Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sábado, 29 de maio de 2010

Plínio de Arruda Sampaio é tiete da China?


Os tais "créditos" da deputada Genro junto à RBS

De nada adianta a deputada Luciana Genro (PSol-RS), volta e meia, ocupar a tribuna da Câmara para homenagear o grupo RBS, como já assinalamos aqui no blog.

Vejam só: na edição de hoje do jornal Zero Hora (grupo RBS), a abelhinha-operária da família Sirotsky trata o pré-candidato do PSol à presidência da República, Plínio de Arruda Sampaio, como se fora um leproso bíblico. Chega a atribuir à Plínio uma tietagem indevida. Garante que o velho militante da Juventude Universitária Católica (JUC), que depois derivou para a Ação Popular (AP, cujos militantes eram conhecidos jocosamente como "apedeutas"), tenha alguma simpatia modelar pela China.

Já se vê que são vãs (e bestas) as tentativas da deputada Genro querer se capitalizar com o grupo RBS. Investiu errado. Não lhe trazem os dividendos esperados e só lhe acrescentam débitos indevidos à sua conta-movimento na financeira do PIG.

Com essas "companheiras", Plínio não precisa de inimigos no RS.

Ouça mais da orquestra de metais dos irmãos Boban e Marko Markovic, da Sérvia:

Boban I Marko Markovic Orkestar - Dzumbus Funk
Found at skreemr.org

Notem quem bebe nesta fonte de águas frescas e criativas: o Beirut, de Zach Condon. É só observar.

13 comentários:

Maurício Santos disse...

Olha, eu esperava muito mais do Plínio. Este particular misto de um certo catolicismo com sei lá que concepção de socialismo que ele defende não deu pra aguentar. Ele citou o sistema de saúde inglês de forma totalmente equivocada; lá há o sistema público mas também há o privado; assim como na Espanha, por exemplo. Depois falou de mercado interno como base de sustentabilidade para o país, como se isso já não estivesse ocorrendo em bases possíveis. E, por último, deu uma de tucano ao afirmar que os programas sociais do gov. federal são assistencialistas e demagógicos. Falar isso é o fim. Discurso furado, amador... Plínio era a única possibilidade, pra mim, de não votar em Dilma. Acabou ontem. A abelhinha não teve que se esforçar para fazer o serviço, a bola tava quicando. ps- a citação que ele fez de Alan Badiou só mesmo com plasil...

Anônimo disse...

Esse seu post é exemplar para se compreender como funciona o conceito de "imprensa" para uma pessoa de esquerda. Nesse conceito delirante e autoritário, alguém mantém uma boa relação com um veículo para, em troca, receber um bom tratamento, não importa o tema ou o desatino que cometa. Para um veículo de comunicação "amigo", por exemplo, a China será sempre um exemplo de democracia, o mensalão jamais terá existido, o Irã não quer produzir armas nucleares, etc, etc...

Anônimo disse...

PAra mim foi uma tentativa rasteira da abelinha de desconstruir a candidatura Plinio. Onde entram os créditos da Luciana??? Acho a LG desprezível, mas essa não entendi. É uma suposição??? Ela foi a fonte??? Sendo a fonte ela pautou a forma e o conteúdo da nota????
Pq o conteúdo, exceto a parte de "regímes autoritários" (q duvido q o Plinio tenha defendido, muito menos a China), está correto. Principalmente a parte de não negociar produtividade com o latifundio. Produtividade se exige numa etapa seguinte.

Anônimo disse...

PAra o Mauricio,

Quem critica possiveis falhas no discurso do Plinio, não acho que a parte do bolsa familia seja uma (a do sist inglÊ sim), e diz que vai votar na Dilma por isso, edve olhar para o proprio umbigo. Ou não ouviu o discurso pró autonomia do BC, indo à direita do Serra???? E tantos outros que se for listar, vai dar uma longa lista...
Ainda prefiro o do Plinio que bem ou mal, tropegando no catolicismo (não há religiosos no PT??? Marina que o diga), pauta o socialismo. No 1º turno Plinio, no 2º, Dilma.

Fabrício Nunes disse...

Que é isso, companheiro? Não te entendo. Queria Luciana numa potura à PSTU? Qual a importância dela,eventualmente frequentar a RBS se o que vale mesmo são as suas posições polítcas - todas voltadas ao enfrntamento do rentismo!
Para combater o lulismo convertido, no atual contexto, nada me parece mais eficiente do que o PSOL.
Ou tú pensas que meras análises corretas - como as que fazes, aliás - são suficientes? Interpretar o "mundo petista" não basta, certo? Transfrmar a realidade requer ação concreta, sem sectarismo e até permeada de alguns equívocos...

Cristóvão Feil disse...

Caro Fabricio,

O velho Lênin tinha um nome para esses ziguezagues lucianescos que defendes: Oportunismo!

Abç.

CF

Fabrício Nunes disse...

Ok, Feil. Vamos dar tempo ao tempo para verificar se a tua caracterização é correta. Podemos estar em erro - nós os dois. Por enquanto, não vejo qualquer traço de oportunismo na trajetória de Luciana. Como não antevejo outra ferramenta pontual de disputa que não seja o PSOL.
Como, todavia, considero as tuas abordagens absolutamente respeitáveis e intelectualemnte honestas, quem sabe não sou eu o equivocado? Se for, serei o primeiro a reconhecer.

abraço.

Maurício Santos disse...

Olha só, caro anônimo das 22:48, me preocupa muito que alguém com o histórico do Plínio se mostre com noções tão equivocadas, como no caso da saúde; veja bem, hoje em dia é fácil pesquisar e, ao menos, não chutar a bola tão fora assim. Também acho que é possível e necessário radicalizar e intensificar as políticas sociais, mas chamar as que estão sendo aplicadas de "assistencialistas e demagógicas" é papo furado dos tucanos; o mundo inteiro está vendo! O criacionismo da Marina é lamentável e, só por isso, já mantenho distância dela; mas essa proximidade histórica do Plínio com a Igreja não é coisa boa... já basta o messianismo da Heloísa Helena. A Dilma, felizmente, apóia a descriminalização do aborto, as pesquisas com óvulos, e muito provavelmente não fará nada para atravancar a possibilidade de união civil dos homossexuais. Então, essa candidatura do Plínio, por enquanto, me parece muito amadora e confusa.

tiago disse...

Efetivamente, o PSOL é o melhor caminho para contestar o chamado lulismo de resultados. Mesmo que se discorde de algumas atitudes da Luciana Genro, três observações: ainda que seja a expoente do PSOL, o partido é muito maior do que ela; além disso, se ela fosse oportunista, teria ficado no PT e "surfado" na máquina governamental, não batido de frente como o fez; por fim, não é crível que alguém concorde com tudo que um governo/político faz, tem que olhar o conjunto da obra e, no conjunto, a Luciana vai bem.
Quanto ao discurso do Plínio, nada de amador ele tem. Aliás, o fato dele ser católico em nada o prejudica; por exemplo, no discurso de lançamento de sua campanha, expressamente defendeu o casamento de homossexuais. Além disso, deixou claro que seu programa de governo será o do partido, mesmo que discorde de um que outro ponto; sendo o PSOL amplamento a favor da descriminalização do aborto, ele fatalmente apoiará a medida. E, de fato, é a única alternativa possível aos projetos hegemônicos, ainda que não se concorde com tudo que ele diz; apegar-se a detalhes ou eventuais erros do candidato para dizer que acabou a possibilidade mais parece desculpa para votar na Dilma, já que erros todos cometem, o que importa é o projeto geral que defendem.

Maurício Santos disse...

Detalhes??? :0

joão disse...

A Luciana "volta e meia" ocupa a tribuna da camera para homenagear a RBS?? Que qui é isso cara palida??
Acho admiravel esses comentarios irados contra a Luciana e fora um q outro dep estadual do PT nada é comentsdo e criticado dos demais deps. . Na real praticamente ninguem, nem RBS, Correio os blogs de esquerda falam deles. Nem se elogiam (a Maria do Rosario elogiou como representante do PT do RS) ou criticam. Nem um pio deram os petistas e PT sobre a propagando do DEM como Serra , tudo caladinho porque? E A Luciana é que é oportunista? Quem sabe oportunista é aproveitar as criticas da RBS ao Plinio para malhar a Luciana.

Anônimo disse...

A Marina é co$mético.

O fabricante é a Natura

Claudio Dode

Sérgio Cardoso Morales disse...

O créddito da Luciana Genro com a RBS por conta das homenagens dela ao monopólio da expressão sulina de nada adiantam para Plínio também porque, na disputa interna no PSOL, Luciana foi flagrantemente contra Plínio e tudo o que ele significa. Preferiam até mesmo apoiar Marina Silva (e não se sabe se não o farão oficiosamente, "cristianizando" o Plínio.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo