Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Por um novo "Pacto pelo Rio Grande"


Afinal, um contrato decente e que todos podem cumprir

Este blog está propondo um novíssimo Pacto pelo Rio Grande. Trata-se do seguinte. Todos - indistintamente - concordam que foram subtraídos criminosamente mais de 40 milhões de reais do Detran/RS. Muitos já ousam dizer que seriam dez vezes mais, que os 40 milhões seria um cálculo defasado e conservador, etc. Mas fiquemos com o cálculo defasado e conservador. Muito bem.

Todos os advogados constituídos pelos réus e rés das ações civis públicas do MPF são unânimes: reconhecem os crimes apontados pelos promotores federais, mas objetam que seus respectivos clientes não estão envolvidos em tão graves crimes, blablablablá...

Agora, o esboço do pacto. Se há reconhecimento de que houve um crime (ou uma série deles), cujo orçamento alcança mais de 40 milhões de reais e os acusados são presumidamente inocentes, e considerando a coincidência de que todos trabalham ou trabalharam em convergência para o mesmo governo, durante o mesmo período de tempo, faz-se mister - para o bom êxito do presente pacto - o que segue.

Cláusula única: Que os acusados - todos inocentes - conhecedores dos meandros da atual administração que controla o setor público estadual do Rio Grande do Sul declinem os verdadeiros e autênticos responsáveis pela improbidade administrativa, pela lavagem de dinheiro, pela formação de quadrilha, e muitos etceteras mais.

Formaram-se várias quadrilhas no setor público do Estado. Mas não foram formadas ou integradas pelos acusados (que juram solene inocência). Muito bem. Então, que estes apontem quem foram os quadrilheiros do governo atual.

A intenção do presente pacto pelo Rio Grande visa preservar a reputação de homens e mulheres inocentes, probos, amantes da lei e da ordem pública, e que os acusados injustamente revelem à população os nomes dos verdadeiros culpados pelos crimes em série perpetrados nos últimos três anos no RS.

O presente pacto - fica o alerta - visa pacificar o Rio Grande e colocá-lo novamente na senda do progresso, da ordem e da lhaneza dos espíritos.

P.S: Sugerimos, desde pronto, que tão relevante contrato político-judicial fique denominado de "Pacto das Bombachas Marrons" - pelo altaneiro simbolismo que encerra e representa.

19 comentários:

Anônimo disse...

EU ASSINO ESSE PACTO COM UMA CONDIÇÃO.
QUE SE FAÇA UM IGUAL NA PETROBRÁS PARA PACIFICAR O PAÍS E COLOCÁ-LO NOS EIXOS NOVAMENTE.
QUEM ESTÁ COMIGO?

Anônimo disse...

Tem que pegar a Petrobrás na era FHC. Lá que estavam os podres! Aí já pega a Vale, Embratel, etc.

luis disse...

O Brasil está pacificado! Quem precisa conter as babas raivosas é uma parte da direita, que não suporta estar longe do controle de nossas vidas!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Concordo com o pacto. Os culpados pela picaretagem estão bem definidos na conversa gravada do Busatto gravada pelo Feijó. O Detran ficou com o pessoal do PP do Otávio Germano (esse sim, que foi secretário do Rigotto, está envolvido). E todo o pessoal que gravitou em torno do Germano está envolvido na falcatrua, como o ex presidente do Detran, os sócios das empresas terceirizadas pela Fundação da Universidade de SM, o irmão de Germano, e inclusive Lair Ferst, que foi afastado do esquema de corrupção no governo da Yeda. Não existe nenhuma prova cabal, forte, inconteste do envolvimento da Yeda no esquema. Se Lula não estava envolvido no esquema mensalão que foi arquitetado numa sala ao lado da dele, por que motivos Yeda estaria envolvida num esquema que ocorreu fora do palácio?

Anônimo disse...

O mensalão é o apelido da continuação (ou tentativa da continuação) do esquemão tucano com o Daniel Dantas.
Daniel Dantas, o banqueiro queridinho de ACM e depois de FHC.
E Daniel Dantas tá lá no processo do STF graças à pertinácia da senadora Ideli Salvatti.
Que a roubalheira tucana da turma do Maia não se instale no governo Lula !!!
Os Maias da vida achavam que iam complicar o Lula, acabaram acertando no parceirão deles, o Daniel Dantas.
A Yeda é apenas a continuação tucana do cleptos-governos de Simon, Brito e Rigotto.
Só que não soube se portar, não souberam conduzir as negociatas sem brigas e foram flagrados por uma polícia federal que investiga e grampeia.
A novidade é o grampo legal e delação premiada, dois valiosos instrumentos da justiça para perseguir e atazanar meliantes de fino naipe.
Cuidado Maia, vais ficar sem emprego, pensa em ir trabalhar para gente direita !!
Porque já dizia Don Vito no poderoso chefão "em 5 anos a máfia estará legalizada", mas esse dia nunca chegou.

Bisol disse...

Poderíamos começar pela casa e pelo marido, mala, mas já verás o que vem à tona...

Anônimo disse...

Genial!!!! Este sim seria um verdadeiro pacto em favor do pobre Rio Grande!!!

FABRICIO disse...

TEMO MUITO^ESSA QUADRILHA DE JORNALISTAS DO RS !!

Marimbondo Oveiro disse...

alguém conhece a piada da bombacha marrom?

a piada do ga´cho da bombacha marrom?

Anônimo disse...

Pertinácia da senadora Ideli Salvatti é o que? Desculpe a ignorância, mas por acaso é a mansão (a maior de todas) que ela tem em Jurerê?
Ou será os processos que responde por ter colocado um out door em cada km da BR 101 em obras em SC sem provar de onde saiu aquela grana toda?
Essa sim é a legítima parlapatona que o "cumpanhêru" do PT Collor se referiu.

Anônimo disse...

Pacto bonito é do do Lula com o Sarney.
Só não se sabe o que esse pacto esconde.
O tempo dirá??????

Hélio Sassen Paz disse...

FABICO UFRGS ESCANCARA AS PERNAS PARA A RBS.

Sou do tempo em que faculdades de comunicação eram independentes.

No mais, quase amarronzei minha retaguarda de tanto rir com o nome do pacto. Eh, eh! ;P

[]'s,
Hélio

Gilmar da Rosa disse...

Que "pacto" sem graça Cristóvão.Sem pompa nenhuma, não tem orçamento, não tem "banners", sem "interiorização", sem páginas inteiras de jornais. Os guascas não gostam disso.Vamos chamar o movimento "cansei" pra dar visibilidade.Vamos chamar a maricotagem, o MTG, IGTF e o Galpão dos Fagundes. Qur tal?

marcos disse...

Gilmar da Rosa......dez pra ti ! Este é o Rio Grande altaneiro dos dias de hoje ...E segue o baile !E os graxaim tudo lambendo os bigode !

Anônimo disse...

E os "baita macho" tendo que se render para a Yeda.


PT no RS, nunca mais!

Muito menos com o "Mão Peluda", aquele do "sêmen inútil", para não usar outra expressão comum.

Antonio Carlos de Holanda Cavalcanti disse...

É exatamente isso. O fato concreto é que 44 milhões foram desviados em um esquema do DETRAN. Se não foram os denunciados os protagonistas, se impõe a pergunta: quem são os culpados então? É evidente que sabemos a resposta. O mais irritante é assistir essa gentalha da nossa imprensa, mais uma série de autoridades totalmente comprometidas, especialmente o MPE, com essa enrolação, dizendo que as provas não são contundentes, etc. Querem o quê? Vídeo com os "demandados" confessando com detalhes os crimes que cometeram??? Por favor, nos poupem...

RADAR disse...

E A YEDA VIGARISTA NO RS NUNCA MAIS !! QUE VÁ PRÁ SPAULO JUNTO COM O METRALHA DO SERRACARD!"!

Ary disse...

Sugiro a elaboração de uma carta-compromisso e a constituição de um gabinete de transparência.

Ary disse...

O curioso em relação ao "mensalão" é que, apesar de ser acusado de subornar durante meses quase uma centena de parlamentares, não há uma só imagem (vídeo ou foto), uma só gravação provando o esquema. Ninguém se preocupou em se resguardar e acumular munição para o futuro? Jáo no gover-ninho Yeda Casanova, as articulações quadrilhísticas ocorriam como se fossem na sala íntima de qualquer casa - conversa de comadres.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo