Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

segunda-feira, 6 de julho de 2009

RBS desiste da aventura chamada Yeda


Ato contínuo, aposta agora na aventura chamada José Serra

O grupo RBS, através do jornal Zero Hora, engaja-se a partir de hoje na campanha do tucano José Serra, à presidencia da República em 2010. Como é de praxe neste grupo midiático, o faz de forma oblíqua, indireta, não-declarada, sob a forma de denúncias fortes mas requentadas sobre prováveis atos de corrupção no governo de Yeda Crusius, bem como na arrecadação de fundos para custear a campanha eleitoral que a conduziu ao Palácio Piratini, em 2006.

O jornal ZH, assim como a revista semanal Veja e o diário paulistano Folha de S. Paulo, adere e passa a ser instrumento da candidatura tucana do atual governador de São Paulo, José Serra. As denúncias de hoje – nenhuma inédita – se inscrevem na tentativa de desconstituir e mesmo contribuir para eventualmente derrubar a governadora tucana Yeda Crusius do cargo que ocupa.

Por mais paradoxal que possa parecer, há um evidente interesse tático-eleitoral do tucanato serrista – francamente hegemônico na condução do PSDB nacional – em abreviar o desastrado e caótico governicho de Yeda no Rio Grande do Sul. Os serristas avaliam que o sangramento permanente da legenda no Sul pode ser debitado na contabilidade eleitoral de Serra, ano que vem. Assim, o afastamento da governadora, antes do final de 2009, contribui para recompor os laços orgânicos do pequeno PSDB do Rio Grande do Sul com as demais legendas fisiológicas, bem como com as instituições patronais, prefeitos, vereadores e lideranças locais que tanto dano sofrem com a atual administração.

O objetivo político-eleitoral do grupo RBS é evidente, cristalino, mesmo que jamais admita de forma clara e objetiva. Desembarca de uma aventura chamada Yeda Crusius, sem fazer autocrítica, e sem se responsabilizar por ter criado e promovido essa deformidade político-administrativa no Estado. Exonera-se da empreitada como quem sai de um cassino, fez a aposta errada, mas deixa o prejuízo para ser rateado entre a população do Rio Grande do Sul.

Como um jogador compulsivo, a RBS parte para nova aposta, desta vez em José Serra, o mesmo número e o mesmo naipe político de Yeda Crusius, apenas com o verniz menos fraturado.

Yeda Crusius agora é um cadáver insepulto. Urge que os responsáveis pela sua breve mas arrasadora aventura se apresentem e dêem um fim à sua agonia administrativa. Quem vai comparecer ao seu sepultamento político? Nós sabemos quem são os responsáveis por esse desatino da direita guasca. Mas ainda assim eles precisam se apresentar e fazer as suas necessárias justificações.

Quem sabe começar pelo senador Pedro Simon?

35 comentários:

el barto disse...

desgoverno tucanalha, o mais CORRUPTO E SAFADO da história guasca! parabéns ao povo gaudério por ter ido atrás da rede bunda suja (vulga rbs) e do dublê de senador e paladino da ética acima do mampituba e ter eleito essa desgraçada e, por tabela, seus asseclas (capangas?). esse mesmo povo bunda que vota nos germanos, padilhas, busattos, brittos, fogaças e outras imundicies quetais. meus parabens mesmo. e em 2010 vão fazer a mesma cagada.

Anônimo disse...

Olha, infelizmente a boiada guasca vai atrás da vaca midiática. (Clave de sol) "Onde a vaca vai" a boiada vai atrás.
Carlos

dejavu disse...

Parece que será uma Segunda Feira daquelas. O porre de fogo paulista é inesquecível!

Anônimo disse...

O que ninguém fala é de como a ZeroLândia e o P-RBS opera. Não esqueçam de que a empresa está envolvida também. Recebeu dinheiro também. Está tudo lá na famosa pag 52 do relatório do MP. Além disso, diretores do grupo tiveram que prestar depoimento também. Então, não se iludam que é por cidadania e justiça que a empresa-partido opera. Enquanto faz esse movimento todo, tira fora o principal artíficie do esquema, o PMDB velho de guerra.

Udo disse...

Anônimo tolinho. Deixa de ser o João zinho do passo certo. Quem aqui neste blog está com essa ilusão, seu bolha? Quem está esquecido? Vá fazer essas observações pentelhas lá no blog da Abelhinha. Lá sim que eles são esquecidos e iludidos.

Anônimo disse...

Eu não vou trair minhas convicções.
NÃO ACREDITO EM NADA QUE A ZERO HORA PUBLICA.
Ou vou ter que acreditar em tudo que foi publicado contra o Olívio?
Ou contra o Lula?
Nada do que hoje fou publicado é verdade.
Zero Hora mente (tenho meu adesivo no carro)
Tatu do PT

Giba disse...

Pedro Simon aqui no RS vira autista. Ele só sai do mutismo quando se trata de críticas aos não guascas.

Suzie disse...

E o Eliseu Padilha?
Está nos "cascos" pelo interior, transferindo os votos para: Alceu Moreira e Zachia para deputados federais.
Meu Deus...
Segundo ele: candidatíssimo para o Senado.
Nem aí para o MPF e PF.
O Vento Negro e o Chorão não marcaram presença.
O PMDB etá puf,puf,puf?

Anônimo disse...

Nem tanto...a RBS/ZH ainda titubeia a descer do barco.
Dá um tapa e esconde a mão. Faz isso a meses.
Logo que surge um fato, dá uma rasteira, quando os ânimos se acalmam voltam a adular a véia.

A colunista mor deixa seu recado hj nas entrelinhas de sua coluna.
Lair não é confiável, então, tudo isso pode ser invenção e a nossa governadora continuará por muitos anos a cantarolar em nossas festas.

E boa análise para se fazer,...o rega bofe dos pseudo qualquer coisa Santana, com a véia a cantarolar.
Antingamente esses buffets eram às escondidas, hoje nos esfregam na cara as relações amistosas e promíscuas de pseudo jornalistas e pseduo políticos.

Falando em pseudo político, a Luciana Genro se prestou mais uma vez, só faltou subir no palco e cantarolar com a Yeda!!!

Morro e não vejo tudo.

sil

dejavu disse...

Anônimo das 12:01 estamos olhando ainda para todos os lados e perguntando porque vazou exclusivamente pra RBS (até agora fiel apoiadora de Yeda), só isto, além do que são informações oficiais, fazem parte de um processo judicial! A questão, portanto, não é acreditar ou não na RBS/globo! Eu particularmente continuo não acreditando! Acho que, dependendo do que acontecer, a RBS não desiste da aventura yeda!

Anônimo disse...

FALANDO DE MÍDIA ESGOTO:

ROBERTO AMARAL, DANIEL DANTAS E AS MATÉRIAS PAGAS NA MÍDIA

Bob Fernandes - Terra Magazine – 06-Julho-2009 às 11h45

Os intestinos do Brasil. (Tomo II)
Roberto Figueiredo do Amaral é homem conhecido nos circuitos do grande Poder. Entre políticos, empresários e jornalistas, por exemplo. Foi dirigente da construtora Andrade Gutierrez por pelo menos duas décadas.

Em sua denúncia o procurador da República Rodrigo De Grandis o cita por "formação de quadrilha e organização criminosa e lavagem de dinheiro". E descreve como Amaral foi contratado por Daniel Dantas e seu Opportunity para prestar assessoria em "assuntos sensíveis" do Grupo Opportunity.

Na relação de serviços, escreve De Grandis, se tinha "o contato com políticos, a viabilização de publicação de notícias no interesse da quadrilha e a consultoria e efetiva implementação por intermédio de William Yu (NR: doleiro), de movimentações financeiras no exterior".

A análise de HDs apreendidos na casa de Roberto Amaral levou às conclusões do Procurador. Segundo a denúncia, Amaral e Dantas utilizavam-se de codinomes em suas conversas eletrônicas.

O dono do Grupo Opportunity, que tem olhos azuis e pelos mais próximos chamado de Frank (de Frank Sinatra), é por Amaral tratado de OVS (Olhos verdes Sensuais) ou DD (de Daniel Dantas) e chama Roberto Amaral de "Rogério" ou "Rogério Antar".
Em um dos trechos destacados Daniel Dantas ordena:

- DAÍ SAIRIA UMA MATÉRIA PAGA DE 7 ITENS, AGORA NA 1ª PAG. DOS JORNAIS, POIS O ESTRAGO AUMENTOU; (...)ACHO QUE DE ESTRATÉGIA E SACANAGEM ENTENDO UM POUCO, PELO AMOR DE DEUS: AJA e JÁ.

Segundo o Ministério Público Federal (que deverá aprofundar investigações quanto ao capítulo mídia) Roberto Amaral tinha assessoria paga por Dantas e pagava a jornalistas.

O Procurador De Grandis, com base na documentação apreendida, cita dois: Giba Um e Claudio Humberto.
Em um email Roberto Amaral cobra de Daniel Dantas US$ 250 mil, valor este correspondente ao mês de maio de 2002. Relata o MPF a correspondência de "roberto amaral" para "OVS":

- DD: Constrangido pergunto: Vc não acha apropriado, já que estamos em 19 de junho, mandar depositar os 250.000 dólares em minha conta, referente ao mês de maio? O Reinaldo está à disposição para assinar. O Contrato que vc está elaborando, sugiro fazer o depósito e assinar o contrato depois.

E continua a história de embrulhar o estômago:

http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI3860005-EI6578,00-Roberto+Amaral+Daniel+Dantas+e+a+midia.html

Anônimo disse...

CPI DA YEDA JÁ.
CPI DO SALAZAR JÁ.
VAMOS LIMPAR O RS DESSA CORJA DE SEM-VERGONHAS.

lgonzales disse...

Acho difícil que a RBS desembarque desta canoa furada. As relações com o desgoverno são muito íntimas. A festa de aniversário do Paulo Santana deixa isto bem claro.

O dueto RBS/Yeda Cruzius é grotesco:


http://tinyurl.com/p4fu3h

el barto disse...

essa véia junto com a múmia da beira-dilúvio é o retrato perfeito da PROMISCUIDADE entre a mídia direitosa gaudéria e esse desgoverno SEM-VERGONHA que aí está.
Desgoverno tucanalha, o mais CORRUPTO da história guasca, esgoto onde sobrenada o que há de pior, mais nauseabundo e mais rastaquera na política sul-mampitubiense.
IMPIXI JÁ!!! FORA RATAZANAS!!!

Anônimo disse...

Por falar em canalha, soube que foi para o inferno o Robert Mac Namara. Que o fogo eterno o maltrate.

armando

Oscar T. disse...

Lembro sempre quando vejo o Rigotto e a Yedinha: cadê o Simon???
Nada novo, que ela acabou eu escrevi aqui faz mais de um ano. Diferença no momento é que ex-crédulos abandonam o barco!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Estive vasculhando os processos judiciais contra Lair Ferst. Eles estão ali no depósito. Ele é um devedor compulsivo que não paga suas dívidas.São zilhões de execuções fiscais de todos os gostos e todos os tipos. Lair Ferst já estava falido quando foi convidado pelo governo Rigotto para assessorar o DETRAN. Ato contínuo, fez campanha para Yeda e ajudou, da sua maneira, a eleger a governadora. Mas foi o governo Yeda que tirou o Lair Ferst do esquema do DETRAN. A pior coisa que pode acontecer a um homem é ser refém de suas amarguras e ressentimentos. Lair já sem grana e pressionado resolve em 2008 abrir a boca e faz delação premiada com a Procuradoria da República (MP Federal), documento que a ZH estampou hoje e que o PSOL teve acesso parcial em fevereiro. O diabo é que o MP Federal até hoje não fez nada. E porquê não fez? Ora, carambas, porque é a palavra do Lair Ferst, aquele mesmo Lair que tem zilhões de processos como mau pagador, que não paga dívidas fiscais e cuja palavra e depoimento está muito longe da credibilidade. Faz quase um ano que o MPF tem essas denúncias e até hoje nada foi feito. Não existe contra Yeda nenhum processo judicial, o MPF não fez nada, porque não tem provas. E hoje a Luciana Genro riu bastante com o Lasier Martins sobre a festa dos 70 anos do gagá do Santana e comentaram que o PSOL vai pedir o impeachment da governadora e o bloqueio de todas as contas da Yeda e do marido e ela enfatizou, o vice deve assumir, mas o Feijó não pode levar adiante a proposta de mexer no PCS do magistério. Eis ai a bomba que faltava, o famoso PCS dos professores, que o CPERS sequer cogita em debater. É isso o que está por trás de tudo isso. A oposição que perdeu a eleição se investe raivosa contra o governo legitimamente eleito e conta com a palavra de uma pessoa completamente sem credibilidade: Lair Ferst. A palavra de Lair Ferst e da mosca que está zunindo aqui ao meu lado é a mesma.

FABRICIO disse...

A EXEMPLO DO SR.LAIR O JOSE SERRA ESTÁ CHEIO DE PROCESSO!! É MAIS UM ESPERTO QUE QUER CHEGAR LÁ !! MALANDRÃO !! TIPO OS MAIAs DA VIDA!!

Anônimo disse...

Bah, os Maias estão surtando, já não dizem coisa com coisa.
Ah, se tem mosca aí do teu lado é porque o ambiente deve estar cheirando a esgoto...

Suzie disse...

Lá vem a juventude tucana(com mais de 30 anos)falar no ser fragilizado.
Foi demitido por motivos, que todos(as) que conhecem o mesmo, já sabiam, lá no passado.
Ainda bem que os interessados não desqualificam o dito.
Já tomaram as providências legais.
Diferente dos(as) tucanos(as).
Me poupem desta tentativa.
Meus dois neurônios saltitam...
Quero também saber, motivos da PRBS com a divulgação desta matéria.
Aí tem...

daniela disse...

Quá, quá, quá!
Somos todos patinhos se cairmos nessa onda de desqualificar o Ferst. Por que agora a palavra dele não vale? Por que na hora de montar o chiqueiro ele estava lá dentro? e agora que a sugeira está saindo pelo ladrão (desculpem-me o trocadilho, não resisti) o porcão Ferst não é mais da turma e querem nos fazer pensar que ele nunca fora!! Ora me poupe! Um neurônio só basta prá perceber a manipulação! Vamos lá! Vamos mexer mais nessa porcaria, ue quero é ver até onde essa sugeirada vai! Viva o Ferst! Ou melhor... não deixem o Ferst se "suicidar"!

dejavu disse...

A velha ladainha: não há fato novo, segundo nota do Piratini! Há necessidade de tomar cuidado com o que falamos pois eles estão acuados. Acuados, mas ainda com poder, o que é uma combinação explosiva! Ficou explicada a demora da Procuradoria Geral da República: Antônio Fernando de Souza cozinhou a batata até 30 de junho e entregou para o próximo procurador!

Guma disse...

O Ferst que se cuide. Pode se afogar num nevoeiro forte ou aparecer com a boca cheia de formiga. A vida dele tá valendo menos que o tênis Acsis do Carlos Eduardo da Meia.

André F. disse...

argh!!!..."SEGUNDO ZANDOR MARAI A MOSCA FICA E NÂO SAI"!!!...

Anônimo disse...

Mas o contorcionismo que o Maia fez para culpar o Lair, e bater na tecla que não existem provas e bla bla blá...


Muito divertido.

Está cada vez mais difícil de pegar esta "marmitinha"....

Claudio Dode

Job disse...

Segundo o Maia tudo que o Lair fala agora é suspeito, mas não era quando arrecadava rios de dinheiro para a desgovernada. À propósito, onde está o "paladino da ética", segundo o Maia, nestas horas. O que o PMDB tanto teme aqui por esta plagas. Lembram tanto no Sarney a nível federal e esquecem o próprio rabo aqui na terra guasca, afinal estamos acima de qualquer suspeita não é mesmo? Somos o estado mais politizado do Brasiiiu. AHAHAHAHA

Anônimo disse...

Li de cabo a rabo a denúncia do Lairs. É impressionante.
O que me deixa com uma opulga atrás da orelha é o seguinte:
como pode rolar tanto dinheiro ao vivo entre tantas pessoas e ninguém filmar uns dólares na cueca, uma pasta cheia de grana entrando ou saindo de um edifício como cansamos de ver na televisão durante o mensalão?
Tem que ter alguma coisa material nessa história. Somente vídeos, que ninguém ouviu ainda, não são suficientes para derrubar um Governador. Se fosse, aquelas duas horas de vídeo entre o Governo e bicheiros que ouvimos durante o Governo Olívio o teriam derrubado.
Eu ainda quero aguardar um pouco para dar minha opinião definitiva.
Marina

Suzie disse...

Acorda "Marina"!
Cuidado com a cegueira!

joaobobo disse...

A Marina tá bem acordada! Dá prá ver claramente aonde quer chegar. Não é Marina?

FABRICIO disse...

A MARINA ESTÁ ANESTIASADA E AMANSADA PELO NOTICIÁRIO DA MÍDIA TENDENCIOSA QUE TEMOS NO RS!!

Anônimo disse...

"MARINA de VIAMÃO"!!...SACARAM!??

Anônimo disse...

YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA, YEDA,

Anônimo disse...

CALA A BOCA PAPUDO

Polícia Federal quebrou sigilos de Walna

E nada consta.

Polícia Federal quebrou sigilos de Walna

E nada consta.

Depois do temporal, uma notícia positiva no Palácio Piratini. O advogado Norberto Flach, contratado por Walna Vilarins Menezes, obteve do Tribunal Regional Federal da 4ª Região um atestado de que 'nada consta' contra a sua cliente. A proximidade da assessora de Yeda Crusius com Neide Bernardes - representante da Magna Engenharia, investigada na Operação Solidária, levantou suspeitas e foram quebrados os sigilos fiscal, telefônicos bancários e telemáticos de Walna. Nada de comprometedor apareceu tanto que o pedido das 'medidas invasivas' não foi renovado.

Sobre as gravações de conversas com Neide, Flach garante que não havia código na conversa entre as duas. Elas seriam amigas próximas e estariam realmente conversando sobre flores e bonzais. O nome de Walna apareceu também no relato feito por Lair Ferst ao MPF como quem teria recebido R$ 60 mil em dinheiro vivo em uma doação da OAS. Pelo PSOL ela é acusada de distribuir dinheiro entre integrantes da equipe de campanha de Yeda.

O caso está no TRF devido a conexão desta investigação com as realizadas no âmbito da Operação Solidária e envolve secretários de Estado. No caso, Marco Alba.


Certidão que confirma investigação e o 'nada consta'

Anônimo disse...

Êta amiga próxima!

Anônimo disse...

Resumo: a mulher tá limpa.
O Gilberto Carvalho passa por um teste desses???

Só quando o Garcia prender o Zorro...

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo