Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Estamos à beira de um novo pacto no Rio Grande?


Os dilemas da direita guasca

O conservadorismo do Rio Grande do Sul que apostou com todas as forças e com todos os meios na candidatura igualmente conservadora de YRC hoje se encontra numa espécie de torpor cívico. A derrota moral que o abate, pode custar-lhe a hegemonia política, precariamente conquistada nas urnas e consumida de forma sôfrega pelo grupo que o representa no Piratini (foto).

Para o conservadorismo sulino existem três grandes problemas a serem resolvidos, em curtíssimo prazo:

1. O que fazer com a senhora governadora, uma vez que ela continua no cargo, por decisão correta (a meu juízo) da magistrada Simone Fortes, de Santa Maria.
2. Que papel cabe ao PMDB, e ao seu líder regional Pedro Simon, nessa conjuntura em que a metade dos seus quadros representativos pode estar comprometido em mais denúncias e mais escândalos de corrupção pública.
3. Como definir candidaturas – ou pelo menos uma candidatura estável – nesse mar revolto e perigoso onde muitos podem perecer e sumir no largo ralo de crime & castigo.

Tem mais. Que papel cumprirá a RBS nesse quadro absolutamente instável e ameaçador para os que apostaram no antipetismo da solução tucana no Estado? A empresa midiática é hegemônica não só no seu segmento negocial, mas exerceu liderança igualmente em todas as equações de poder havidas no RS, pelo menos desde o advento da democracia representativa formal, ainda na administração Jair Soares, com um breve interregno de quatro anos do governo Olívio Dutra.

Isto posto, não é de se descartar a chance de haver uma aproximação entre a empresa midiática e o pré-candidato petista Tarso Genro, expresso como um pacto político regional, onde ambos firmam um acordo informal de ganha-ganha.

O Rio Grande do Sul tem vários exemplos destes pactos, muitos deles realizados em conjunturas locais cruentas ou nacionais cruciais (1893, 1923, 1930, 1961), e que resultaram em soluções pelo alto (menos 1961) com razoável sucesso (para os pactuantes, é bom que se frise).

Observa-se que do lado do lulismo de resultados há predisposição para esse fim. Afinal, é um mecanismo político-eleitoral que pode garantir praticamente palanque único para a candidata lulista no Estado, deixando a candidatura serrista com margens eleitorais muito estreitas no Sul, quase residuais.

Neste caso, como em tantos outros, igualmente é preciso “combinar com os russos” - como insistia Garrincha.

Mas quem são os russos? - perguntará alguém.

Os “russos” são o que sobrou da militância do PT, aquela que ainda guarda uma bandeira vermelha, já desbotada e comida pelas traças, e eventualmente vai para uma esquina agitá-la mudamente. Mas dessa categoria de russos, hoje, sobram poucos.

43 comentários:

claudia cardoso disse...

E tem mais, Feil: a RBS, como disse Sil num comentário no RSurgente, iniciará uma tentativa de recuperação da sua imagem, realizando um jornalismo "chulepento", mas mais parecido como manda o manual do bom jornalismo - sem ironias. Desta forma, passa a ser a "paladina da ética" e blá blá blá.

E continua com o seu lugar no paraíso midiático que criou... Mas o candidato Tarso que não fique "se achando" com essa provável postura errebesseana: ainda tem muito russo por aí!

Abraço!

benjamin minusculo disse...

Uma boa analise, bem plausivel. Pois todos sabem no que se transformou o PT, desde do advento do mensalao. Realmente, discordando do comentario anterior, existem poucos russos. As pessoas que ainda vestem a camisa com ardor sao as mesmas que mamam nas tetas depois da eleiçao, o desinteresado por cargo, o que acreditava estar ajundando a melhorar o pais, acreditando naquela bandeira vermelha nao existe mais. Muitos se deram conta que sao usados por pessoas em busca de seus projetos pessoais. Assim foi com o Pt, assim vai ser com Psol daqui uns anos. Vou votar no Pt para presidente e governador, mas nao sei se votarei em algum canditado da proporcional nas proximas eleiçoes. Isso eh pura descrença e desilusao.

Anônimo disse...

bENJAMIN mINUSCULO... rsrsrs: esses "fakes" são bem conhecidos...
José

dejavu disse...

Eu não vejo muita coisa errada no comentário do Sr. Minusculo! Lula, o meu, o teu presidente (do PT), lançou seu partido no mais profundo pragmatismo politico ao ponto de defender José Sarney em nome da governabilidade e da eleição de sua candidata. Por outro lado não vejo diferenças entre o ex-presidente maranhense e outros senadores que sobem na tribuna ou de suas confortáveis poltronas o acusam. Todos nós sabemos os objetivos da mídia golpista com o "malvado da hora", antes foram Severino Cavalcanti e Renan Calheiros! Já o PT idealista, da bandeirinha e da estrelinha no peito cresceu e como todo o adulto teve que se sustentar e discutir com partidos e pessoas "menos éticas", pronto, cagada feita - o fim da infância foi doloroso e quase custou o primeiro governo de "esquerda" eleito neste país. Este é o jogo, queiramos ou não. Evidentemente que temos ainda pessoas fanáticas pelo PT como a querida lutadora Teresinha Carpes, uma poderosa exceção, entre outras pouca(o)s que ainda choram quando o PT é atacado! Temos Flávio Koutzii que, por não poder mais defender seu partido, deixou a política, perdeu o PT, perdeu o Rio Grande, perdeu o Brasil. Espero que volte, precisamos de homens como ele! Mas no geral o Sr. Benjamin tem razão, a grande maioria anda atrás de cargos e colocações, o que, sinceramente, não acho demérito, acho que faz parte se a contribuição for correta e benéfica para todos e isto vale para todos os partidos!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Simples, de um lado estarão os russos que vão engolir o candidato Tarso Genro e do outro o PMDB com a candidatura de Fogaça, com apoio do PDT, PTB, PSDB, PPS, PP. E acho que vai dar Fogaça, apesar de seu governo medroso e pífio em POA. Jogo um pinot noir chileno.

O DG achou correta a decisão da Juíza de SM. É uma posição contraditória, porque a linha editorial do Blog é no sentido de que Yeda é culpada, pois chamou a governadora, inclusive, de lavadeira, com todo o respeito, of course, a nobre profissão. A Juíza, no entanto, entendeu que não existe verossimilhança, fumaça de bom direito entre o que está dito na petição inicial e as provas apresentadas (que são pífias realmente) e, portanto, indeferiu o afastamento. Quem leu a inicial sabe muito bem que o que existe ali é pura ilação, não existe prova conclusiva, cabal contra a governadora. É apenas diz que me diz de pessoas que tinham ressentimento com ela, pois haviam sido afastadas do esquema pelo pessoal do PP, do Germano, e queriam voltar, mas a governadora não estava ajudando. A gravação entre Lair e Cavalcante tem todos os indícios de ter sido arquitetada. A OAB, como fez com Collor, até pode ingressar com impeachment contra a governadora, mas não com as provas até então colhidas. Elas não provam absolutamente nada.

Miguel Grazziotin disse...

Boa avaliaçao, mas em meu juizo, uma coisa não fecha.
O grupelho RBS até poderia pensar - em - ultíssimo caso - apoiar Traso. Acontece que os sionistas sabem que com Tarso terão de levar todo o pacote. E há, falo também por mim e por muitos que militam dentro do partido - uma parcela muito significativa de militantes que nao compactuarão com o "estilo" RBS/FARSUL/FEDERASUL de governar.Exatamente por isto, acho que esta idéia não prospera. A classe média esquece rapido, ainda temos um final de ano e um carnaval antes da eleiçao, tempo suficiente para inventar outro jeito de governar o Rio Grande!
http://miguelgrazziotinonline.blogspot.com

fradinho disse...

"A gravação entre Lair e Cavalcante tem todos os indícios de ter sido arquitetada"

Certamente que foi! Ela foi feita em um centro espirita com lair ferst conversando com o finado marcelo cavalcante através de médium ligado ao PT, ouve-se ao fundo um silêncio sepulcral, notou? Existem mais gravações assim e logo vão aparecer! Como alguns componentes da quadrilha gostam de usar tabuleiro OUIJA para saber o futuro é bem possível que tenha havido ligações cruzadas no etéreo e aí vão aparecer vozes bem conhecidas!

Jordi disse...

Se houvesse "bom direito", o Gilmar mendes não tomaria decisões tão contraditórias e continuaria no cargo. O sistema judicial é um jogo, um teatro, um campo em disputa ideológica como tudo o mais na sociedade. Que ainda fala em direito positivo é burro ou mal intencionado. Mas dizer que é "apenas diz que me diz de pessoas que tinham ressentimento com ela" beira mesmo a demência - ou adentra à má intenção.

A juíza (que não disse não haver verossimilhança) está certa.

E YRC é culpada. Simples assim, tem que desenhar?

Já a ZH, o raciocínio do post é bom, mas não se iludam, ainda tem muito chumbo. Hoje a manchete, seguindo a 'trilha Maia', é a negativa da juíza a tirar a YRC do cargo, como se isso quisesse dizer muita coisa.

Suzie disse...

Aguarda Maia!
Acredita que o terremoto acabou?
Também acredito que a decisão da Juíza foi correta.
Ela não tomou uma decisão radical porque seria o CAOS.
Calma Maia!
A juíza não deu atestado de lisura da governadora.
É muito cedo.
Tudo tem um time.
A JUSTIÇA não tem o tempo da POLÍTICA e muito menos da IMPRENSA.
Vem mais por aí...

Blog do Dani disse...

Nossa...essa imagem do Simão é impagável...

coitada da Pnelope Charmosa

é a encarnação do Tião Gavião...

que coisa mais feia...

sai monstro....

daniela disse...

Suzie!
Muito lúcido teu comentário, em especial o último parágrafo.
Meu único receio é que o tempo da justiça permita que nas eleições de 2010 muitos se esqueçam do terremoto que o estado vive hoje. Pior do que pactos e acordos é essa amnésia que insiste em reaparecer de quatro em quatro anos.
Ah! Também achei acertada a atitude da juíza em não tirar YRC neste momento.

Francisco Goulart disse...

Alguns advogados criminalistas estão forrando o poncho, defendendo suspeitos de desvios de verba pública que, segundo eles, não foram eles que desviaram e sim os outros. Sempre os outros.
Enquanto isso o Grupo RBS está maquinando para tentar construir uma saída política que, por enquanto, não inclui o Ministro da Justiça. Isso somente acontecerá em último caso, lá por novembro de 2009.

Anônimo disse...

a saída da rede bunda suja tem nome e sobrenome: o atual alcaide da "mui leal e valerosa".

Anônimo disse...

O Vice do Pai da cachinhos poderia ser o ético vereador Sebastião Melo, um eterno saudoso do velho MDB de luta.

Anônimo disse...

"Os russos" são os fanáticos, os lavados, os rançosos, os arrogantes...(bandeira surrada, camiseta do Che, bolsinha lateral com adesivo "fora Yeda", mal arrumados, cabelos desgrenhados, cigarrinho do diabo no bolso...)
São aqueles que amam Cuba, a Russia Comunista, a Alemanha, Comunista, hoje o Chavez, Evo e incrivelmente não se mudam/mudaram para esses paraísos...Sequer visitá-los foram. Se juntam uns dindins, geralmente encostados em CCs em algum dos poucos momentos que governam alguma coisa, viajam aos EUA. Vão ver Tio San de perto. Ninguém lembra a Maria do Rosário no Governo Olívio? Primeira viagem foi a Paris conhecer o sistema "sei lá o quê", as nossas custa é claro...
São os famosos "intelectuais" que só eles acreditam ser.
Petrobrás, Varig-Log, mensalões, cartões corporativos, filhinho do Lula, Cumpadi Teixeira, Gilberto Carvalho , Paulo Salazar, Clube da Cidadania são invenções da mídia.
Casa da Yeda/Detran são fatos concretos, provados, já julgados e que merecem imediata atuação do judiciáio mandando todo mundo embora e empossando o Olivio iediatamente, afinal foi o melhor Governo que o RS teve na visão deles. Só que nem eles mesmos acreditaram, tanto que não o lançaram a reeleição.
Enfim, uma peças raras que é até bom que existam para que possamos rir de vez em quando de suas baboseiras. O que seria do ponderável se não houvesse o ridículo?
JERÔNIMO HIRAKATAMA

Luís disse...

A análise é interessantíssima e até deve haver, agora, muitos interessados nesta hipótese, mas ela continua sendo muito pouco provável.
Mas dá gosto de ver como o desespero para 2010 ganha corpo na direita - canalha e corrupyta...

Luís disse...

Havia esquecido de comentar: CORRETÍSSIMA a decisão da juíza... que audácia dessa direita golpista para ajudar o Serra... a raynha-louca e corrupyta tem que continuar e concorrer em 2010!!!
KKKKKKKKKKKKKKKKKK...

zé bronquinha disse...

Penso que o Fogaça queirerá concluir seu mandato visto a "bufunfa"disponìvel para gastar apé 2014 que lhe renderá a fama de bom gestor e de desenvolvimentista e se preparar para algo mais acima, até porque o páreo é e será duro. Rigotto poderá ser arrastado nas correntes dos escândalos do DETRAN ficando com sua imagem arranhada, sobrando Tarso com o único palatável pela burguesia da terra.

Anônimo disse...

Prestem atenção nesta nova sigla:

PUM - “Programa Unificado da Mídia”.

Hélio Sassen Paz disse...

V. meu comentário em http://rsurgente.opsblog.org/2009/08/11/alguem-roubou-algo-de-alguem-em-algum-lugar/#comments

[]'s,
Hélio

Anônimo disse...

Desculpe Hélio.
Não entro em blog censurado.
Democracia tem que ser universal "doela a quem doela"
Fica tu com teus amiguinhos chapas-brancas por lá que é o seu lugar.

J'ls

Anônimo disse...

PT no governo do RS, nunca mais!

Anônimo disse...

A RBS está enfiada até o pescoço com esse governo e se debatendo para cair fora.
Alguns trechos das interceptações mostram como os acusados se pautavam pelo que ZH/RBS publicava, tudo muito singelo e indireto, mas para um olho mais crítico, de grande importância para entender melhor a cobertura surreal da RBS sobre as ações da quadrilha da Yeda!!!
Não é de duvidar mesmo, que com o PMDB afogado junto com a Yeda, a RBS parta para "abraçar" o Tarso!!!
"Não tem tu, vai tu mesmo".

sil

Anônimo disse...

anônimo disse:

(RBS) REDE BUNDA SUJA

quáquáquáquá

Anônimo disse...

A pois é meu caro blogueiro, o analise esta na ordem do dia, mas tudo pode mudar,ate porque no Rio Grande nosso "tempo" e forma de fazer politica é diferente dos demais estados da federação. Todavia depois do almofadinha da serra ser eleito e depois da paulista se eleger, o voto guasca é uma incognita.
abraço!!!

msilvaduarte disse...

"(...) cigarrinho do diabo (...)" foi sensacional.

Tens razão, Jerônimo. O que seria do ponderável se não houvesse o ridículo...

Oscar T. disse...

Opinião da RBS ja foidada pelo arauto, Lasier na TV: governadora, afaste-se pelo bem da lisura e das investigações.
Mais claro que isso, impossível: querem uma saída "honrosa", desembarcar o quanto antes e construir outra candidatura fiel a eles, do PIG.

Anônimo disse...

JOG: Tem que pegar aí um grupo aí que não esteja diretamente envolvido e ir lá falar com o Nelson, viu... ( José Otávio Germano comentando com Maciel de uma matéria da ZH, estavam querendo reclamar direto com o chefão da RBS).

Anônimo disse...

de pontapés o dublê de canalha e defensor do governo mais CORRUPTO da história do rs (pelo menos até que se retire o bannerzinho do banco de seu esgoto) entende, já que o mesmo foi ESCORRAÇADO a pontapés da rede bunda suja por absoluta INCOMPETÊNCIA.
será por isso sua raiva da rede bunda suja?

edu disse...

Ja se dizia aqui muito antes da açao do MPF que yrc teria de terminar o mandato.

E' mais barato pros cofres do Rio Grande.

Agora yrc nao precisara PAGAR pelos votos da assembléia (ao menos por enquanto hehehe).

Quanto aos Russos, eu ja bato com as duas maos nesse "Alien o genro passageiro" a muito tempo.

Ele sempre foi a fruta podre no PT, colocado ali para dividir e nao pra somar.

O bom de tudo isso é que os roubos do suor do povo vao diminuir, com todos os olhos voltados para a caneta de yrc, vai ficar mais dificil ela pagar os chantagistas.

Anônimo disse...

Esse Jerônimo "Cigarrinho do Diabo" Kawazaki é mesmo uma bola!!

Anônimo disse...

Mas,,,,,,e o Ministério Público Estadual????????????

Luís disse...

Arautos da direita, e anônimos, falando em censura...?!?!?!??!?!?!
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK...

Pois é, anônimos... vocês não podem ser levados a sério, a não ser quando tem as baionetas na mão, claro, que espero ser...
NUNCA MAIS!!!!

Anônimo disse...

Eu votei na Yeda, mas se presentir que votando nela poderei estar dando qualquer colher de chá aos petralhas voto no Fogaça ou no Rigoto ou outro candidato desde que o ele seja quem for derrote o PT. É claro não pode ser Pçonhento.

Anônimo disse...

Não nasci aqui. Mas moro na cidade há 40 anos. Nunca vi ninguém de minhas relações, neste tempo todo, discutir o editorial do jornal local. Nunca. Isto dá mesmo a medida de sua desimportância.

Não é levado a sério. Não é para ser levado a sério.

Tudo que está publicado por lá é como uma horta: é plantado.

Razão pela qual, se queremos avançar socilamente, será por cima e apesar deles.

Avante.

Anônimo disse...

Fogaça nos chegou de volta após 24 anos do senado, o mesmo senado que muitos querem acabar. O quanto ele compactuou, foi omisso ou conivente?

Mas, de resto, Fogaça nasceu para relatorias, seja quais forem.

No poder executivo ele não se sente bem; haja vista sua atual presença na prefeitura.

Salvo engano, ele é meio deprê. Não tem o tesão para cargos de mando. Basta ver sua inapetência para administrar. A prefeitura vai indo malgré lui.

Anônimo disse...

É isto ai. Já que não estamos conseguindo detonar a Yeda, vamos agora atacar o Fogaça. Avante companheiros.

Cazé disse...

Essa gentalha escrota da direita não precisa ser detonada. Eles próprios se detonam sozinhos.
Nós só comentamos a escrotidão dessas ratazanas sociais.

Anônimo disse...

Os petralhas estão pernetas, ficaram sem o boi da cara preta graças ao Políbio porreta.

alex disse...

Feil
Quem olhou os autos, observou que em momento algum o tal "jornal estadual" é citado nominalmente.

Observe: os procuradores sabem o seu limites ou eles deram o seu recado?

Aposto na segunda.
RBS: não se metam com a gente.

futuretimes disse...

O desespero realmente embota os sentidos, principalmente se o boçal alienado e oportunista consegue ver méritos em medíocres ao ponto de colocá-los como ídolos!

Anônimo disse...

Mas o Tarsinho não vai levar a eleição com essa baixaria!

Anônimo disse...

O tarso já levou um pé no traseiro de parte dos eleitores gaúchos quando tentou ser governador no RS.

A genro raivosa (filha do tarso) levou um pontapé no traseiro dos eleitores portoalegrenses, quando delirou que podia ser prefeita da capital, no ano passado.

E agora, o poeteiro vai levar outro pontapé no fiofó, na próxima tentativa de invadir o governo do RS.

Que família de FDP, esses genros!!!!

Tomara que a Yeda ou o Fogaça sejam candidatos, pois qualquer um deles derruba o tomás turbando genro porcalhão.

Fora petralhas, voltem para o inferno!!!!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo