Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Flávio Tavares está costeando o alambrado?


Aguardamos pressurosos a manifestação do jornalista e escritor Flávio Tavares. Confirme ou desminta, por favor, em respeito a sua própria biografia, os rumores que circulam no RS.

16 comentários:

Remindo disse...

Fell, um homem com a biografia do sr. Flávio Tavares tem o direito de apoiar quem quer que seja, e ele já declarou que está apoiando o Serra por terem sidos companheiros no exilio. Gostaria que ele estivesse apoiando a Dilma, mas as relações pessoais contam na hora do voto. Não conheço o Flávio pessoalmente, mas é sei de seus amigos que o apoio é somente a pessoa do Serra, e não ao PSDB.

Anônimo disse...

Barbaridade que lixo. Não entregam a rapadura. Essa elite "intelectual" não se emenda.

armando do prado

Anônimo disse...

Faz horas...

Anônimo disse...

Quoque tu, Ibsen?

Anônimo disse...

Ferreira Gular, Lady Gagá e agora Flávio Tavares. Será que a senilidade traz isso tudo? Estão enterrando a biografia de graça, já que Dilma no primeirão já leva.

Pedro Du Bois disse...

Até prova em contrário não consigo ver o Flávio Tavares ocupando tal papel. A Lya Luft, sim, como sempre.

guima disse...

Lya Luftal nunca enganou ninguém. Sempre foi de direita. Já o seu Flávio sei não, depois que começou a escrever na Zero, tudo é possível.

jorge luis disse...

faz horas que o Tavares vem costeando o alambrado, no ano passado ouvi uma entrevista dele na RBS falando muito bem do governo Kennedy.

zé bronquinha disse...

Cá entre nós.Quem tinha como objetivo maior esta democracia formal burguesa em que vivemos neeses dias está de sangue doce.Ter sido opositor a ditadura não quer dizer que fosse de esquerda. Tem pessoas honestas e desonestas de direita e de esquerda que apóiam tanto a Dilma quanto o Serra, como também a Marina.Tem intelectual e analfabeto votando em todos eles.O divisor de águas seria a existência de uma candidatura de unidade da esquerda socialista propondo um Programa democrático e popular que avançasse para o rompimento com o capitalismo. Como isso não existe, relaxem que a Dilma vai ganhar no primeiro turno e o Flávio Tavares ao lado do Paulo Brossard estarão na posse da presidenta desenvolvimentista. Quem gosta de democracia burguesa que se lambuze!

Anônimo disse...

Em 1980 perguntei a um grupo de monges budista que estiveram em Poa se entre eles também existia os maus elementos , ditos fdp. Eles confirmaram que sim, pois eram humanos.Até entre os franciscanos, existem tais elementos.Vide Pedro Simon.Infelizmente é da natureza humana tipos como o Tavares e o Gular.Felizmente, somos maioria e vamos eleger a Dilma no 1º turno.
Negro Velho

Leo disse...

E ainda anda com a múmia do Brossard, veja só como pode se rebaixar um homem.

Acabou-se o homem!!!!!!!!

Anônimo disse...

Flávio Tavares redigiu o manifesto e estava escalado para ler. Isso é aberto.

A desistência dele em ler é que gera especulação e mistério. Dizem que na última hora rolou uma pressão da RBS para que não o fizesse.

Dialógico disse...

Uma coisa é ter sido amigo, ou parceiro, em tempos de exílio. Até o fim da ditadura, existiam apenas os "a favor", "os contra" e "os indiferentes". Outra coisa é continuar a ser amigo em pleno Séc XXI... Serão traços de senilidade tal apoio nos dias de hj? :-)

Anônimo disse...

Bah! Como é que é? O Flavio não leu o instrumento que fez para bajular o Serra e se lambuzar com a direita, por pressão da RBS.

O que um salario não faz com um homem? ou o que sobrou dele?

Anônimo disse...

Buenas, o fato dele não ter vindo AQUI neste espaço se defender ou se justificar dá uma idéia do 'mistério' q se transformou seu ato.

Sabe-se q a politica do RioGrande stá tomado por forças obscuras.

Fernando Mendes disse...

Concordo plenamente, como disseram alguns, que o Jornalista Flavio Tavares uma das maiores expressões do jornalismo mundial, com uma biografia que poucos tem a coragem de construir, tem o direito de manifestar-se politicamente, aliás como sempre fez. Por maior, entretanto, que seja sua amizade pelo candidato José Serra, acho que a esta altura da vida fica totalmente dispensada a sua participação de apoio a um candidato sem qualquer expressão e pertencente a um partido que apoia integralmente o liberalismo que assasina tantas pesoas que, tenho certeza, ainda hoje ele defende. Aproveito a oportunidade para manifestar minha grandiosa admiração e respeito por tudo o que de bom fez pelo nosso país e que poucos sabem, assim como elogiar seu livro O DIA EM QUE GETULIO MATOU ALLENDE, uma obra prima e um dos dez livros mais fantásticos que li.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo