Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Governo Yeda recrudesce a violência policial


Kayser

36 comentários:

el barto disse...

pobre rs, nas mãos de uma destrambelhada barbitúrica e de um psicopata assassino em potencial. esse fanfarrão boçal ainda vai largar uns cadáveres no colo da demente, quem viver verá.
ps: a abelhinha, os caras da band (programa da manhã), todos criticaram esse safardana. será que agora a loca manda esse sujeito vestir o pijama? eu duvido, se bem que a rede bunda suja mandando...

Carlos Eduardo da Maia disse...

O interessante é que os blogs de certa esquerda omitem que os grevistas estavam impedindo a entrada das pessoas no Banrisul.

Anônimo disse...

E isso por si só, no teu entender e no entender do facista do Mendes é motivo prá bater e espancar, e em SP tb é o mesmo motivo?
Maria Rita

Anônimo disse...

Hô abobado...!!!

Agora isso é justificativa para sentar o cacete em trabalhadores!!!
Olha que começou com o MST, a chinelagem como vcs gostam de dizer.
Depois com os professores e já chegou nos bancários de classe média.
Quero ver o dia que o Mendes pegar o abobado...!!!

E por aí vai esse governo...me pergunto qual o próximo grupo que o Mendes e a Yedinha vão perseguir....?

E a ZH de hoje está nojenta de tão mentirosa sobre o assunto....!!!

sil

el barto disse...

o próximo eu não sei, eu sei daquele que o psicopata boçal e fanfarrão nao vai bater: o grupinho da "gente de bem", formado pelos quadrilheiros detranzistas amigos do zé ó, pelo eliseu ...ilha, britto, busatto, os reis da merenda de canoas e sapucaia, lesma fumacenta e outras porcarias quetais.

panoramix disse...

Não é "certa esquerda" canalha. A esquerda é esta "bem definida" que te atura aqui, pelo menos seja agradecido pelo espaço! Fui bancário, fiz greve e quando a polícia queria desimpedir a porta dos bancos simplemente pedia, do verbo pedir e após controlava a entrada. Tentar apavorar as pessoas como estamos vendo nos últimos tempos é fascismo puro. O fascismo que está acampado no rio grande do sul, com letras minusculas mesmo que é o que merece!

mariorangelgeografo.blogspot.com disse...

A "certa esquerda" se mostra, suas bandeiras são vistas nas ruas, defendendo o diretit do trabalhador, do pobre, vai a luta, boa luta.

Agora, os direitosos psicopatas, como "certo animal" que vem vomitar bobagens aqui, não aparecem, são sorrateiros, mesquinhos, se escondem atrás de escudos, medrosos.

Esta é a tônica dos direitosos, do DEM do Leal, que indicou o MendeSS. Do PSDB, que é autoritário e truculento (YEDA/SERRA). Do PMDB, do Fraga e do Padilha, que roubam a merenda das crianças.

Esta é a direita fascista, que o cagão do Maia defende, pago pelos poderosos.

Estes são os que batem, quando dizem que pacificam.

Que usurpam, quando dizem que são honestos.

É essa gente hipócrita, como este direitoso que aturamos aqui, que não aceita o outro. Que é egoísta, sctário, em suma, são bandidos que ainda pensam que estão no regime militar, que podem tudo.

Mas, com certeza, um dia a casa (da Yeda) cai...

Como diz o ditado: Deus não joga, mas fiscaliza...

Anônimo disse...

de uma olhando no videversus.com.br e divulgue o material contra o jurandir de canoas, da quadrilha do ronchetti e do chico fraga, pois tem gente que acha que mesmo ele sendo vice do ronchetti e secretario da saude, nao tem envolvimento.

panoramix disse...

anônimo leva videversus pra longe daqui, aquilo é mais um dos vasos comunicantes da direita!

Anônimo disse...

Fico imaginando como está hoje a cabeça de um petista, aquele que gosta da “boquinha”:

“Vamos perder São Paulo, Porto Alegre, e até o Rio para o Gabeira, que teve apoio do Serra. Vamos perder até em Belo Horizonte, que é nossa já tem um tempão. Além de Recife e Fortaleza nos sobrará umas cidadezinhas sem expressão. Imaginem só, nossos companheiros de Minas já estavam acostumados! Vão ter dificuldades pra manter o padrão de vida, escola de filhos, vida social, imaginem ainda se perdemos para o Serra em 2010, aí teremos que voltar todos para os sindicatos, e vivermos dos programas de “amparo aos trabalhadores” ou do lixo das cidades que nos sobraram.”

- Companheiros, o negócio é o seguinte, estamos em guerra, e faremos tudo, tudo mesmo “pelo bem do povo brasileiro”. Vamos lutar contra o golpismo e contra o neo-liberalismo ...

O enfrentamento entre os policiais civis e militares de SP é apenas um aperitivo do que nos espera para a próxima eleição de 2010. E vão visar o estado de São Paulo, onde está o principal adversário dos petistas.

Adri

panoramix disse...

Adri, meu amor, primeiro procura tua turma. Segundo, o que menos motiva voces é o "polvo". O objetivo primeiro é o dinheiro vindo de negociatas, várias maracutaias Brasil afora sempre envolvendo os "bicudos" e associados, sempre com nomes bonitos tipo "choque de gestão". O 'polvo" que se ferre, não é mesmo. A gente conhece a laía de vocês e como invocam o nome do "polvo" em vão pra se locupletar! Sacripantas!

Suzie disse...

"Pobre" Adri...Adri "pobre"!
Desqualificando a nossa luta!
Quem mesmo não sobrevive sem "boquinha"?
Eu nunca precisei!
E tu?
Quando o PSDB/DEM perderam a eleição o quê aterrizou de paulistas aqui no RS...
São Paulo era pequeno para o cabidão!
O PT e a Frente Popular não tem prefeitura, não tem governo do Estado e faz BONITO!
É só ver o desespero do "paz e amor" da campanha do Fogaça!
Sem esquecer em Canoas!
Cruz-credo!

Anônimo disse...

Cara Suzie,

é que a Adri não tem argumentos para defender a ação da yeda/serra nestes episódios lamentáveis de ontem então fica tirando argumento ultrapassado e facista prá mascarar a discussão sobre a violência das polícias.
é uma coitada, (de coito, mesmo)

abraços e boa luta

Sônia Peres

Prestes disse...

Bah, sempre fui daqueles que achei justa e até bacana as constantes discordâncias do Maia por aqui. No entanto, depois que o cara justifica porrada por estarem impedindo pessoas de entrar... aí fica difícil. Se o cara quer liberdade de expressão que se expresse pela liberdade não pela falta dela.

Fora Maia!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Eu não estou justificando porrada e nem fascismo. Sou absolutamente contra o fascismo. Não pode haver tolerância com o fascismo. O que estou a destacar (como dizem os portugas) é que a notícia deve ser inteira. Os bancários estavam impedindo a entrada e saída de pessoas e essa notícia não é divulgada pela mídia alternativa de esquerda. É apenas isso e nada mais do que isso.

Anônimo disse...

Aqui, o (des)governador Serra insufla a briga de rua entre as polícias e, claro, joga a culpa no PT. Logo, logo, a culpada será a Marta.

armando

panoramix disse...

Off topic: Banrisul+Microsoft, jeito tucano de ver o mundo:
http://info.abril.com.br/professional/windows/o-banrisul-trai-o-pinguim.shtml

Carlos Eduardo da Maia disse...

Armando, a proposta da polícia civil paulista é completamente absurda. Eles querem reajustes acima de 10% para cada ano nos próximos quatro anos e querem engessar esses reajustes. O governo paulista oferece 6% este ano. É uma proposta bem razoável. Nenhum governo de qualquer partido, inclusive do PT, concedeu ou concede os reajustes propostos pelos policiais. POr isso é de se estranhar.

Anônimo disse...

Não meu caro, Maia. Mente o vampiro Serra, inclusive dizendo na TV "Oficial" que fizeram 3 propostas boas. Não fizeram. E se eram boas, por que a 2ª e a 3ª?

armando

Prestes disse...

Maia, tu adora ZH. Quanta coisa eles não escondem??? Notícia tem hierarquia, entra o que é mais relevante.

Diante de tamanha brutalidade, trancar a porta é irrelevante. E isso se chama greve, um direito constitucional. Tu acha que é dever de um jornalista ressaltar o óbvio, o correto, diante do brutal, do criminoso???

Tá justificando a porrada, sim! A BM faz uma mega operação de repressão e tu te atém a supressão de um dado na notícia?? Que tipo de democrata tu és??? Aí o Chavez não renova uma concessão, direito constitucional, tu vai dizer que é ditadura.

Sei como é "certa direita". Porrada é liberdade, exercer a lei é ditadura. Tu és um fascínora!

Prestes disse...

Num momento como esse em nossa cidade, em que o Estado move uma mega operação pra abafar movimentos sociais pacíficos, o mínimo que um cidadão de bem faz é ficar chocado. Nessas horas direita e esquerda são irrelevantes.

Quem não se posiciona contra a ação da polícia é anti-democrático, é contra a vida, é contra a sociedade.

Nessas horas pouco importa se sou a favor dos bancos, se acho que o bancário é um vagabundo. No momento em que alguém se organiza para pedir algo e leva porrada, é o momento de refletir, de coibir isso, de controlar a polícia, antes que haja um enorme retrocesso nas liberdades de expressão, associação, etc.

Maia cai na real!!!

Anônimo disse...

Gente, falando em violência policial estava assistindo a RecordNews e as imagens ao fundo mostra a pólícia batendo com muita violência no rapaz, quem estiver lendo esse material em SP, por favor denunciem, não cabe a polícia fazer justiça, o rapaz saiu bastante machucado do apartamento e a TV está defendendo a polícia.

Maria Rita

Anônimo disse...

Maia,
Queres "notícias inteiras"????
Então porque a ZH, Correio, não publica que a polícia já vinha com provocações todo o percurso da Marcha?
Que foi a tropa do facista Mendes que quase nos atropelou com seus carros ( àqueles de carregar milico) na frente da igreja Matriz???
Que o carro de som não atropelou ninguém e sim foi quase atropelado pela polícia de choque???
Estamos na LUTA sim e agora com mais força ainda.
Onde estavam os deputados da direita que não foram nos defender??? Ah! Esqueci estavam comendo "a merenda escolar" dos nossos aluninhos na casa nova da Yedinha -hirccc-
angela

Anônimo disse...

O que se assina Carlos Eduardo da Maia recebe dinheiro do contribuinte para surfar em blogs.
Detalhes? Em breve...

Anônimo disse...

E o Fogaça está tramando algo para dia 26.

Vai dizer, obrigado povo portoalegrense!

Mais 4 anos de governo sem pt.

E os "sem boquinha" vão continuar mandando nos blogues da "certa esquerda".

Ciro

Anônimo disse...

A véia partidarizou a BM. Basta ser contrário ao desgoverno dela que leva pau. O interessante é que não vejo os defensores da democracia e do estado democrático de direito(a) denunciarem essa situação. Pelo contrário, sempre encontram um motivo para justificar o injustificável.

Anônimo disse...

Anônimo 00:28 --- A BM não deve admitir atos fora da lei.
Não estamos mais em época de FSM, quando a esquerdalha mundial vinha cagar e sujar nossa cidade.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Minha opinião sobre este assunto é a mesma do Humberto Trezzi da ZH, artigo abaixo:
Quando querem atingir Yeda Crusius e sempre querem, por uma questão ideológica , os movimentos sociais, sindicais e a oposição em geral batem no coronel Paulo Roberto Mendes. Porque ele é o alvo mais visível. Porque usa farda, o que desperta antigos ressentimentos. Porque não mede palavras. Porque está sempre pronto para discutir com aqueles a quem chama de baderneiros. É o bicho-papão da governadora.Mendes argumenta que apenas cumpre a lei, ao reprimir protestos que atrapalham a vida da população. De fato, cabe mesmo à BM impedir que avenidas ou portas de banco sejam bloqueadas por manifestantes. Afinal, ao direito de protesto, cabe também o direito do cidadão de entrar no estabelecimento e circular pelas vias públicas.Os problemas das ações coordenadas por Mendes são dois. Um deles é o excesso. Se os PMs já retiraram da porta do banco os bancários, por que continuar batendo? Por que não tentar o diálogo, antes de bater (se o manifestante se dispuser ao diálogo, bem entendido)?
O segundo dilema é que Mendes trata como criminosos os manifestantes. Ora, a lei até pode considerar que os ativistas cometem um delito ao bloquear acessos, mas a lei está aí para ser interpretada. As relações humanas são pautadas pela política e protesto político não é o mesmo que assalto à mão armada.Mendes faz questão de liderar pessoalmente as barreiras contra os manifestantes políticos. Com isso, vai estar lá no dia em que um dos ativistas morrer ou ficar seriamente ferido. E será responsabilizado diretamente por isso. Não seria melhor para todos se o coronel reservasse sua louvável energia para estar na linha de frente do combate ao criminoso profissional?

Anônimo disse...

A PM daqui tem o mesmo despreparo da daí, basta verificar o que fizeram com a polícia civil e depois com o caso de um garoto desiquilibrado que prendeu a namorada em Sto. André. E cara-de-pau do Serra culpa o PT. Logo dirá que a culpada é a Marta...

armando

Luís disse...

EU quero atingir, SIM, a governadora que acobertou esquemas milionários de desvio de dinheiro público e está destruindo serviços e políticas públicas do estado!!!
Mas não pelos métodos dela e do seu apoiador da prefeitura de Porto Alegre, mas democraticamente - porque eu lutei muito para que fosse assim!!!

E dizer que eu já ouvi "acusações" tipo "Olívio partidariza o governo"...
alguém me arranja um "poste" para concorrer ao governo do estado - que não seja de direita - que eu começo a campanha dia 27 de outubro!!!!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Luis, você deveria respeitar os votos da maioria das pessoas deste estado que votaram em Yeda. O candidato dos "movimentos sociais", que são na verdade minorias participativas, perdeu a eleição. E numa democracia o voto da maioria prevalece. É ou não é?

Daniel disse...

Maia,

Acaso você é contra o direito de greve? o último recurso dos trabalhadores contra a imposição da situação de trabalho?

Os cidadãos tem garantido pela cosntituição de 88 o direito de agir mesmo que de forma violenta (que não é o caso porque os atos foram pacíficos) contra injustiças.

Quem trancou a rua foi o choque, não os manifestantes, quem atrapalha o trânsito são as blitz arrecadatórias da Yeda/Mendes.

E a "esquerdalha" está na rua sim, direito democrático e cosntitucional. Quem está do lado de Mendes é fascista!

Daniel

Anônimo disse...

Logo após as agressões sofridas pelos bancários na porta do Banrisul, de forma covarde e intolerante, me dirigia para a Av.João Pessoa, no que encontrei o Senador Pedro Simon. Como eu ainda estava em estado de choque (ativo/adrenalina) interrompi seu caminho me lhe relatei o acontecimento das agressões, creditando ao seu (Yeda)governo e ao operador das maldades, o Cel.Mendes. Pergunta dele e de quem o acompanhava;Quem é este Mendes??? Aí desisti dando meia volta. Que triste final de caminhada para este político tido até agora como um bom burguês edemocrata!

Anônimo disse...

A BM está uma vergonha. Não há políciais na rua, o 190 não atende qdo se liga. Tb pudera, os PMs são desviados para bater em bancários e professores. Pergunto que tipo de gente defende isto. O que justifica um policial treinado dando escudadas, cabeçadas e cacetadas em pessoas desarmadas. O que é isto senão negar o direito de manifestação? Será que um policial do choque não consegue tirar um bancário da porta pelo cangote, sem cacetete e escudo? Se não for capaz de fazer isto há algo errado. O comando deve ser ocupado por alguém que demonstre inteligência, não por um sujeito que afirma: "Vou sair dando porrada em todo mundo!"
Enquanto isso os caça-níqueis continuam soltos por aí, os desvios de verba, Detran, mansões no litoral. Imprensa? Não temos imprensa no RS. Parece que os bandidos tomaram conta do nosso Rio Grande. Não podemos se entregá pros hôme, mas de jeito nenhum! Não tá morto quem luta e quem peleia.
Um comentário que chega a ser cômico: "Luis, você deveria respeitar os votos da maioria das pessoas deste estado que votaram em Yeda. O candidato dos "movimentos sociais", que são na verdade minorias participativas, perdeu a eleição. E numa democracia o voto da maioria prevalece. É ou não é?" Desde qdo o fato de ter sido eleito dá o direito de agira fora da lei, promover escândalos como o Detran, fazer falsa declaração de bens e outras cositas mas? Desde qdo isto que é democracia? Este Sr justifica falcatruas com eleição e massacre por estar na porta. Isto foge a qualquer critério de proporção ou de bom senso. Até eu seria capaz de arrumar um argumento melhor para justificar os abusos e falcatruas do governo no grito.

Luís disse...

Muitos acreditaram e votaram na Yeda-novo-jeito-de-governar... e quem paga pelo estelionato eleitoral?! Ou o do Ronchetti, em Canoas?!
Estou falando de questões objetivas, conhecidas... quem me paga pela quadrilha que assaltava o estado há mais de 4 anos? O Rigotto, então?! Mas nem quero cobrar dele, pois ele pode imitar o Lula - não a Yedinha, que nomeou o Flávio Vaz Neto por dentro de tudo, pois assim é que manteria apoios ao seu jeito novíssimo de governar!!!
Democracia, para mim, é muito mais do que concordar com a Rosane de Oliveira e depositar voto em urna de 2 em 2 anos... lutei muito por isto, mas sei que a luta continua... literalmente e sempre.

Anônimo disse...

A pantalhuda Yeda é uma fascista, e in dicou para a comando da polícia um fascínora para fazer este serviçinho sujo.

O Maia eu sempre disse que era um fascista, e é. E continua a defender os fascinoras do governo-policial-bandido da Yeda.

E se o Maia não sabe porque que o fascinora do Mendes não reserva a energia dele para os bandidos é porque ele teria de prender o Busatto, o Culau, Os Fernandes, o Lair, e todaranjal da desgovernadora.

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo