Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 9 de junho de 2010

A demagogia de um jornal



Dois tratamentos para o mesmo tema

Como levar a sério um jornal como Zero Hora?

Na página 14, edição de hoje, estampa um editorial perguntando até quando irão os congestionamentos no trânsito de automóveis em Porto Alegre.

Na página 26 - da mesma edição - faz uma reportagem jogando confete e água de cheiro na montadora General Motors, sediada em Gravataí (região metropolitana de Porto Alegre), por esta ter ampliado a capacidade de produzir automóveis particulares.

Automóveis estes que aumentarão os entupimentos viários em Porto Alegre e nas precaríssimas e perigosas estradas sulinas.

8 comentários:

César Bento disse...

Típico do padrão PRBS de coerência

vanpoars disse...

Tirei o PIG do meu rol de confiabilidade há muito tempo ( até o horóscopo e a previsão do tempo tornaram-se suspeitos!!!) Atualmente, com os nossos BLOGS e a HORA do BRASIL, sinto-me bem confortável em matéria de notícias. Ainda passo pelo PIG, mas só para "patrulhar"!!! Aliás, a volta da Hora do Brasil para o horário das 19 hs, está incomodando demais os donos dos monopólios! Nunca vi tanto "ranger de dentes"!!!!

Anônimo disse...

Pô Cristóvão

Se o PRBS não estive na campanha da Yeda, quem vai estar?

Por acaso o PRBS não pode ter candigato?

Carlos Eduardo da Maia disse...

Nada mais medieval do que um programa chamado "Hora do Brasil". Isso mostra bem como este país tem muito para avançar. Se o poder público, o estado cartorial brasileiro desse ao povo que paga imposto (e as contrapartidas são pífias) transporte público decente, limpo e seguro, o número de carros diminuiria consideravelmente. Quanto tempo se fala em metrô em Porto Alegre e nas grandes cidades brasileiras, fora do eixo RJ e SP? Por que não existem ferrovias decentes no Brasil? Porque aqui existe um lobby que compra o congresso, que financia campanhas eleitorais e que tem interesses. O Brasil precisa de reformas estruturais, de reforma política para acabar de vez com esse câncer que é o financiamento privado de campanha. O PT vai fazer 8 anos no poder e o que fez com a reforma política? Não fez nada, porque lucra com o sistema atual. E nenhum dos candidatos infelizmente vai fazer as reformas básicas que este país precisa. Infelizmente. Por isso temos de votar no menos pior. Como disse o Eça: Os políticos e as fraldas devem ser trocados frequentemente e pelas mesmas razões. Está na hora de mudar.

Nelson disse...

A RBS lança suas matérias "com um olho no peixe e outro no gato".
Por um lado, afaga um grande anunciante e, pelo outro, procura convencer os incautos e ingênuos da necessidade de construir nova elevadas, viadutos e quetais. Eles sabem que de nada vai adiantar, pois só vai abrir mais espaço para mais automóveis.
Mas, o que importa é que o transporte individual se tornará mais atraente, ampliando ainda mais o mercado para a GM, e outras montadoras, além de garantir negócios para as empreiteiras privadas.

Para a RBS, o importante é a abertura de mais oportunidades para a ampliação do lucro privado, não interessando de que forma isso possa se dar.

Anônimo disse...

Não vejo contradição. Até porque o editorial, se você ler (já percebi que o blogueiro costuma comentar umas coisinhas aqui sem ler) diz claramente que o problema é a falta de política pública para desencentivar a compra de automóveis (como transporte público eficiente, por exemplo). Fabricar carro não é crime. Se o transporte público for bom, as pessoas não comprarão.

Anônimo disse...

Maia,

Só para começar é só tu dares uma olhada nas obras dos PAC e vais ver que recomeçam as ideias das ferrovias, que tinham sofrido um forte ataque de tucanos no FHC e distribuição com a cupimchada, a tal da privataria. A mesma coisa com os Metros, o dos paulistas enredados com a Alston até os topetes, com bens bloqueados e o escambau.
Já na questão da navegação que o FHC tinha exterminado, volta com toda a força. Até o Rio Grande do Sul tem industria naval agora.
A TV Brasil está aí cada vez mais atuante, apesar dos ataques do PIG que tem preocupação que ninguém trabalhe com qualidade, e direito de expressão com o sentido lícito e honesto.

E tu vens falar em Hora do Brasil, que nem deves ouvir porque coincide com o horário do footing no parcão.

Claudio Dode

Anônimo disse...

Com a Dilma planejando só podia dar nisso... agorao PIG não consegue uma peneira para tapar o PIBÃO.

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo