Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sábado, 18 de julho de 2009

Quem de fato se reuniu no Rio Grande de forma pensada e organizada para cometer delitos?


Comandante da Brigada quer definir o que é “formação de quadrilha”

O comandante-geral da Brigada Militar, coronel João Carlos Trindade, deu entrevista ontem a uma rádio do interior e aventurou-se a falar de política, tema estranho às atribuições de um comandante de polícia militar. Além da política, o brigadiano quis conceituar juridicamente o protesto de rua havido quarta-feira defronte (e não dentro) à casa mal havida da governadora Yeda. Para o coronel Trindade, houve a tipificação de “formação de quadrilha – quando as pessoas se reúnem para cometer delitos”.

Muito bem. Estamos diante de um excelente mote. Vamos discutir quem são de fato os que formam quadrilha no Rio Grande do Sul. Quem realmente se reúne para cometer delitos em série?

Vamos ao debate.

Os protestos ocorridos na rua, defronte à residência da governadora, foram legítimos, dentro da lei, ordeiros e respeitosos à dignidade pessoal da cidadã Yeda e sua família. Quem acusou desequilíbrio de comportamento foi a própria governadora, trazendo para a cena aberta dois menores, que alegava serem seus netos, portando cartazes ofensivos aos manifestantes, desqualificando-os de “torturadores”, reagindo com gestos tresloucados e impróprios para a primeira mandatária do Estado do Rio Grande do Sul.

Protestos políticos públicos e de massa são práticas comuns em todas as democracias formais do mundo conhecido. São célebres os protestos na Downing Street, número 10, City of Westminster, London, a casa oficial do primeiro-ministro britânico. Nunca se viu Maggie Thatcher portando cartazes desaforados a se comportar como uma desatinada na frente do número 10, em resposta aos manifestantes de sempre. Em 1984 havia três milhões de desempregados na Inglaterra, e greves em quase todos os setores da economia. Os mineiros fizeram greve por mais de ano. Essas pessoas e movimentos sindicais e sociais estavam todos na rua, diariamente, por meses a fio, especialmente defronte ao 10, Downing Street.

Estou mencionando o caso de Thatcher, por motivos óbvios, ela foi e é o paradigma neoliberal do mundo todo, fonte de águas turvas de onde Yeda Rorato Crusius bebe a inspiração diária de seus atos.

Mas, como disse aquele filósofo hebreu, repetindo Hegel, em “O 18 Brumário de Luis Bonaparte”, “todos os fatos e personagens de grande importância na história do mundo ocorrem, por assim dizer, duas vezes, a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa”.

A farsa yedista está nos custando muito caro, e está indo muito longe.

Que tal, então, discutirmos a questão proposta pelo coronel Trindade? Quem – de fato – se reuniu no Rio Grande de forma pensada e organizada para cometer delitos?

.....................

Depois de ficar por meses demonizando o MST, com matérias subjornalísticas e de pseudo-neutralidade, o jornal Zero Hora, ontem quis relacionar o Cpers Sindicato ao movimento dos sem-terra.

Uma impropriedade total.

De um lado, temos um movimento social do mundo rural, de outro, temos um sindicato formal, institucionalizado, de natureza urbana, formado por funcionários públicos de classe média em processo de esbulho de direitos. Não há nenhum elemento que ligue os dois fatos sociais. Nada.

O jornal ZH demonstra uma ignorância infinita ao relacioná-los de forma ligeira e oportunista.

No raso e no fundo, quis desagravar o comportamento desatinado de sua criatura política, Yeda Rorato Crusius - formada e cevada na escola RBS de nulidades guascas.

41 comentários:

gansolino disse...

Feil, pegaste de relance a foto do Pedro Louco, a pústula de Canguçú.

Anônimo disse...

Mendes neles!

André F. disse...

...A VÉIA MENTE NA MANSÂO E O BRIGADIANO NO SOBRADINHO!...(Segundo Zándor Marái...Um dia a casa cai!!!)

Anônimo disse...

CANA NESSES VAGABUNDOS DO CEPRS, UNE UFRGS, MST E OUTROS QUADRILHEIROS QUE SE REÚNEM PARA PRATICAR CRIME.
É ALEI.

Anônimo disse...

concordo com tudo, mas o acesso a Dowing street n.10 é uma das maiores farsas da anacrônica democracia de sua majestade. Ninguém passa ali na porta. Mas a imprensa oficial filma o primeiro ministro entrando no numero dez quando interessa ao poder fazer pensar que o home é um cidadao comum. Não é assim. A ruazinha é interna ao palácio, ao lado do War Cabinet (eles estão sempre em guerra contra algum mais fraco, como iraquianos e afegãos. Na frente do palácio, grades, postos de guarda 24 horas e militares armados com metralhadoras. A rua da democracia é uma das maiores farsas do velho e decrépito mundo. Dona Yeda apenas faz parte dele,não diria que é melhor do que a rainha. Já o chefe de polícia, se encontrasse um encanador brasileiro no metrô, poderia julgã-lo pela aparência um terrotista e mandar 11 de tiros de pistola na cabeça por suspeita de formação de quadrilha...enquanto isso, na casa dos lordes the soft money running...

Jordi disse...

Pô, o cara quer botar até a universidade na cadeia... Esse tipo de comentário cheio de ódio e obscurantismo dá ânimo para seguir na luta, apoiando o Cpers, a Une, a Ufrgs e o MST etc. Mostra que estamos no caminho certo.

As verdadeiras quadrilhas, como a montada pelo Eliseu, o Lair, Os Crusius, os Vaz, os Germano, apoiada pelo Simon e outros que usam para isso a sua boa reputação e a mídia cúmplice, não perdem por esperar.

fradinho disse...

Não adianta malhar em ferro frio, o negócio e dar tempo ao trabalho que está sendo feito pelo judiciário, não existe outro jeito, já que a maioria na ALERGS recusa-se a cumprir sua função de fiscalizar! O governo yeda está desesperado e acuado, repito: combinação explosiva. Este governo, assim como todos os do PSDB, sempre mancomunados com a imprensa, distorcem os fatos e mudam o ângulo das coisas. O melhor exemplo é um ex-secretário de justiça que, de herói virou bandido em horas. Por outro lado não achei correto bloquearem a casa da governadora, assim como não achei certo a primeira mandatária no estado demostrar desequilíbrio e se vitimizar atrás da família! Além do que há horas estamos vendo no rio grande o velho e conhecido bordão: "Eu prendo e arrebento"!

Anônimo disse...

e qdo. 20 brigadiano se juntam pra intimidar um motorista que bateu num "coleguinha", é o que?

SBENTENAR disse...

- DESMILITARTIZAR A BRIGADA MILITAR É UMA QUESTÃO IMPERIOSA . DO JEITO QUE ESTÁ É UMA POLICIA A SERVIÇO DE GOVERNOS DE PLANTÃO, SUBORDINADOS A CORONÉIS BARRIGUDOS SUBSERVIENTES QUE GANHAM MAIS QUE GENERAIS-DE-EXÉRCITO. COTURNO É PEÇA DE USO EXCLUSIVO DO EXÉRCITO.

Nelson disse...

Excelente texto, Feil. Agora, se o comandante da nossa briosa está a fim de investigar quadrilhas, deve procurar em outro lugar; bem próximo dele tem um campo fértil nisso.

Eugenio Hansen, OFS disse...

Paz e bem!

Proposta de palavradeordem
pra próxima manifestação:

Coronel Trindade
não vê a quadrilha da Ieda,
que barbaridade!

Anônimo disse...

e na ótima photo de paraty,
nenhuma legenda, puro silêncio?
se essa rua fosse minha eu mandava ladrilhar.
muito boa, mas muito boa mesmo!

Anônimo disse...

"Do rio que tudo arrasta, dizem que é violento, mas não que são violentas as margens que o oprimem". Bertold Bretch.

Anônimo disse...

Quando um brigadiano abre a boca para interpretar o Código Penal, Pontes de Miranda e Ruy Barbosa se reviram no caixão.

benjamim minusculo disse...

e os crimes cometidos pelo governo estadual, vale tambem formaçao de quadrilha, ja que sao varias pessoas reunidas com o intuito de roubar os cofres publicos. isso esse milico de merda nao fala.

Anônimo disse...

O segurança pessoal da chefe da quadrilha, conforme ele mesmo definiu o delito de "quadrilha", instituáda no Piratini é o tal de Jão Carlos Trindade, comandante da "Briosa", a serviço da dona Yeda e não da comunidade, como deveria ser. Ignorante jurídico tentando dar uma de definidor de tipos penais. . .

Anônimo disse...

Muito bem SBENTENAR (comentário das 16:43) concordo contigo, tem desmilitarizar esses Brigadianos e o resto das PMs do Brasil. Já tá foi descutido no Conseg de Porto Alegre e foi para Brasília, a ser descutido agora lá, a desmilitarização deles, que passarão para as prefeituras municipais. A tendência é essa, não tem volta. Aproveitem para fazerem as barbáries agora, pois isso terminará. . . .

Oscar T. disse...

Formação de quadrilha: definição p/ o governo Yeda. Bem colocado, Coronel, que capacidade a sua!! (chato é repetir o que digo aqui há 2 anos: Yeda quadrilheira).

edu disse...

A Brigada deve continuar militarizada, precisamos de uma força militar nos anos que virao. E' hora de reforçar o exército. Afinal, o monstro esta a procura de uma presa facil...ja que o Ira nao pode ser atacado...

Que se criem novas forças de segurança organizadas pelas prefeituras.

Todos sabem q o problema nao é a Brigada Militar, e sim o chefe do executivo.

Elegem energumenos como brito, rigoto e yeda e querem o que??? Apanhar da Brigada é o minimo, os soldados cumprem ordens, se o comandante manda prender eles prendem...

A Brigada sempre foi respeitada no Rio Grande, qual Gaucho nao teve alguma passagem "tensa" com os soldados da Brigada, no meu caso foram sempre respeitosos e exigentes, jamais agiram com violencia, ao contrario, aconselhavam o que deveria ser feito.

Proponho uma revitalizaçao da Brigada, com melhores salarios, garantias sociais, acesso ao ensino de qualidade, equipamentos que permitam o desenvolvimento do trabalho com qualidade.

Devemos equiparar a Brigada às melhores forças de segurança mundiais, agentes cultos, educados, com a disposiçao todo o aparato tecnologico necessario.

Temos de salvaguardar a Brigada, nao podemos deixa-la a merce de loucos.

yeda peneira os quadros da Brigada até achar um mercenario disposto a bater nos seus irmaos Gauchos em troca de dinheiro.

E a culpa é da Brigada Militar??

André F. disse...

...PÚÚXA:Isso não é uma bruxa!!!..."Sereia da areia"...Que a rua margeia...(Essa parede já tá quase toda descascada!!!!Necessitava dar uma Pintada!)

Luís disse...

Pois é, esta é nova: formação de quadrilha é crime, agora, no RGS?!
Ué... justo agora que eu estava aprendendendo que não, junto à nossa grande "elite"...

cao@dino disse...

a foto lá de cima é para mim?....

Anônimo disse...

Em resposta ao Edu, que deve ser brigadiano, respondo que a culpa em em grande parte é sim dela. Pois sempre há coronéis dispostos a tudo, a fazer a vontade de uma desgovernadora como esta. Sempre há um coronel de plantão para serrar a cadeira do outro. A brigada é representada pelo seu comandante, que ao meu ver é a imagem da tropa. A brigada tá metida em tudo e quer fazer tudo. Só pra exemplificar tem Major que se presta a ser motorista de Deputado. Tô mentindo????? Brigada Militar (oficiais) servindo de motorista???? Não precisamos de uma milicia fardada pra baixar o pau em professores só porque o Comandante mandou. Tem que haver bom senso e não tuculencia. A polícia tem que pensar e não só agir por ordem de um comandante IGNORANTE que apenas quer aparecer para a governadora. Quando ocorre uma operação destas e pessoas ficam feridas, qual a razão dessa violência desproporcional. A intenção do comando da brigada, que passa de coronel em coronel, é sempre impor a força, não importa se qualquer movimento seja legito e amparado pela constituição. Brigadiano não conhece a constituição, então deve haver um movimento constitucional para desmilitarizar quem desrespeita a constituição. Além do mais é injusto uma força auxiliar das forças armadas, no caso dos oficiais da BM, ganharem muito mais que oficiais de carreira do EB e demais forças armadas, para não fazerem nada, apenas mandar bater em professores. E digo mais, não sou professor, tenho pavor de política, mas não dá para aguentar uma defesa tão sem argumentos como a do seu Edu acima. . . LUIS

Anônimo disse...

Vai dormir...MAIA!!!!

Anônimo disse...

Minha esposa é professora e não apanha de Brigadiano. Sabem por quê? Porque ela não é sócia do CEPRS, não é militante do PT/PSOL e naquele horário estava ministrando suas aulas.
Quantos professores temos no RS? Ou em Porto alegre?
E quantos estavam na frente da Casa da Governadora em formação de quadrilha praticando aqueles delitos? Meia dúzia que não representam os profesores coisa nenhuma.

Anônimo disse...

Anonimo das 8:59, depois de ler teu comentário, me lembrei de uma expressão que gritava quando era guri depois de fazer um gol no campinho... BUSCAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

Anônimo disse...

Anonimo das 8:59, tens certeza de que a tua mulher tava dando... aula? Cuidado...

Anônimo disse...

Anônimo das 8:59 hs.!

Como tens absoluta certeza que tua mulher não apanha de brigadiano, será por ela dar????

Depois do Anonimo Vidão, apresento o Corno Anonimo

Vanessa Drehmer disse...

Isso aí Feil! Muito bom texto!
Se é para encriminar quem se reúne para fazer delitos, então TODOS que fazem este tipo de ação devem ser julgados. Esta não é a verdadeira justiça? Porque um grupo de manifestantes, cansados com os desbundes do governo Yeda pode ser chamado de criminoso a Governadora não pode?

Outra coisa: MST e Cpers tem uma coisa em comum apenas: a luta por uma igualdade e condições aos seus. Mas é claro que para a ZH isso não conta.

Anônimo disse...

Parece que as conotações do Anônimo das 8:59 incomodaram alguns. Mas que apelação. Atingiu em cheio seu objetivo.

Noiram disse...

Bem que poderia ter dois acessos para comentários nos blogs. Um para o pessoal da esquerda e outro para o da direita. Assim, poderíamos trocar ideias e informações apenas com o pessoal que a gente se identifica, ao invés de ter esse monte de baboseira que o pessoal anônimo do PRBS escreve.

Anônimo disse...

Trocar idéias ou asneiras?
Pessoal da esquerda não fala nada que preste. Não se tira uma fagulha de luminosidade nesse povo fanático.

Anônimo disse...

Petralha nao fala,solta as fezes pela boca!

André F. disse...

hahahaha... FOI UM "FANÁTICO" QUEM DESCOBRIU A RODA!!! E A PINTURA...E O TELEFONE...E A EVOLUÇÃO DAS ESPÉCIES...ENQUANTO AS BIXINHAS FICAM ARRUMANDO MACINHOS DE ESPINAFRE NA MESA!!...

Anônimo disse...

Mentira. No tempo que inventaram a roda não tinha caixa dois, não tinha mordida para o Partido, não tinha nepotismo, não tinha filhinho Ronaldinho....
Portanto, não foi um fanático esquerdista não. Além do que, mesmo que para suas épocas, eram gênios o que não se encontra nestas seitas ideológicas.

Anônimo disse...

desculpe, não vejo outro lugar onde postar minha pergunta: cadê a photo de paraty que estava aqui?
Tenho voltado apenas para vê-la, hoje sumiu...
dá um jeito aí, gauche.

Anônimo disse...

Esta turma da Yeda gosta de um sobradinho, não é mesmo?

Claudio Dode

edu disse...

Luis, gostei muito do que escreveste, e creio que concordo com praticamente tudo.

Mas que digas que nao apresento argumentos, ai nao, existem varios temas passiveis de critica e antagonismo elaborados no texto.

Dissestes muitas coisas verdadeiras, mas nao atacastes nenhum dos meus argumentos de forma direta, te limitaste a fazer um comentario abrangente e ofensivo.

Me parece que és capaz de muito mais.

A nao ser que pensemos da mesma forma, apenas expressamos de forma diversa.

Grande abraço.

Alain Delorme disse...

...Não era por aquí que tinha uma parede com uma belezura encostada???

Anônimo disse...

foi ela que mandou tirar a photo?
ponha de volta só pra gente pegar
uma energia pra nos levar ao fim do dia(ou do mes)

Alain Delorme disse...

Não!Me disseram agora que a pobrezinha foi atacada por um grupo furibundo de "rapazes" esquizitos ,comandados por um vendedor de espinafres alucinado que brandia um pênis de borracha sobre a cabêça e vociferava "Animal nojento...Animal nojento"... Mas já tenho seu novo endereço...E é meu!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo