Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Três Mônicas e o elogio do nada

Recebo correio eletrônico do leitor Pantaleão Kalil me espinafrando, na boa. “Como você não comentou isso no blog?” – indaga severo o senhor Kalil. Ele se refere a uma nota na coluna da jornalista de Zeagá, Rosane de Oliveira, publicada sábado, dia 4 de agosto último. A nota é esta abaixo, na íntegra, e está adornada pela foto acima.
Assessores da secretária da Cultura, Mônica Leal, ficaram eufóricos ontem ao ouvir da presidente da Câmara, Maria Celeste (PT), durante visita à Casa de Cultura Mario Quintana, que “se Yeda Crusius tivesse mais três Mônicas no governo, a oposição teria problemas na próxima eleição".

Ex-colega de Mônica na Câmara, Maria Celeste disse ontem à noite que o governo vai muito mal e que, mesmo sem dinheiro, a secretária da Cultura "ainda consegue fazer alguma coisa".
Quero dizer ao prezado Pantaleão Kalil que ele está tapado de motivos para se insurgir contra este blog vacilão. Como eu fui cochilar nessa comédia? Como? Filme dos tres chiflados, e eu dormindo!

Dois vereadores petistas (Adeli Sell e Maria Celeste, na foto) elogiando o nada, batendo palmas vazias e sabujas para a secretária estadual de Cultura, Mônica filha-de-coronel-mãe-esposa-jornalista-enquanto-mulher Leal. Que raro! Mas tem chouriço debaixo desse pirão, isso tem.

Sobre a secretária de Cultura e sua notável “obra”, quero apenas poder repetir as palavras do poeta Paul Valéry:

“O mais profundo é a pele.”

5 comentários:

Deposito do mala disse...

Percebo no texto uma ponta de ingratidão com a Secretaria da Cultura, mulher ativa, empreendedora e sensível, apesar da proposta do baile de debutante. A governadora está certa, se o governo Olívio tivesse a intelegência de nomear tr~es Luis Marques, certamente teria outro tipo de governo e o Tarso teria sido eleito. Deixem os preconceitos de lado, afinal ela não tem culpa de ser filha de um coronel que de uns cascudos nos comunas. Não fiquem presos a ideologias baratas.

Joca disse...

Maia, não fique preso a baratas ideológicas.

Deposito do Maia disse...

Joca, o Maia que comentou acima é fake. Considero um erro crasso da Yeda ter colocado a Monica Leal como secretaria da cultura. Nesse sentido, estou mais ou menos de acordo com o dono deste blog.

deposito do mala disse...

Joca, não é verdade o Maia aí de cima é o falso. Gosto muito da Mônica e sou muito amigo do Azul Marinho. A gestão dela é muito melhor que o Luis Marques do PT. O governo Yeda teria grande viabilidade se tivesse na Secretaria da Fazenda uma trabalhadora como a Mõnica.

Deposito do Maia disse...

Olha é difícil dizer qual o pior, o imbecil do Luiz Marques ou a Monica Leal.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo