Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Dadeus Grings, direto do século 14


Arcebispo católico de Porto Alegre garante que a "sociedade é pedófila"

Contribuindo com a onda regressista que assola o Brasil e o globo, Dadeus Grings manifestou uma visão de mundo que supunha-se superada pelo Iluminismo (séculos 18 e 19).

As palavras e as rudes ideias caem da boca de Dadeus como os butiás maduros rolam dos butiazeiros. Não há nexo algum, caem porque são excretados. A fisiologia domina a razão.

Para o arcebispo de Porto Alegre, que certamente se tem como o martelo de Deus, "o abuso sexual de crianças e adolescentes seria mais frequente entre médicos, professores e empresários do que entre sacerdotes" (in Zero Hora, de 05/05/2010, p. 32). São afirmações fortes, graves, que precisam ser interpeladas judicialmente pelas entidades representativas dos médicos, professores e empresários, diretamente acusados de crime de pedofilia pelo funcionário da moral.

Como se vê, as emanações partem de um espírito confuso e assombrado por fantasmas arcaicos. Expele brutalidades como as locomotivas soltam fumaça suja no ar, a mecânica é a mesma.

Ultramontano, Dadeus reforça o pensamento da direita guasca. Investido de autoridade religiosa, esse sujeito é uma grave ameaça social.

19 comentários:

zé bronquinha disse...

Creio que a grande presença de pedófilos na Igreja se deve ao fato do sacerdócio servir de refúgio aos homens que, para evitar a idéia do casamento forçado, por ter seu gosto por relações sexuais com outros homens se apegam a religião. Muitos deles caem na "tentação" assediando e molestando jovens de seu meio, pois todos precisam de sexo, homo ou hétero nem que que pra isso tenham que esquecer os ensinamento de seu Deus e de sua Igreja, historicamente, igualmente, pecadora.

Anônimo disse...

Pior que ele é quem vai rezar na paróquia dele. Vergonha. Um dia ainda vão descobrir os direitos das crianças também, e ai ele vai se sentir como a gente se sente frente a essa foto de crianças operárias.

Ary disse...

Vulgo "Domdademo". Falando mais sério: Nessa mesma Idade Média, qual papel teria esse sujeito na Inquisição?

René Amaral disse...

Fica a dúvida, ele dá ou deu??? E Deus??

gustavo disse...

Pelo jeito Dadeuzinho é "entendido" em pedofilia. Sabe bem onde as coisas acontecem. Estranhamente ele omitiu as nossas bravas Forças Armadas.

Anônimo disse...

E a valorosa força pública guasca?

Cleber disse...

Zé bronquinha, cuidado: o seu argumento segue a linha do raciocínio recentemente exposto pelo Vaticano (que em seguida voltou atrás). Uma explicação que tenta matar dois coelhos com uma só cajadada: desvia o foco da pedofilia em si e, de quebra, reforça a ideia de que a orientação homossexual é perversa, doente, má, boba e feia. Muita atenção pra não escorregar no próprio preconceito: o crime é a pedofilia e só a pedofilia, não importa em absolutamente nada a orientação sexual dos criminosos.

René e Gustavo: os seus comentários são espantosamente preconceituosos.

checarluxo disse...

Será que vai ficar por isso mesmo? Esse cara tinha que ser exonerado, proibido de rezar missa, excomungado (rsrsr). Será que as leis anti-homofobia não tem uma brechinha para mandar esse cara pastar? Espero que o pessoal LGBT de Porto chute o pau da barraca.
Como li há dias: "A única igreja que ilumina é que está pegando fogo" (parece que é do P. Kropotkin)

Anônimo disse...

Partem do El País essas matérias disfarçadas e pretensamente casuais, nas quais se difama outras profissões, como a coluna que aparecem no Diário Popular de Pelotas de ontem dizendo que "professores de educação física tem muitos mais casos de pedofilia do que sacerdotes".
É uma ofensiva pensada e em escala mundial para reparar os danos gerados com os escândalos.
O cidadão só se esqueceu do papel moral especial que a igreja reinvidica para si, o significado da batina e do púlpito e a responsabilidade objetiva da instituição, primeiro ao cobrar celibato, e em segundo ao abafar os casos e proteger criminosos.
Se vão manter as tradições medievais, podem então empregar tradição: a castração.
Indolor, cirúrgica, feita em clínicas modernas, terá a grande vantagem de produzir sacerdotes mais atentos e devotados.
Afinal, não é para usar mesmo, e o que não se usa apodrece.
Além do mais o coro das igrejas vai ficar mais afinado e seu interior mais bem cuidado.

Anônimo disse...

Já que se falou em Iluminismo, lembro de uma frase famosa de Diderot: O Homem só será livre quando o último déspota for enforcado com as tripas do último padre.

Anônimo disse...

Pelo amor de que amas..

QUE LEI ANTI-HOMOFOBIA ????

Posso ser homofóbico à hora que eu quiser !!!

Respeitem minha opção hétero.

Daqui a pouco será obrigatório ser
homo, emo, gay, sei eu lá o que mais.

Antigamente era vergonha.
Hoje é moda.
Vou embora antes que seja obrigatório.

Anônimo disse...

bobagens, bobagens...Vou perguntar ao professor hariovado mas acho que isso é coisa de comunistas,eles sim, que comem criancinhas. Se essa coisa prospera logo vão falar mal também das relações de padres com beatas...

Nélio Schneider disse...

No caso da pedofilia, não cabe tirar os religiosos (católicos) para bodes expiatórios. Dados estatísticos apontam que se trata de um problema extremamente difundido na sociedade como um todo. Como não sou padre ou bispo católico posso dizer isso sem que me apontem o dedo. Como informação bem básica e inicial, fácil de assimilar (inclusive para desconstruir alguns mitos sobre o assunto), recomendo ler http://recantodasletras.uol.com.br/artigos/558378.

Nelson disse...

Por ser bem menos frequente que a praticada na sociedade, há que ser perdoada a pedofilia dos padres. Será isso que quer dizer o Sr Dadeus?
Mas, onde fica a responsabilidade altaneira da Igreja Católica, sempre tão decantada, de apontar o caminho certo a ser seguido pela humanidade?

Anônimo disse...

Claro que tem pedófilo em tudo que é lugar.
Mas hierarca que esconde, protege e promove....

weber_marcio disse...

Onde Dom Dadeus falhou? Entendo que ele deveria ter dito: A sociedade está tomada de pedófilos.

Sentado num bazinho, pude notar que 4 senhores de mais de 40 anos estavam pagando cerveja para umas meninas de 15 a 17 anos que eram conhecidas por habitos nada corretos. Depois sairam todos, eles e elas, no mesmo carro, O que será que foram fazer?

Isso não é pedofilia? E outra coisa: rapazes de mais de 25 anos mantendo relações com meninas de menos de 16 .... Isso não é pedofilia? O interessante que ninguem acha isso anormal? Será que são direitos adquiridos?

PEDOFILIA !!!

Lugar de pedofilo é na cadeia!!! Mas acho que aqui do RS não encontrariamos padres presos ....

Neli disse...

Existe algo de moderno e contemporâneo na sociedade dessa província?
Mais uma demonstração de uma visão medieval. As dimensões instituidas das instituições gaúchas incorporam o que existe de mais arcaico, ultrapassado, incivilizado,barbaridades, enfim tudo o que existe de mais perverso da humanidade identificados nesses espaços instituidos.
Espero que o Sul 21 traga novos discursos e ações em buscada da modernidade e da civilidade e do respeito.

Anônimo disse...

Só espero que não esqueçam de avaliar o esquecido PIG com suas Xuxas, Angélicas, Ciccarellis, e todas a BBBs; com Bial e Boninhos por todo o lado com suas "celebridades". E as novelas sociais? O que era para ser assunto de Playboys e outras revistas eróticas é apresentado(vendido no linguajar dos Judas modernos) nos canais abertos, e disponível para qualquer criança e a qualquer hora. Aliás já começa com o exemplo protituido: pagando bem, que mal tem?

Claudio dode

Anônimo disse...

Dadeus Grings como bispo sempre foi um erro. Fui aluno dele no curso de Filosofia em Viamão, onde nos obrigava a ler seus livros. Se fossem gravadas as suas aulas, seria um escândalo por dia. Segundo ele, só Santo Tomás é sério, os outros são desvios....

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo