Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Debate (esvaziado) da Band



A fala final do debate da TV Bandeirantes da candidata de Lula, Dilma Rousseff.


A média de audiência do debate, segundo estimativa a partir de números prévios do Ibope, ficou em três pontos (cada ponto representa 60 mil domicílios na Grande SP), portanto não alcançando 200 mil pessoas, o que é muito pouco, quase nada de telespectadores atentos ao debate dos presidenciáveis.


No início do penúltimo bloco, a Band chegou a ficar em penúltimo lugar no ranking das TVs, com apenas um ponto. O pico foi às 22h56, com cinco pontos. A informação é do Uol/Folhas.

9 comentários:

Anônimo disse...

Esvaziado parecia o célebro da Dilma.

gustavo disse...

Engraçado, o Sérgio Guerra achou "magnífico" o desempenho do Serra no debate.
Então, ele que passe a usar a grife Serra nos seus santinhos em Pernambuco e exija o mesmo dos seus correligionários tucanos pelo Brasil afora que já rifaram o vampiro Serra.

Omar disse...

A estratégia de Serra, que previa reverter o quadro desfavorável nos debates, não está dando certo com os tais debates esvaziados.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Parece que existe uma unanimidade: a Dilma foi realmente muito mal no debate. E o debate pode decidir uma eleição. Pena, como constatou o TSE, que mais da metade dos eleitores brasileiros são analfabetos ou semi analfabetos e o debate pode não fazer a diferença. Aliás, foi exatamente isso o que disse o Nassif. Essa fala final da Dilma foi sua melhor parte, porque já estava previamente escrita. A Dilma não consegue falar de forma espontânea, ela não tem carisma, se atrapalha nas palavras, nas concordâncias, gagueja, titubeia, se enrosca. Ela é muito plastificada.

Anônimo disse...

Que tempos difíceis são esses, em que a nossa esquerda celebra a baixa audiência de um debate: quanto menos ideias, melhor! Quanto menos a nossa candidata aparecer, melhor. Que tempos constrangedores...

Chico 80 disse...

A Globo transferiu o jogo de Inter e São Paulo, porque na quarta tinha a final da Copa do Brasil.

Não inventa.

Anônimo disse...

Um idiota como o da maia que mal sabe escrever ou articula de forma confusa seus cacos de idéias e é um completo ignorante acerca da História do Brasil e do mundo querendo falar da Dilma. E o pior de tudo é que é um idiota pretensioso. Cala boca imbecil!

Anônimo disse...

E tu é um descerebrado ô anônimo das 08:45. Tua cabeça é cheia de fezes.

Ismael disse...

Eu ouvi o debate e ao mesmo tempo prestava atenção no jogo. Mas o que consegui captar foi o seguinte:
- Serra, Plínio e Marina estavam mais seguros nas suas falas;
- Dilma estava nervosa e foi cansativa nas suas respostas usando linguagem muito técnica;
- Todos em certo sentido apresentaram propostas para solucionar problemas do país;
- Serra perdeu uma oportunidade de atacar fortemente a Dilma;
- Dilma conseguiu transmitir conhecimento e compromisso com a continuidade do governo Lula.
Assim se por um lado Serra se destacou mais que a Dilma no debate, por outro Dilma não perdeu tanto, pois conseguiu verbalizar a defesa do patrimônio de Lula. Este sendo um fator fundamental na decisão destas eleições.
Por isto os lambe-botas das elites e direitistas tortuosos, como o sr. Maia, não se conformam com a possiblidade da continuação dum governo popular. Assim, mostrando tanto seu desconhecimento sobre a realidade dos níveis de escolaridade do nosso povo, como destila seu preconceito pela opinião da maioria da população, ele diz que as pessoas são ignorantes e burras para assistir e compreender debates.
Mas a questão mais importante é a seguinte: DILMA tem todas as possiblidades de vencer já no 1º turno.E isto faz um certo pessoal acuar de raiva.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo