Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

TV Globo editorializa genocídio em Gaza


A violência seria recíproca

O cinismo da TV Globo para com a situação do genocídio em Gaza é algo que merece estudos prolongados.

Hoje às 13:34h, Jornal Hoje, um de seus tantos noticiários inúteis ou mentirosos, a emissora carioca conseguiu a proeza de abordar a grave situação da Faixa de Gaza mas sem informar quem está promovendo os bombardeios e quem está sofrendo os bombardeios. Eram mostradas imagens das áreas destruídas, mortos, choro, crianças feridas, prédios em ruínas, fumaça negra, etc., mas nunca era mencionada a autoria daquela violência toda.

A editorialização do genocídio israelense em Gaza, contra o povo palestino, quer fazer crer ao senso comum que a destruição no Oriente Médio é recíproca, que há tanta destruição e mortes em território palestino, quanto em território israelense.

No texto, a Globo diz que “as Nações Unidas condenaram os dois lados pelos ataques e pediram um cessar-fogo imediato, mas ninguém parece disposto a ceder, pelo contrário, ambos os lados aumentam o poder de fogo”.

Como os palestinos poderiam aumentar o seu poder de fogo? Com aqueles foguetinhos fabricados artesanalmente?

Enquanto isso, Israel, que emprega armamento proibido pela Convenção de Genebra, ontem destruiu a totalidade dos prédios da Universidade Islâmica de Gaza, incluindo sua biblioteca de cinco andares e contendo 130 mil livros. A Universidade palestina tinha trinta anos. Tudo foi destruído em minutos.

6 comentários:

Nelson Antônio Fazenda disse...

As forças de Israel destruíram premeditadamente uma Universidade e sua biblioteca? Mas, isso não é coisa de terrorista? E os terroristas não são os outros - Hezzbolah, Hamas, Farcs, etc.?
Assassino, genocida, monstro, maníaco. Assim estariam sendo qualificados pela mídia hegemônica Fidel Castro, Evo Morales, Hugo Chávez, Rafael Correa e mesmo Luís Ínácio o mandante ou mandantes de tal barbárie.
Porém, o mandante faz parte do grupo de países dito civilizados. Assim, para essa mídia, Israel está apenas fazendo uso de seu direito de se defender.
Enojante!

prieb disse...

Com esses mísseis teleguiados por satélite eles acertam um gato tomando sol na janela de uma casa de subúrbio.
Destruir a Universidade e sua biblioteca foi portanto intencional, premeditado e parte de um plano de "solução final".
Aprenderam com quem?

Lamarca disse...

A culpa é do velho Moisés, que levou o povo judeu para um ligar onde não tem agua nem petróleo !!

Pmarkes disse...

O Jornal da Globo dessa noite de terça 29/12 mais uma vez supera a mentira e a manipulação. Faz uma reportagem sobre uma mulher israelense atngida por um Missíl, em clima de revolta mostra a parada de ônibus destruida e pessoas indignadas. Já em relação aos mais de 300 palestinos, só imagens sem identificação dos responsáveis. Será que a vida de uma mulher israelense tem mais valor que 300 palestinos?

Anônimo disse...

Os bancos de investimentos estão indo para o beleléu, mas a midia sionista continua a todo o vapor.

Ary disse...

Com a total aprovação de Obama, diga-se de passagem. Ou alguém, em saudável consciência, imagina que Israel faria um ato desses sem consultar e obter a aprovação do futuro presidente dos EUA? Aliás, Obama, que tanto andou pelo mundo a divulgar a sua candidatura, bem que poderia pregar, nas mesmas tribunas,a paz na região. Onde está Obama? Em férias. Bush, lembram, também estava de férias nos momentos mais críticos. Obama nada fala, alegando que os EUA ainda tem presidente. Mas não era ele quem até bem pouco falava sobre tudo? É, pessoal, a promissória eleitoral começou a ser descontada. Acho que os americanos (com o apoio de boa parte do mundo) elegeram um belicista pela via pacifista - alguém com "legitimidade" para prosseguir, de forma dourada, com a política americana.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo