Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 13 de maio de 2008


Governo Lula quer inaugurar 150 escolas técnicas até 2010

O ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou ontem que o governo pretende inaugurar nos próximos dois anos mais 150 escolas técnicas profissionalizantes.

A previsão é de que o ministério encerre as licitações das obras até o final do mês de julho e que pelo menos dois terços delas já estejam em condições de serem entregues em 2009.

De acordo com dados do MEC, serão destinados 600 milhões de reais para a expansão direta da rede. Outros 900 milhões de reais, para a compra de material e para infra-estrutura das escolas públicas federais. A informação é da Agência Chasque

4 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Fernando Haddad da educação e Temporão da saúde são os dois grandes ministros de Lula. E o Brasil precisa investir exatamente nisso, educação, educação e educação. Está na hora do governo federal tomar as rédeas da educação básica no Brasil, traçando diretrizes e impondo metas aos Estados e municípios para melhorar a qualidade do ensino e também dar incentivos aos professores que são muito, muito, muito mal remunerados neste Brasilsão a á má remuneração reflete no preparo desses servidores.

Daniel disse...

Realmente, como afirma o sr. do comentário acima "Está na hora do governo federal tomar as rédeas da educação básica no Brasil, traçando diretrizes e impondo metas aos Estados e municípios para melhorar a qualidade do ensino".

Eu, como professor do ensino médio no RS vejo o quão é grave o problema do ensino público, e que se agravou ainda mais com os tropeços da atual governadora, que achou formas de acentuar a falta de professores, fechar escolas e diminuir o nºde turmas, dificultando ainda mais o trabalho do professor.
Fora isso, não revalidou o concurso do magistério do governo anterior, onde poucos aprovados foram chamados, (eu mesmo, no meu munícipio, estava entre os 1ºs e não fui chamado), inutilizando uma mobilização de mais de 50 mil pessoas que realizaram o concurso.
Atualmente, os professores estão sendo contratados diretamente, sem concurso, com critérios de seleção extremamente duvidosos e obscuros.
Resta saber até quando isto continuará acontecendo.

Que bom se "governo federal tomar as rédeas da educação" significasse intervir na administração desse Estado, pois a maneira como os professores e alunos estão sendo tratados deve ser inconstitucional, e imoral.

Anônimo disse...

Eita blog chapa branca...

Anônimo disse...

O Maia só defende o Temporão porque eele serviu ao DEMO (Cesar Maia), na vedade não tem nada, mas nada mesmo do Temporão que sirva para dar um destaquesinho minimo.

Além das duas avalanches de dengue no Rio, uma quando foi secretário do Maia, e outra agora como Ministro.

Mas o que deve ligar o Temporaão ao Maia deve ser a estória das fundações, que pretendem privatizar a saude, e no delirio supremo, talvez transformar shopping em remédio, no receituário dos "Maia.

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo