Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

O que se passa no Haiti


Amanhã, 9 de outubro, 19h

Auditório do SEMAPI, rua Lima e Silva, 280 – Cidade Baixa, Porto Alegre.

Com a exibição do vídeo "O que se passa no Haiti".

5 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

O que se passa no Haiti é o que se passa na Somália e no Afeganistão. Grupos extremistas tomam conta do país aproveitando da ausência de Estado.

zozé disse...

Sei... mais ou menos como no RS e Poa, né?

panoramix disse...

Não deixa a bola picando CEM! :-)

Anônimo disse...

Bueno. Este é um tópico interessante. Haiti é o país mais miserável de um continente miserável. É uma terra de ninguém onde manda quem tem o maior trabuco.

Não seria adequado alguma entidade internacional intervir para, pelo menos, não deixar a população civil completamente desamparada?

C. Floor

Nelson Antônio Fazenda disse...

Meu caro Feil. Pela retirada das tropas, sim! O Haiti não precisa de tropas militares, mas, que sejam garantidas oportunidades a seu povo. Oportunidades essas que, aqueles que se arvoram como campeões da democracia e da liberdade têm impedido, durante muitas décadas, de serem desfrutadas pelo povo haitiano.
Haiti: país mais miserável, terra de ninguém. Para chegar a isso, o Haiti passou por algumas intervenções de países que se dizem civilizados.
Uma sugestão, Feil. Quem sabe, como tão bem fizeste com a história do Rio Grande do Sul, tunão trazes para nós um pouquinho da história deste pequenino país.
Um pouco da história de Toussaint Louverture, dos negros que sonharam viver em igualdade e liberdade e foram em busca disso. E, por isso mesmo, foram trucidados pelos... civilizados e campeões da democracia.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo