Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

segunda-feira, 13 de julho de 2009

RBS vende neve, mas não entrega




Evite o turismo pega-ratão

Sexta, sábado e domingo o jornal Zero Hora anunciou neve no Estado. Mas ela não veio. Nos últimos anos tem acontecido esse fenômeno. Não o da neve. Mas uma espécie de pajelança profana, promovida pela mídia (para a RBS, quase uma obsessão), com o objetivo de beneficiar o turismo basbaque da classe média branca, obesa e proprietária de pequenos automóveis adquiridos por financiamento em uma centena de meses. Cria-se assim, pouco a pouco, um novo mito no Rio Grande, que vem se juntar às demais fabulações e tradições inventadas.

A manipulação de alegorias é uma prática recorrente no RS. A maior delas, o mito superlativo, reside no que se convencionou chamar de “Revolução Farroupilha”, uma revolução que jamais existiu, naqueles termos. Outra alegoria é a do “gaúcho”, uma idealização que se esquece de cumprir o que promete, além de reduzir a nossa rica pluralidade étnico-cultural à unidimensionalidade forjada de um tipo humano primário - o patrão do latifúndio.

Agora, é a vez da neve abstrata. Outra promessa que nunca se cumpre. Quem não consegue garantir o frio, como pode prometer a neve? E não se trata de qualquer neve, é a “neve” de Gramadocanela, dos hotéis com tarifas de Aspen e serviços de casa da sogra, de restaurantes com preços londrinos e comida nível paradouro-de-caminhoneiro.

Gramadocanela é um pega-ratão que urge ser evitado. Quer ir à Serra? Vá a destinos alternativos, não contaminados pela esperteza de alguns e outros. Vá, por exemplo, ao interior de Flores da Cunha, conheça as pequenas cantinas de vinho, a gastronomia colonial autêntica e a graça original dos descendentes de imigrantes europeus. Mas vá rápido, antes que sejam corrompidos pelos camelôs de neve em pacote turístico fake.

49 comentários:

Anônimo disse...

Quanto ódio neste coraçãozinho...

dejavu disse...

Justiça seja feita, não é só a RBS, várias outras empresas de comunicação, através de seus formadores de opinião, fazem a mesma promoção. Cristovão só esquecestes que junto com a familia vai também aquele "maltês" histérico com a fitinha na cabeça para desfilar sua última roupinha comprada especialmente para a ocasião (sem esquecer o gardenal pediátrico básico). Só não concordo com "comida nível paradouro-de-caminhoneiro", pois "normalmente" o profissional da estrada para em lugares onde a comida é no mínimo razoável!

Anônimo disse...

O nome é indignação, pois chega de beneficiar as praias (atlântida e torres, de preferência) no verão e gramadocanela no inverno, esquecendo que o RS tem lugares maravilhosos só que a RBS não tem interesse em divulgar.
Karla Junqueira

k disse...

formidável feil
ainda bem que existe alguém para escrever o que muitos querem dizer. e com propriedade!

Alfredo disse...

Tudo em nome do business do grupo RBS. Nada de informação e tudo pelo dinheiro.

Anônimo disse...

Olha, você falou o que eu penso você tem toda razão. Mas como eu sou do RJ essa enganação toda até que teve um saldo positivo, minhas férias em Gramado foram muito boas. Custaram uma fortuna, a comida não era lá essas coisas, mas que é lindo é. Parabéns pelo texto.

Mario Rangel disse...

Gramado, há tempos, se transformou em uma "disneyland" a céu aberto. Onde tudo é postiço. Alí, quem vai, vai em busca de aparecer, se mostrar... Mas, saindo-se da área central (da cidade), chega-se a lugares verdadeiramete coloniais. Mas estes estão bem escondidos e não tem "badalação". Mas Feil, tens de incluir mais uma cicace neste circuíto, então seria: Gramado-Canela-Nova Petrópolis.

Quanto ao post, a neve fake da ZH, é imposição do capitalismo gaudério que, através dos seus anunciantes, aqueles que pagam os anúncios, faz seu papel (sujo).

Gilmar Antonio Crestani disse...

Never more!

Daniel disse...

A Zero Hora manipula até previsão do tempo.

Carlos Eduardo da Maia disse...

O DG e sua demonstração de absoluto recalque. O circuito gramado/canela pode até ser uma disneylândia, mas é também a demonstração de um Brasil que pode dar certo. É local de turismo em qualquer dia da semana, de circulação de capital, de bons e variados restaurantes, cafeterias, bares e que atrai multidões. Existem no interior de Gramado e Canela zilhões de restaurantes e pousadas que gravitam por lá exatamente porque o circuito de turismo de Gramado é um sucesso. E este sucesso é feito com respeito à preservação ambiental. A rua principal de Gramado -- sem postes e com comércio de qualidade-- deveria ser a rua principal de todas as cidades brasileiras. Mas para certa esquerda recalcada quem se beneficia com isso é a "classe média branca, obesa e proprietária de pequenos automóveis adquiridos por financiamento em uma centena de meses". Que babaquice. Este talvez seja o post mais recheado de preconceito que o DG estampou.

Hals disse...

E não nos esqueçamos das previsões de sol para Capão da Canoa no verão. Neve em Gramadocanela e sol em Capãoatlântida, as duas taras meteorológicas da RBS.

cactus jack disse...

No verão temos no litoral norte temperatura de 40 graus, mar calmo com bandeira branca, inclusive com a possibilidade de enxergarmos os papa terras, pampinhas e mariscos, fim de semana caribenho! Já o fresco comentário do Sr. Maia estranhamente me deu vontade de cantar "We are the world" e ouvir Barbara Streisand! Porque será?

Anônimo disse...

O Canalha do Maia parte para a agressão ao autor do Blog (recalcado) para defender as mentiras e meias verdades do PRBS.

Primeiro que é aclasse média branca, e obesa que aproveita é verdade, que eu acrescentaria o Maia e outras gazelas que ficam redemoinhando no parcão.

Segundo Gramado, e não pela sua rua de comércio, pode até viver do turismo.

O que não pode, seu Mais, é Gramado fazer da mentira o suporte de seu negócio. Como faz a RBS,e os seus periféricos.

Claudio Dode

Anônimo disse...

Canalha, canalha, canalha!

Hélio Sassen Paz disse...

Cristóvão,

Sem reparos: não precisas de confete, mas meus elogios são sinceros, já que não tenho por hábito a bajulação.

[]'s,
Hélio

mario rangel disse...

Ai..Ai... "zilhões"...

Que coizinha mais bixa-louca este Maia-lacaio-do-capitalismo!

"preservação ambiental" kakaka...

É só ver a quantidade de outdoors espalhados pela estrada, emporcalhando o visual e a construção de "prediões" que obstruem a vista rural daqueles municípios.

A "rua principal de Gramado" não passa de uma passarela de dondocas, patricinhas e mauricinhos, com lojas caríssimas, encontradas em qualquer shoping do Brasil.

André F. disse...

...NO NATAL Gramado toda fica entupida visualmente com O Mesmo Papai Noel verde e vermelho...

Oder Saide disse...

É bem "simples" para as demais cidades divulgarem suas atrações turísticas. Basta contratar a RBS (Rede Babaca Sabujo), pagar R$ 300 mil que eles fazem um Jornal do Almoço lá e pronto ou chamar o clã dos Fagundes, que se apoderou de todo o tradicionalismo gaudério, pagar R$ 250 mil e eles fazem um Galpão Crioulo ou comprar páginas e paáginas dos jornalecos editados pelo grupo...É bem simples, pagou? Levou!

André F. disse...

É por ai sim!E "artista" de M. é que não falta pro papel...

Rodrigo Cardia disse...

Ótimo texto, Feil!
Certa vez recebi um comentário no meu blog sobre a migração para as praias que acontece no verão: os portoalegrenses gastam com gasolina e pedágios para tomarem banho de água fria e num litoral sem graça, quando bem pertinho (enquanto a Yeda não fechar, se é que já não fechou) tem Itapuã, com águas mornas e paisagens que lembram o litoral catarinense.

Rodrigo Cardia disse...

Ah, e tem mais. A classe média guasca gasta uma grana para ir "fazer de conta que está na Europa" em Gramado e Canela, para ver neve... Se os europeus sabem disso, devem se mijar de rir, já que lá a neve é REAL.

Anônimo disse...

Tóia:
Adorei! É a mais pura verdade! O nosso riogrande tem muito mais belezas e locais gostosos de se ir na região da serra.

Breton disse...

CAnela aind preserca muita coisa original. E tem restaurantes a serem descobertos que são excelentes...simples, muito mais em conta e bons. Comida Alemã de qualidade, por exemplo. Além do mais tem um festival, o de Bonecos,que apesar de "comercial", é de qualidade, autêntico, democrático (dentro dos limites de um festival inserido na lógica do capital) e integrado com a comunidade, que participa ativamente, por meio de oficinas e apresentações.

De resto o post está bom, o centro de Gramado é tétrico. Os restaurantes bons na região são caríssimos. E a parte sobre o tradicionalismo está perfeita! Mas mesmo Gramado tem muito mais do que o circuito "fabricado". E muita coisa que hj participa desse circuito é boa, e autêntica, mesmo em Gramado.

Rodrigo, eu realmente acho Itapuã muito mais bonito que o litoral, realmente a YRC destruiu com o lugar, mas dizer que tem "águas mornas" é coisa de quem nunca foi lá! É frio pra dedéu! E o litoral sul-riograndense tem uma beleza bucólica que não pode ser desprezada...o resto é imposição estética.

Anônimo disse...

VC escreve muito bem!
Beto

Anônimo disse...

Grande parte destes babacas comentaristas nem conhecem Gramado.
São "bichinhas de apartamento".

Charlie disse...

Bah! É muito ressentimento para tão poucas linhas. Nem tem o que comentar.

Charlie disse...

O interessante é que a maior parte do ressentimento dos leitores, nesta área de comentários, é voltada ao modo como os tais brancos obesos gastam seu dinheiro. Inveja?

Anônimo disse...

Perfeito!
E uma das jornalistas (que aliás já passou da hora de sair do ar) que mais "vê neve" é a sra. Falcão. Ela quem chama a "guria do tempo" para falar em tom alegre das eternas possibilidades em fins de semana da neve guasca.

Anônimo disse...

E como vocês acham que o Paulo Borges conseguiu se eleger deputado mais votado?? "Chamando a neve de minha nega" ora!!!

Anônimo disse...

Moro em São Franscisco de Paula, e é ridículo essa propaganda de "neve" pra cá e pra lá...
Qualquer esfriadinha é aquele oba-oba de neve no JA, no RBS notícias, na ZH...
Bah, neve é uma coisa muito rara, não é bem assim!!!
Já faz 10 anos que nevou de verdade aqui, e parece que todo fim de semana neva!!! Sim, porque é só em fim de semana!!!

Anônimo disse...

Gramado e Canela não têm mendigo, não têm MST, não têm sem-teto, não tem paralisação do trânsito por DCE da UFRGS/CEPERS e outros quetais...
Portanto minhas caras e meus caros, não é para essa gentalha da esquerda.
A inveja é uma merda dizia aquele adesivo num chevetinho todo cagado...

Anônimo disse...

Em compensação tem 'anônimos' que carregam um monte de preconceitos nas costas. A isto podemos chamar de 'gentalha da direita'.

Zé Luís

Anônimo disse...

Os gaúchos gostam de serem enganados...afinal, não foram eles que votaram no "novo jeito de governar" que a rbs tanto propagandeou? A perfumaria de Rigoto, o neo liberalismo de Britto, a fumaça de Porto Alegre. Ha, ha, ha... Eu me divirto muito com a boiada.

Alexandre disse...

Aproveitou o embalo e desabafou toda sua amargura contra os "Gaúchos".
Que ódio, o assunto principal muito bom, mas para expor as mentiras da RBS, falou mal da classe média "Branca"(tu deve ser negão com sindrome de pelé), dos pequenos carros populares parcelados em 100x(só anda de ônibus), colocou até revolução farroupilha no meio!
Projeto de colunista, vai morrer "bloguista" mesmo, quis usar palavras que nem tu sabe o significado para dar uma de importante e inteligente, coitado(a)

Picachú disse...

Alexandre, o Pequeno!

Negão Pelé disse...

Alexandre, o teu professor Dênis Rosenfield está te ensinando coisas que não devia. Racismo, por exemplo. Porque voce debocha de quem usa ônibus, Xandinho?

André F. disse...

Se quizer fazer turismo do melhor ,e mais barato, vá pelo interior, aonde há comida e pousada barata em locais magnificos,sem a arquitetura falsa de Gramado...Apesar das estradas ruins,São Jose dos Ausentes(Pra citar um so local)é o fim dum caminho cheio de pequenas pousadas e cenários desconhecidos ainda...Cosa que é ignorada por quem devia fomentar essa "mina de ouro"...

Anônimo disse...

Soube do seu blog através da comunidade do Inter no orkut. Apesar de não concordar com alguns pontos (brancos em pequenos carros, comida ruim - tá louco?), concordo contigo. A RBS não é uma empresa interessada em promover o bem-estar do povo gaúcho, afinal de contas ela vive do lucro. Precisamos é de mais blogs, de mais gente que mostre o outro lado das coisas. Um dia, o reinado BANDIDO desta emissora vai ter que acabar.

Flávio disse...

Prestem atenção na previsão do tempo aqui de Capão da Canoa na época do Planeta Atlântida e Garota Verão...

Udo disse...

Na avenida Ipiranga, tempo bom prá fazer negózim...

André F. disse...

..."VAZEMOS GUALQUÉR NEGÓCIO NA CLUBE DA LANCE!!!"...

Anônimo disse...

QUE CLUBE É ESSE? O DA CIDADANIA?
EU ERA SÓCIO. PAGUEI DUZENTÃO PARA LIVRAR O OLIVIO.
VALEU A PENA.

André F. disse...

hehehehehe...Os Otários sempre pagam por tudo!...

Anônimo disse...

Gaúcho é um povo neurótico.

Anônimo disse...

Quanta confusão na sua avaliação da previsão de neve do Grupo RBS. Neste ano, a central de meteorologia deu previsão em duas ocasiões e nas duas a neve se confirmou. A confirmação é feita pelo órgão oficial de Meteorologia, INMET, que tem observadores em vários municípios gaúchos e assim registram a temperatura, a chuva, a geada e a neve. Neste último episódio a previsão era bem clara, como uma pequena possibilidade para os altos da Serra. O problema é que as pessoas fazem uma interpretação equivocada muitas vezes e criam uma expectiva que não corresponde a verdade. E sobre isso os meteorologistas e mesmo jornalistas não tem controle.Por favor quem está manipulando alguma coisa é o senhor, com toda essa ideologia bélica, que adora uma encrenca e dizer que não concorda, que é contra seja o tema que for!Se informe melhor antes de fazer críticas!

Anônimo disse...

AAAAAAAAHAHAAHAHAHAHAAHAHAHAHA

Esse último comentário desse ser da Paula Valdez, que ficou OFENDIDÍSSIMA com o trabalho de grande dificuldade que ela faz na RBS.

O anônimo aí de cima se esqueceu que "as pessoas que fazem uma interpretação equivocada da meteorologia" nem foram os cidadãos "comuns". Foi a própria RBS. Tá ali ó, bem no título, em TRÊS dias SEGUIDOS. Ou seja, UM dias APÓS O OUTRO.

Ah, se eu tivesse investido em mim para ficar bonitinha e aparecer na TV já tinha ganho uns bons trocados... hehe

Ana Maria - POA

Sílvia McAlister disse...

A RBS não conhece o Rio Grande!

Chuvas disse...

O anônimo das 18:02 diz:

"O problema é que as pessoas fazem uma interpretação equivocada muitas vezes e criam uma expectiva que não corresponde a verdade. E sobre isso os meteorologistas e mesmo jornalistas não tem controle".

A expectativa foi gerada pelas manchetes da ZH. É só olhar acima do post, ou será que o cara d blog inventou aquelas manchetes?

Acho que esse meteorologista de merda não leu o post. Está comentando coisas nada a ver. Caiu neve em Gramado neste final de semana? Não. Então como que "as pessoas fazem uma interpretação equivocada"?
As pessoas são induzidas pelo jornal e pelos hoteleiros picaretas da Serra. É isso seu meteô falsificado, cabeça feita pela RBS. Burro e cagalhão.

Anônimo disse...

Pra quem não Sabe. Paula Valdez não faz previsão do tempo. É uma Patricinha que vive na Padre Chagas. Vocês estão condenando a previsão do tempo sem conhecer.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo