Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 16 de agosto de 2007


O pavão e suas relações misteriosas

Ontem em Porto Alegre, o ministro da Defesa Nelson Ruy-Barbosa-em-compota Jobim fez uma inspeção no Aeroporto Salgado Filho. Por cerca de uma hora e trinta minutos, o ministro e pavão, circulou por todos os ambientes internos e externos do aeroporto internacional. Agora a segurança aérea dos gaúchos está garantida! O Salgado Filho é um aeroporto inaugurado há quatro ou cinco anos, novo, portanto, e que precisa apenas de uma extensão de pista para atender aeronaves de transporte de carga pesada, nada mais. Pura teatralidade de canastrão.

Aliás, o que o ministro e pavão, deveria se preocupar era o de negociar contrapartidas com as operadoras de transporte aéreo de carga, uma vez que o Governo Federal irá investir – inicialmente – cerca de 80 milhões de reais na ampliação da pista de pouso-decolagem do Salgado Filho. O investimento público implica simetricamente em diminuição de custos operacionais das operadoras, logo, nada mais justo que o Estado exija contrapartidas dos beneficiários diretos daqueles investimentos. Mas sobre isso o teatral Jobim nada falou.

Comentou-se muito ontem foi sobre a possível ida do deputado Eliseu Padilha (PMDB-RS) para um cargo relevante na área de influência do ministério da Defesa. Ninguém desconhece em Porto Alegre, que o ex-ministro dos Transportes do governo FHC, Eliseu Padilha, é amigo e ex-sócio de Jobim de um poderoso escritório de advocacia em Brasília, o célebre Escritório Ferrão (Edifício Belvedere, Asa Sul, DF). Um dos artífices da constituição do desconhecido e apagado deputado Padilha como ministro dos Transportes do governo Cardoso foi exatamente Nelson Jobim, seu padrinho, seu amigo, seu eterno benfeitor.

Em Brasília, aliás, os advogados militantes nunca entenderam muito bem a relação profissional estreita entre Jobim, um jurisconsulto, e o modestíssimo rábula Eliseu Padilha, que talvez não saiba redigir sequer uma simples petição judicial e sabidamente tem relações difíceis com a sintaxe da língua.

5 comentários:

Sil disse...

E já vejo, "Jobim, para presidente. O único que peitou as empresas aéreas e acabou com o apagão aéreo!."

Carlos Eduardo da Maia disse...

Não gosto do Jobim que explicitou no STF a politicagem. Mas tenho de reconhecer que Jobim faz um bom trabalho. Ele está fazendo tudo o que o inerte e o "incorruptível" do Waldir Pires deixou de fazer. O problema do Brasil está além das ideologias e do lado político, está na gestão, está no comando, está na vontade, na determinação. O Salgado Filho necessita aumentar sua pista e, também, de um sistema que permita fazer pousos com neblina. Para aumentar a pista é necessário a remoção de uma vila e essa questão se arrasta indefinidamente. E por que se arrasta? Por que o Estado brasileiro dividido entre poderes municipais, estaduais e federal não funciona. É burocrático, é corrupto, é ineficiente. O Brasil precisou de um Jobim (argh) para chamar de seu.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Apenas para não deixar em branco, outro que faz um grande trabalho na gestão do PT é o ministro Temporão da saúde que não tem nenhum receio de defender o aborto e o planejamento familiar. Grande Temporão. E o Maia continua defendendo o Brasil que funciona do governo do PT: (Jobim, Temporão e PF)

Anônimo disse...

Achei um pouco preconceituoso. O problema do Eliseu Quadrilha é com a sintaxe???? Estamos tratando de problemas de "classe" ou de "sintaxe"? Cadê a análise objetiva, material????? Pobre movimento operário e camponês...absorvendo cada dia mais o preconceito nosso de cada dia burguês.
É os Maias, estão vencendo

PS: Eu entendi que não é um comentário do bblogueiro, mas q ele reproduz com grande entusiasmo.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Anônimo, não quero vencer em nada. Não estou competindo, please! Não tenho jeito para capitalista. Sou apenas um rapaz latino americano sem dinheiro no bolso e sem parentes importantes e vindo do interior!!!!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo