Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 15 de julho de 2010

A propaganda que deseduca e desacredita o sistema de ensino


Carta de uma professora responsável

Recebo mensagem de uma professora (com mestrado) que prefere não divulgar o seu nome, por motivos compreensíveis. Ela reclama de um filme comercial que está sendo veiculado a toda a hora na mídia de TV.

Trata-se do anúncio comercial-institucional de uma cadeia de supermercados de Porto Alegre, onde se promove o que ela chama de "campanha de deseducação das crianças em idade escolar". O objeto do filme é a relação pai e filho e "consagra um senso comum sobre a convivência inexistente entre o homem e os dinossauros". "O filme não é muito explícito, mas sugere que o homem tenha convivido e foi mesmo presa dos grandes répteis do período Mesozóico", continua a professora.

"Caro Feil, nós professores, passamos praticamente dois semestres tratando de desmontar esse imaginário fantasioso e anticientífico, que as crianças trazem principalmente da televisão, para depois um comercial de um minuto nos desmentir, plantando novas falsidades produzidas por irresponsáveis e ignorantes".

"Estou me dirigindo ao teu blog porque não temos a quem recorrer, os propagandistas são praticamente os donos do que é publicado nos jornais e outros meios de comunicação, o dinheiro das empresas que anunciam ditam as regras do que é publicado e do que vai ao ar, nós não temos nenhuma tribuna e muito menos acolhida nas autoridades que gerenciam o ensino no município e no estado e ainda temos que tolerar calados a esse verdadeiro desserviço à educação e ao conhecimento de nossas crianças e jovens".

"Você vê que os grandes répteis viveram no período Mesozóico, ou seja, há cerca de 200 milhões de anos. Foram extintos no mínimo há 100 milhões de anos. Sabe-se que o homem tem mais ou menos a idade de 18 mil anos. No entanto, no filme do supermercado um dino ameaça um homem e o próprio menino de óculos da propaganda enganosa. Na sala de aula, nós somos questionados pelos alunos sobre o que veem na televisão, então voltamos ao tema para esclarecer, mas sempre fica uma reserva de desconfiança e descrédito ao que estamos ensinando. Desse jeito, a nossa autoridade em sala de aula vai aos poucos sendo desgastada. Isso gera desrespeito ao professor, conflitos com o aluno, perda de estima na nossa profissão e descrédito generalizado ao sistema de ensino como um todo" - encerra a professora.

...............................

Sem comentários.

4 comentários:

Amoral NAtto disse...

Acho bom mesmo que isso aconteça, que os jornais e empresas de publicidade serem cada vez mais pegos em suas mentiras. As crianças já vão crescer desconfiando de TVs e jornais!!!

Anônimo disse...

Pelo amor de Deus, quem na sua infância não assistiu aos Flinstones convivendo com dinossauros? Algum de vocês, por causa disso, cresceu achando que homens e dinossauros conviveram?

Não subestimem a inteligência das pessoas. Essa professora devia se preocupar em ensinar melhor matemática e português, coisas básicas que nossos alunos atualmente não aprendem.

Anônimo disse...

Essa professora não tem mais o que fazer... Eu cresci vendo na TV o seriado "O Elo Perdido" e durante muito tempo acreditei que homens e dinossauros conviveram mesmo. Nossa isso deu um outro rumo a minha vida, kkkkkk....Vocês repararam como tem crescido no PIG as chamadas para colunas do tipo "Planeta_Bizarro" , "Curiosidades mórbidas", "Você sabia que", enfim, eles querem que a gente fique alienado a qualquer custo, não desistem de focar em abobrinhas e esconder o que interessa.

Zeca disse...

Partilho da indignação da professora mas existem coisas muito piores por aí. No colégio da minha filha contaram para ela que alguém tranformou água em vinho e que esta pessoa teria voltado a viver 3 dias depois da sua morte...

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo