Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Governadora Yeda virou despachante de automóvel


Lula e Yeda incentivam uma sucata programada

Os incentivos que o governo federal e o governo estadual estão concedendo à montadora de automóveis GM são vergonhosos. Cerca de 1,6 bilhão de recursos públicos estão sendo dirigidos a título de adiantamento de receita à obsoleta indústria de automóveis. Uma receita que talvez jamais seja gerada pela neoestatal norte-americana.

O símbolo material de uma sociedade de abundância e desperdício está nos seus estertores e só encontra suporte provisório na periferia do sistema produtor de mercadorias, onde governantes passageiros se transformam voluntariamente em agentes privados de interesses mórbidos.

No RS, um Estado quebrado, com uma administração mambembe e desmoralizada, a GM encontra abrigo e fomento por mais 22 anos. A governadora Yeda Rorato Crusius virou uma despachante dos interesses de uma única empresa privada. Nada mais faz, nada mais a ocupa. Limita-se a comparecer a fortuitos eventos fechados, porque em público não pode se apresentar, haja vista a impopularidade repulsiva que plantou nos últimos 30 meses.

E cá ficamos nós, sul-rio-grandenses, com mais essa sucata programada (já que foi a mesma GM que inventou o conceito de “obsolescência programada”), financiando com recursos da cidadania uma indústria de morte e destruição.

Como disse Michael Moore, em recente e inspirado artigo sobre o velho mito GM: “Estamos agora em um tipo diferente de guerra – uma guerra que nós travamos contra o ecossistema, conduzida pelos nossos líderes corporativos. Essa guerra tem duas frentes. Uma está em Detroit. Os produtos das fábricas da GM, Ford e Chrysler constituem hoje verdadeiras armas de destruição em massa, responsáveis pelas mudanças climáticas e pelo derretimento da calota polar. As coisas que chamamos de 'carros' podem ser divertidas de dirigir, mas se assemelham a adagas espetadas no coração da Mãe Natureza. Continuar a construir essas 'coisas' irá levar à ruína a nossa espécie e boa parte do planeta”.

Assim, o Rio Grande do Sul está aportando uma contribuição inestimável para que as piores suspeitas sobre o planeta se confirmem nos próximos 22 anos.

Um notável feito da direita guasca!

18 comentários:

msilvaduarte disse...

Mercados emergentes e deslumbrados são a bola da vez dessa indústria, e particularmente das falidas estadunidenses, que nem mais em seu mercado interno são líderes. Além do problema ambiental, os autinhos por eles aqui fabricados são de qualidade duvidosa, o que prova que se trata de maximização de lucros e, de quebra, dá uma boa ideia do valor da vida alheia para essa empresa.

Mas, tem quem ache lindo.

Anônimo disse...

Os caras vão pagar 75% de ICMS durante 22 anos. E 75% do dinheiro que eles arrecadam fruto do trabalho da produção de autormóveis. Não é nada fruto dos assentamentos do MST que ganham um dinheirão do Lula e não produzem lhufas e não pagam imposto algum.
O que estamos arrecadando com a FORD? 0%.
É brincadeira. Só pode ser piada as asneiras que se lê por aqui.

André F. disse...

EU ouvi que essa véia já fechou a vinda duma fábrica russa que produz veiculos militares.Aquí seria montado um jeep...(E essas pinóias sempre são instaladas aonde há água,usada em abundância)!!...

Anônimo disse...

Votei no Olivio e me arrependi. Não imaginava que a esquerda iria transformar o Estado naquela balbúrdia. Qualquer um fazia o que bem entendia e a Brigada estava amarrada para coibir abusos na Lei.
Hoje pela manhã, mais uma vez, esses movimentos que querem a esquerda de volta deram uma demonstração do que irá se transformar nosso Estado se a população cometer esse erro novamente.
Da outra vez fomos enganados, agora sabemos de antemão o que nos espera. Vão pagar pra ver? Eu não vou.

udo disse...

Anônimo imbecil, o Estado com o Olívio cresceu 6% ao ano naqueles quatro anos.

Vc é um lobo em pele de cordeiro, dizendo que votou no Olívio. Mentira, isso é discurso pra se fazer de vítima. Vocês são ladrões e estrupadores da democracia.

Vai pra Tegucigolpe!

Carlos Eduardo da Maia disse...

É bom que o RS saiba qual as propostas de uma certa esquerda -- que já expulsou a Ford do RS.

Também acho que um governo sério deveria investir em transporte público de qualidade, como trens, metrôs etc..., mas o governo do PT não está fazendo isso. E quando uma empresa resolve investir 2 bi que pode empregar um monte de gente, fazer circular capital, transmitir Know how, agregar conhecimento e tecnologia, os jurássicos de uma certa esquerda conseguem reduzir tudo isso à mediocridade ideológica. O Bispo Macedo não faria melhor.

Udo disse...

Como é? "Transmitir Know how, agregar conhecimento e tecnologia"?

Com essas carrocinhas coloridas que fazem em Gravataí?

Da Meia, vai lá em Gravataí e vê se eu estou trabalhando na GM fantasiado de Super Mário, vai BONECRA! XuXuzinho gotoso!

E no vuelve!

jj disse...

o meu pai é detetive e a tua mãe é despachante e até frita um sonhinho.

Tua mãe é despachante uma carinha simplória, não despacha nem macumba e tem medo de velória.

Viva o Da Meia, filho da despachante!

Anônimo disse...

Qualquer panaca e não estou fazendo alusão a ninguém daqui, que tiver um pentelhésimo de conhecimento de economia sabe que o crescimento de um Governo vem de ações do anterior. Por isso o crescimento de 6% graças as ações do Brito que vendeu o que dava prejuizo e aplicou o dinheiro em infra-estrutura para receber a FORD e outros tantos investimentos que estavam em andamento. Quem não conseguiu crescer merda nenhuma foi o coitado do Rigoto que pegou aquela batata quente do Olívio com todo o ICMS de janeiro antecipado e mais 170 milhões que deveriam ser aplicados nas estradas, tudo queimado para pagar o 13 do funcionalismo. Quem viver verá o sucessor da Yeda colher os frutos do Defict Zero e dos Investimentos (vide GM e outros)com crescimento muito positivo e também verá em contra-partida o insucesso do sucessor do Lula que recebeu o Pais crescendo e já está terminando o mandato nessa pindaiba toda.

Anônimo disse...

Há, tá...

Popular é a Yeda né ?
Ou o Rigotto que foi eliminado no primeiro turno?
Carinha se tu tomase uma poção mágica capaz de potencializar o senso crítico, depois de um porre tu no máximo atingiria o senso comum.

edu disse...

maia, nem na zh essas tuas besteiras colariam, imagina aqui.

Tu queres aparecer?

Tu apenas nos aborrece, como um mosquito.

Vai escrever no teu blog, nao enche o saco.

Fabrício Nunes disse...

Tirante a direita imbecilizada aí de cima - que por sinal se revela encantada com as ações de Yeda/Lula em favor do mercado -, sobra uma indagação: onde é que anda mesmo aquela "disputa por dentro do governo", decantada pelo oportunismo petista (consciente ou não) para sustentar o lulismo?

Anônimo disse...

"Também acho que um governo sério deveria investir em transporte público de qualidade, como trens, metrôs etc..., mas o governo do PT não está fazendo isso".

É a Yeda Crusius que vai duplicar o metrô de Porto Alegre, e não o governo Lula.

E quem também tem que fazer alguma coisa pelo transporte público guasca é a tua governadora, arigó.


Pedro Saraiva.
POA, RS.

Nelson Antönio Fazenda disse...

Continuamos a "engordar porco gordo".

Anônimo disse...

Olívio foi o Exterminador do Futuro e recebeu um pontapé na bunda nas últimas eleições. O Cpers acaba de receber do povo de Cachoeira do Sul um pontapé na bunda. Os petralhas vão, em 2010, novamente receber um grande pontapé na bunda. Pontapé na bunda é a única linguagem que os quadrupedes entendem.

Vanderlei Carlos disse...

Prezado Blogueiro:
Sou despachante de trânsito , há dezessete anos e apesar dos percalços de nossa profissão, tenho muito orgulho dela e de quebra sustento minha familia e filhos. Acho que não mereço a comparação, pois faço do meu dia a dia o mais honesto e correto possível e dúvido que em milhares de atos, possa ter a reclamação de quem quer seja. Diferentemente da comparação a qual nos impôs, sem consulta. Lamento muito a mesma.

Anônimo disse...

A GM vai pegar 2 bilhões em fianciamentos, e 22 anos de moleza fiscal. Em troca de uma micharia de empregos, os mais caros a serem financiados no mundo.

Quando tudo mudou aparece um Jurassic Park.

o Know How irá ser transmitido só para o Maia, é claro que durante o desfile no parcão.

E o giro do dinheiro vai rumo a Detroit, que foi o mesmo caminho que levram os "lucros" de 4 bi do ano passado, e depois pediram emprestado ao Governo Federal. Me engana que eu gosto.

O Maia: Dá o que é teu.

Anônimo disse...

Ninguém quer o que é do Maia!KKKKKKKKKKK...

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo