Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 5 de março de 2009

Crise no RS: Estudantes prometem surpresa


Hoje, entrevista coletiva do movimento estudantil organizado

O movimento estudantil organizado apresentará hoje, quinta-feira, às 10h, na sala Carlos Salzano (Comissão dos Direitos Humanos), no 3º andar da Assembléia Legislativa (em Porto Alegre), uma surpresa para saída da crise política no Rio Grande do Sul.

Acometidos pela falta de professores, fechamento de escolas, corte de verba, pela criminalização dos protestos e pela corrupção, o movimento estudantil, em entrevista coletiva, lançará também uma carta à sociedade gaúcha.

Assinam o chamado mais de vinte entidades estudantis do Estado, entre elas os Diretórios Central de Estudantes (DCEs) da UFRGS, UFSM, UFPel, FAPA, UCS, Unicruz, Unisc, Grêmio do CEFET/Pelotas, União Leopoldense de Estudantes, União dos Estudantes de Sapiranga, Secretaria Nacional da Pastoral da Juventude, diretores da FENED (Federação Nacional dos Estudantes de Direito) e diretores da União Nacional dos Estudantes.

20 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Essa onda de denuncismo sem provas nem o Olívio pegou. Querem dizimar a conta gotas um governo eleito democraticamente -- e que fez sim seus erros nas escolhas políticas. Isso se chama estratégia política fomentada por quem perdeu a eleição.

Juarez Prieb disse...

Maia, anta nossa, a Yeda ao se eleger acumulou capital político com legitimidade.
À medida que esse capital político se gasta, pelas burradas e omissões dela, a legitimidade sai pelo ralo.
Resultado, hoje a velha está nua de mão no bolso, sem capital político algum e ilegítima.
E quem aponta isso é chamado de golpista.
Golpista é ela que governa de forma ilegítima ou des-governa de forma legítima.

FORA VELHA!!!!!!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Juarez, tua lógica é do golpe. Estaria correto num regime parlamentarista, mas o grande problema do presidencialismo é esse. Não há como tirar o governador ou o presidente eleito pelo povo, apenas via impeachment, que é um processo político. Como não existe nenhum processo nesse sentido, não se pode dizer que seu governo é ilegal ou ilegítimo. O governo Yeda, por enquanto, é legal e legítimo. Você Juarez tem legitimidade de protocolizar um pedido de impeachment contra a governadora. Por que não faz isso? Pode entrar, também, no Fórum, com ação popular por improbidade. Vamos, ande, protocole sua petição"

Anônimo disse...

Enquanto isto, fecham-se salas de aulas, fecham-se escolas, estudantes assistindo aula e tendo os "miolos" queimado em conteineres.

E os gauchos doentes não tem nem mais a velha ambulância terapia, junta a "indiada" num onibus e, se não morrer no caminho, vem ser atendido em Porto Alegre, porque nos municipios e regionais a saude publica está sucateada.

Tudo isto para vangloriar um deficit zero que tira o couro do Gaucho pobre, ou do pobre gaucho.

E o Ministério Público não viu, não vê, não investiga, ocupado em perseguir os movimentos sociais.

Claudio Dode

Anônimo disse...

PIG! Tudo golpista!

Maurício disse...

Sempre há quem defenda, até a última hora, regimes autoritários, desonestos e mesmo criminosos. O ufanismo sentimantalóide, o legalismo e o coitadismo são três das principaius táticas para defender regimes nojentos. No caso dos comentários pró-véia acima, temos uma moderada dose de coitadismo misturada a uma maior dose de legalismo. Só está se falando em fora-Yoda seriamente devido às acusações do Psol que, ao que tudo indica, são verdaddeiras. Se for este o caso, não há o que discutir e nem haverá malabarismo retórico tucano que segure; com ou sem Lya Luft, com ou sem abelhinha, com ou sem blindagem da catrefa do PRBS...

Carlos Eduardo da Maia disse...

Maurício, como é que vc sabe que as acusações sem provas do PSOL são verdadeiras? Nunca na história recente do RS se fez acusação tão graves a um governador sem provas. Nunca. Mas como se trata da Yeda -- sendo que contra ela pessoalmente não existe nenhum processo -- só porque ela ganhou -- e ganhou bem -- do PT a oposição quer reverter o resultado espontâneo das urnas em golpe. Essa é a leitura, mas tudo isso pode mudar se os fatos forem revelados. Mas enquanto eles não vêm, há de se respeitar os resultados das urnas. Querem tomar o poder? Que vençam as eleições.

José Paulo Guedes disse...

Maia querido! Acho interessante q na esfera federal um risco, qdo diz respeito a Lula, é prova inconteste. Qdo caimos no âmbito estadual, em estados onde o PSDB está em apuros, temos q apresentar declaração juramentada de nossos tataravós, com firma recohecida ontem. O q ocorre, e acho o PSOL herdeiro do q o PT tinha de pior, é o tão utilizado, pela oposição a Lula, vazamento de trechos de processo em andamento. Fora isso, a Yeda é de uma inabilidade impressionante: cerca-se do q há de pior nos Pampas e briga com todos q poderiam ajudá-la.

Anônimo disse...

o canalha do Maia reapareceu....
por favor deixem esse pulha falar sozinho

Noiram disse...

Quem julga o crime de responsabilidade é a Assembléia Legislativa. Portanto, a manifestação do povo é legítima sim, e quando estiver no seu ápice, a corja aliada não terá como votar contra o Impeachment solicitado por algum deles, aí a véia já era.
Agora, "se o povo unido jamais será vencido" nas ruas é considerado golpe, então, meus conceitos estão distorcidos.
O Maia Mala defendeu este desgoverno com unhas e dentes, e, neste momento, está vendo-o ir para as cucuias. Assim, começa a apelar e inventar história de golpe porque não tem mais onde se segurar.
Depois de tanta baboseira dita, tem que ser muito homem para admitir que estava errado.

Anônimo disse...

Yeda ganhou dos estudantes uma passagem para São Paulo, box 45, poltrona 45. (Adorei essa) Quem sabe o Maia vai no mesmo ónibus. Aproveitem, por que a outra possibilidade vai ser de camburão.

Noiram disse...

Eu contribuo com R$ 1,99 para a passagem do mala.

Ainda ontem ele estava chamando o povo gaúcho de provincianos. Juro que já tinha ouvido o mesmo comentário de um carioca aqui na minha cidade. Se é uma província, o que querem aqui então? Tenho certeza que seria um estado muito melhor sem essa gente, inclusive sem esta paulista governadora.
Engraçado que o império é (ou era) os EUA e o pessoal do centro se acha muito superior a nós.

Por fim, São Paulo e Rio cresceram motivado pela exploração dos nordestinos.

Desculpem por ter saído da pauta.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Noiram, o povo unido que jamais será vencido não foi e nem está indo para as ruas pedir o fora yeda. Quem está indo para a rua é a mesma meia dúzia de sempre. Até mesmo na época da declaração do Busatto, quando a oposição realizou passeatas quem foram para as ruas? a mesma meia dúzia.

Noiram disse...

Então, me diga como se faz para chamar a atenção da sociedade diante de tantos equívocos, de uma assembléia legislativa governista em sua maioria e de uma mídia abafadora? É indo para as ruas sim, ganhando expansão a partir de meia dúzia.
Antes de anteontem era o MST, anteontem eram os policiais, ontem eram os professores e hoje são os estudantes. Amanhã será o estado inteiro.

panoramix disse...

Acompanho política desde jair soares e em nenhum governo de lá para cá, nem mesmo no famigerado britto, surgiram tantos indícios de corrupção com claros vetores apontando diretamente para o governador! Espero as provas que serão fundamentais para acabar com a bandalheira instalada no rio grande!

Clairton disse...

Quem cala consente. Curioso que a reação da barbitúrica às denúncias do PSOL não foi a mesma adotada diante da campanha dos funcionários públicos (e não só do CPERGS, como o (des)governo e a mídia amiga quis inculcar no "pulitizado" povo gaúcho).

Ficou quietinha, ou melhor, distribui uma nota ofensiva e ridícula, na verdade, na verdade, uma confissão de culpa.

A legitimitade não pode ser só "pro forma", qualquer governo legitima-se ou não através da sua prática e ações, e o resultado será a aceitação ou não deste governo pela sociedade. Os níveis de impopularidade (a propósito, quando irão divulgar a popularidade da barbitúrica) do (des)governo PSDB no RGS são altos, apesar de todo esforço da mídia amiga em criar notícias favoráveis.

Este discurso de golpe não é novo, é o mesmo discurso que a turma do Collor brandia quando se iniciou o processo de impeachment do slagoano.

Noiram disse...

Aí vejam, o deputado vai à mídia e faz um griteiro que a Genro acusou sem provas, difamando a governadora. Não é que o cara entra com uma representação por quebra de sigilo contra a deputada.
E o medo de que as provas venham à tona onde fica?

http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI3615525-EI6578,00-Para+Jose+Anibal+deputada+do+PSOL+quebrou+decoro.html

http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI3615876-EI6578,00-Luciana+Genro+Anibal+diz+uma+coisa+e+faz+outra.html

Vizinho de petralha disse...

Quando é mesmo que o Olívio vai assumir o Piratini?
Já tiraram a Yeda de lá?
Me avisem para que eu possa parar de alimentar o cachorro do meu vizinho, que está por Brasília tentando uma boquinha e abandonou tudo por aqui.
Coitado!
Era um que se dava bem. Depois de perder o CC, virou perseguidor da Yeda. Nunca trabalhou. Não sei do que vive hoje. Deve ter bolsa-família, bolsa ex-CC, verba do MST, etc.
Ele lê este blog. E sabe quem está comentando.
E aí vizinho?
Eu não te falava que não queria nada com política?
Enquanto exercia meu trabalho em pequeno comércio consegui estabilidade financeira.
Tenho os filhos formados e trabalhando.
Os seus dependem de você! Trabalhe!

Quanto ao "Tarsãn", seu cachorro, este eu cuido para que não arrebente a cerca.

comedor da mulher do vizinho do petralha disse...

ACABOU! IT'S OVER!
Como diria Sinatra:
"And now, the end is near;
And so I face the final curtain"
Não adianta espernear. É o fim!
É questão de pouco tempo! Só aguardar!

Anônimo disse...

Ao "comedor da mulher do vizinho do petralha" digo, meu filho:
tenha dó da puta de sua mãe. Ela que é minha mulher. Tú não és de praticar incesto, certo?

Vai cuidar das pregas do teu cú!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo