Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Judeus ortodoxos não-sionistas condenam Israel


Domingo passado, 30 de maio, uma comunidade de rabinos ortodoxos e judeus canadenses alertavam para o perigo que representa a política genocida do governo israelense (ver aqui).

Protestos em Toronto já anunciavam o que acabou se concretizando no dia seguinte com o barco turco que levava ajuda humanitária à população palestina, bloqueada na Faixa de Gaza.

Cartazes dos não-sionistas (fotos) diziam:

Torá [livro sagrado da religião judaica] exige: toda a [terra] Palestina deve retornar à soberania palestina.

Judeus lamentam os 62 anos do Estado de Israel

Judaísmo rejeita o Sionismo e o Estado de Israel


Rabinos autênticos sempre contra o Sionismo e o Estado de Israel


................................................

Isso é uma das provas de que o Estado de Israel está isolado, até pelos próprios judeus ortodoxos. Segunda-feira passada, os sionistas no poder acabaram de criar um atrito perigoso com a Turquia, precisamente o país da região que mais estreitos laços tinha com o governo de Tel Aviv.

O governo ultradireitista de Israel só se mantém no poder por causa da sustentação política, tecnológica e financeira que recebe tanto da Casa Branca quanto de um sem-número de biliardários judeus dos Estados Unidos, interessados na indústria de guerra e no clima de permanente tensão geopolítica no Oriente Médio. Para os negócios correlatos à segurança de Israel e à indústria bélica esse clima de alta tensão é fundamental, mais e mais se realizam business e apertam-se os laços dos que conspiram contra a paz.

4 comentários:

Demétrio Cherobini disse...

Grande!

Jean Scharlau disse...

E é indispensável que judeus protestem, e é imprescindível publicar o que os judeus falam, porque se não forem de judeus os protestos surgirá no horizonte uma horda de sionistas a te apontar seus fuzis e mísseis enquanto te acusam de nazista e inimigo de Israel.

Luís C. P. Prudente disse...

Não devemos confundir os judeus com o Estado Terrorista de Israel. Israel não representa os judeus, Israel representa um movimento terrorista muito ligado aos interesses dos EUA.

Arlindo Reis disse...

É incrivel, mas desde criança percebia muito bem, a diferença entre e sionismo e judaismo. É importante dizer aqui, que embora tenha descendencia judaica, não fui criado no judaismo. Porem sempre entendi que os cumpridores da Toráh, jamais semeariam desgraças no mundo.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo