Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 17 de agosto de 2007



Manifestantes do Cansei fazem jus ao codinome que escolheram

Os leitores Armando (direto da Praça da Sé) e a Verinha informam que o movimento Cansei está mesmo fazendo jus ao codinome (o nome mesmo é o golpista Fora Lula!). Cansados e enfastiadinhos, fizeram forfait na manifestação que programaram por ocasião dos trinta dias da tragédia de Congonhas. Apareceram – segundo Armando que lá estava até às 16h, como olheiro voluntário avançado do DG – cerca de míseros 700 personagens em busca de um autor e de uma causa política, contando-se aí os tradicionais lúmpens da Sé.

Primeiro, eles anunciavam que era em memória das vítimas da TAM-Airbus, depois começaram a misturar as consignas, e agora saem do armário e desfraldam a obscura e perigosa bandeira do anti-Lula (fotos). Trata-se de uma manifestação tétrica que usa cadáveres como bandeiras, desfraldando a morbidez como política e o cansaço como discurso.

.........

Enquanto isso, sente-se um cheiro original no ar de agosto. Posso estar errado, e quero estar errado. Observam-se movimentos no sentido de fazer com que o Governo Federal encampe a apólice de seguro das vítimas do Airbus da TAM. Ou seja, o valor líquido do seguro seria adiantado pelo Governo Federal, enquanto a TAM e as seguradoras liberam o trâmite contratual sempre moroso e burocrático. Sugestões neste sentido, já foram levadas à Esplanada. Aguardemos para ver se o ministro Jobim terá a coragem de levar adiante esta proposta indecorosa. Imagino que a sua ousadia não chegue a tanto, e nem a sua teatralidade calculada. Afinal, ele ainda está num governo que não é o seu.

15 comentários:

Omar disse...

Os organizadores estimaram em 5.000. A brigada militar estimou em 1.200. De qualquer forma, um fiasco.

Claudio omar Dode disse...

Don Cristóvão,

Esta nossa Zelite é mesmo muito ridícula e vagabunda.
Só mesmo a forte vocação escravagista pode justificar tanta ojeriza ao trabalho.
Veja que o país está só querendo se movimentar minimamente, um crescimento de 4 talvez 5% e a nossa Zelite desmunhecadamente diz: Cansei!

sisqueci disse...

Fico até com pena da Luiza Helena Trajano, dona do Magazine Luiza. Madame tá tão cansada, mas tão cansada, que mandou todos os seus funcionários participarem do ato em seu lugar. E pelo jeito não foi quase nenhum, só os muito puxa-saco.

http://www.subsolo.org/hermenauta/archives/2007/08/index.html#008167

Anônimo disse...

Indico dois ótimos textos do Blog do Chicão:
- Reflexões sobre o “caos aéreo” e o egoísmo dos mais ricos
- Da hipocrisia à liberdade, da mentira à satisfação

http://blogchicao.tripod.com/

Lucas disse...

tem um puta relato naquele Terra Magazine. O melhor até agora na web sobre o bizarro na praça da Sé. Aqui: http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI1836438-EI6578,00.html

Sil disse...

Vale a pena assistir aos vídeos que o Azenha fez. Tem cada um.

http://viomundo.globo.com/

Anônimo disse...

Eu ja nasci cansado dessa "elite" nojenta, pusilanime e congenitamente fascista. Sera que jogar ovos neles resolveria?

Anônimo disse...

Chama o Boninho!

Anônimo disse...

Na verdade ,estou aqui não para comentar sobre esse nefasto movimento "Cansei"; vim apenas agradecer as observações que você fez a respeito de A. Huxley e seus livros no blog da Joice ("Implicante"). Procurarei visitá-lo mais vezes. Um abraço.

joice disse...

que bom encontrar o Halem aqui! :-)
agradeço também teus comentários no implicante, Cris. bom, isso já respondi lá.
sobre o cansativo Cansei, alguém esperava algo diferente dos nossos (sic) 'suíços apolíticos e apartidários'? e em Porto Alegre, hein? meia dúzia de gatos pingados. aliás, a mesma de sempre, fazendo o seu papelãozinho de sempre.
beijo e bom sábado.

Jorge Vieira disse...

Tratar ironicamente o movimento nipônico cansei pode ser uma alternativa divertida, e desse modo desconstituidora. mas deve-se levar em consideração que ele é um indicador importante, um sintoma de uma mudança - é primeira ação ruidosa de uma ala da direita desde 1964. Isso não é pouca coisa. Além disso, existe, claramente, uma militância, no mínimo, conservadora inclusive com participação sistemática neste blog. Podemos fazer piada, no entanto também devemos ficar antenado. Deixo uma pergunta como desafio: o que impulsiona essa direita?

Cristóvão Feil disse...

Salve compradre, meu Quelemém! Lembranças pra Riobaldo, Diadorim, Rosa'uarda, Zé Bebelo e todo o povo do Sertão, não esquecendo que o Sertão está dentro da gente! E viver é muito perigoso, muito perigoso!
Abç!

armando disse...

Sem esquecer que boa parte dos desocupados que estavam na outrora gloriosa Praça da Sé, buscavam proximidade com coisas como Hebe "Maluf" Camargo, Ivete "ACM" Cansada Zangalo, Agnaldo "Costa e Silva" Rayol, Vanderléia, e mais meia dúzia de personas da mesma importância dos anteriores para a cultura nacional. Mas, o que mais chamava a atenção além das dondocas com dezenas de seguranças, eram os "adivogados" (assim mesmo), esses chicaneiros da pilantragem, eternos defensores do lado mais forte.
O bom foi que o povo não entrou na toada, limitando-se a olhar, olhar, olhar...
Até quando?

Omar disse...

Advogados de São Paulo no final do expediente:
- Vamos tomar alguma coisa?
- Sim, de quem?

Obs: é só uma piadinha idiota. Nem todos os advogados paulistas são assim.

Verinha/PoA/RS disse...

Oma boa recomendação se quiserem ir um pouco mais além. Nesse blog, que colo o link abaixo, até jornalistas da FOX NEWS, tiram sarro do tal movimento cansado. Gente, que vergonha! Observem também a foto da capa da revista 'FUÇAS', o casamento dos cansados. Atentem para a cor das roupas das convidadas-madrinhas. Plagiando um comentário da Caia Fittialdi, " é um casamento sem noivo; só essa mulherada com cabelo de laquê. Portanto, falta sexo (e falta muuuuuuuuuuuito [risos, risos]), portanto, nessa "boda" de tesão-zero e pai magro-ossudo (tesão mais zero ainda!); e -- bonito, mesmo, nessa capa, é o beijo tesão-cuidadoso do Murilo Rosa, na sua noiva grávida, vestida com alegria... e ele carregando as flores. Dêem uma boa olhada, vale a pena:
http://blogdopetta.blig.ig.com.br/

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo