Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 28 de outubro de 2008

BNDES não é hospital


Ouviu, dona Yeda?

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse ontem, durante evento realizado pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças, em Campinas, que o governo não vai socializar os prejuízos das empresas que perderam com operações de derivativos cambiais.

“Quero deixar bem claro que o BNDES não está fazendo operações de socorro. O BNDES não é hospital. Nós não estamos bancando prejuízo”, afirmou. “Quando afirmei, na sexta, que o BNDES atuaria para apoiar as empresas que estavam perdendo com operações com derivativos, deixei muito claro que as empresas que tiverem prejuízo terão de arcar com eles. É algo difícil que terão de equacionar com o sistema bancário privado, que já se mostrou disposto a refinanciar”, disse Coutinho. A informação está no Estadão, de hoje.

Ele afirmou que o papel do BNDES será, após as empresas equacionarem seus prejuízos, o de ajudar e examinar tipos de reforços a programas de exportação e expansão das companhias afetadas. Mas sem taxas ou operações privilegiadas e dentro das condições de mercado, garantiu Coutinho.


Um comentário:

Oscar disse...

Mas a véia não acreditava no livre mercado. Deixa que a mão invisível resolva o problema. Por sinal, será que não foi a tal mão invisível que passou lá pelo DETRAN?

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo