Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 13 de abril de 2010

A desonestidade e o caradurismo da governadora Yeda



Governadora tucana não inaugura maquetes, como José Serra, mas mente que obras federais são de sua administração

Leia o texto no Portal do Governo estadual e constate você mesmo que a notícia está incompleta, propositalmente não informa que 100% dos recursos do Pólo Naval de Rio Grande são bancados pelo Governo Federal e a Petrobras. Mas a governadora Yeda "esquece" deste detalhe tão insignificante. Como se chama uma pessoa que assim procede? Desonesta, ora. Desonesta e caradura.

O secretário estadual de Infraestrutura de Yeda chega ao cúmulo de creditar o feito (a suposta - fantasiosa e delirante - capacidade de investir 1,3 bilhão de dólares) "ao saneamento do déficit público que durava quase 40 anos".

4 comentários:

Udo disse...

gente, essa velha perdeu completamente a vergonha, se é que teve vergonha algum dia de sua longa e gasta vida

Leandro Rodrigues disse...

Que verdadeira "era das trevas" para o Rio Grande. Desonestidade tem virado regra nesse governo despótico.

Hermes Vargas dos Santos disse...

A matéria postada no blog http://hidroviasinteriores.blogspot.com, em 11/04 (domingo), indica com fidelidade (e detalhes) a origem dos investimentos nas plataformas P-53, P-55 e P-63. É o governo federal, através da Petrobrás!

Antonio Carlos de Holanda Cavalcanti disse...

O governo estadual é composto por quadrilheiros da pior espécie, o que por si só, explica a conduta.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo