho do Coronel Bicaco merece exame?

Por favor...

Ju disse...

os dois idiotas da foto estão com as bandeiras viradas, que vergonha.

a bandeira do Brasil também está virada.

Anônimo disse...

O que será que tem além do fundo do poço? Não poderá ter um ditador ou ditadora tipo o amiguinho do Lula, aquele que manda apedrejar mulher só porque a dita teve relções sexuas após a morte de seu marido? Será que não teremos brigadas nas ruas dando pauladas em quem fizer oposição tal qual o Chavez faz. Será que não teremos desabastecimento? Será que a mentira sistemática vai prevalecer? Será que terei que fugir se quizer ser livre ou me livrar de uma masmora igual as dos irmãos Castros? Em fim será que se tirar a tampa do fundo do poço não terá um imenso vazio?

Anônimo disse...

Oi anônimo das 17:41... o blogueiro falou "poço"... nada a ver com o vazio da tua cabeça... ah, cuidado ao fugir não passes perto de nenhum manicômio... perigas ficar exilado por ali mesmo.

Flics

fernando disse...

carissimos senhores.o luis fernando correa será o secretario de justiça do senhor tarso genro?
então realmenteé o fim
fernando nunes.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Prieb, impressionante como você gosta de ser enganado. Gostaste da tua candidata no debate? Ela saiu bem, né?

Anônimo disse...

O anônimo das 17:41 deve ser Stalinista ferrenho. Basta alguém ter alguém fazer alguma constentação para ser taxado de louco. É destes tipos que se deve temer sempre.

Anônimo disse...

No Brasil ninguem mais precisa de debate. Ou é correto ficar vendo o Serra chorar porque veio de família humilde? O que é isso senão cafagestada da mais pura? E no caso da mulher apedrejada, um dos amantes dela é acusado de ter matado o marido! Portanto, mudem o filme.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo