Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

A paciente construção de uma candidatura ao Piratini


Para a RBS, o bom José é o cara

O jornal Zero Hora “descobriu” uma menina prodígio de nove aninhos, redatora de manifestos políticos que constroem subjetividades consistentes do prefeito José Fogaça, candidato preferencial da direita guasca à sucessão de Yeda Rorato Crusius.

A menininha Nayhu Ziegler é mesmo um fenômeno, "redigiu" um texto altamente articulado para a sua idade e conseguiu cercá-lo de simbolismos que vão ao encontro do que a RBS pensa para o líder que deve ocupar o Piratini, a partir de 2011.

Que coincidência fantástica, não?

Paul Joseph Goebbels, o Propagandaminister de Adolf Hitler, teria muito a aprender, hoje, na redação de ZH.

Com uma pequena dose dessas a cada semana, é o que basta para José Fogaça (PMDB) chegar à campanha eleitoral de 2010 como um candidato com perfil sólido, imagem de líder irretocável, de administrador exitoso e de político ético e ao mesmo tempo terno e familial.

20 comentários:

Stringhini disse...

Muito bem pensado, Feil.
E a Oposição fica de mãos amarradas com essa legislação eleitoral que não consegue enxergar e coibir essas subjetividades que a mídia amiga constrói todos os dias. Eu vejo aqui na minha pequena cidade do interior é todos os dias os caras do rádio ou do jornalzinho batendo no PT e levantando a bola dos deputados da região. Quando chega o tempo eleitoral a carreira já está praticamente corrida, ganha sempre o cavalo ou a égua do comissário.

Milton Ribeiro disse...

Um dos episódios mais ridículos de minha vida foi quando, aos 10 anos, fiquei entre os vencedores de um concurso de redação e fui receber o prêmio na Reitoria da UFRGS das mãos de Costa e Silva.

Era 1967. Meu pai -- que me adorava e era correspondido -- nunca me cumprimentou pela "vitória" e levei um tempo para entender o que o contrariava tanto. Minha mãe dizia que o pobrezinho (sim, eu) não era culpado pelo fato do Grupo Escolar Ildefonso Gomes ter aceitado entrar num concurso de escolas estaduais. Fui com meus colegas de aula receber o prêmio de segundo ou terceiro lugar. Meu pai apenas quis saber se eu apertara a mão do homem. Disse que sim e ele fez uma inesquecível, verdadeiramente indescritível cara de decepção.

Este fato perfeitamente anônimo duas semanas depois, ainda hoje me envergonha. Meu pai nunca voltou a falar nesse assunto.

O que esta mãe imbecil fez, auxiliada pela RBS que lhe proporcionou o factóide, é de rigorosa maldade. Pobre Nayhu, seja ela ou não a autora do pedido.

Anônimo disse...

Que venham mais Nayhus em 2009 e 2010, que encham a RBS de histórias piegas e falsas.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Fogaça governador e Fortunatti prefeito. Enfim, ele vai ser prefeito.

oscar torres disse...

Chega a ser ridícula a posição da RBS na campanha pró-Fogaça!! É o próprio Papai Noel !!!

gustavo disse...

Isso é usar uma criança como um objeto, como uma peça de propaganda política. Essa gente cada vez mais chafurda na sua própria M.

Que lixão.

Anônimo disse...

Eu me dei ao trabalho de comentar o post usando esse raciocínio de ZH empenhada na eleiçao em 2010 e, óbvio, meu comentário foi censurado.

Tudo continua lindo na República do Pampa...

Marcus Padilha

heliopaz disse...

Cristóvão e demais comentadores,

De fato, o propagandaminister Goebbels teria muito o que aprender com a RBS: algo que o duro, sisudo e pouco sensível (pelo menos publicamente) dirigente hitleriano não conseguiu nem mesmo através das lentes da cineasta Leni Riefenstahl foi transformar o simbolismo do regime nazista em empatia, intimidade e coloquialidade.

Fogaça no Piratini até 2018 e Fortunati no Glênio Peres até 2020.

Hoje, tenho 35 anos. Pelo menos até os 47, não vejo mais a menor perspectiva baseada na racionalidade, na maturidade, na politização e no debate de ver um programa urbano e sustentável de esquerda no poder.

Isso porque, até lá, independentemente das forças econômicas e midiáticas que sustentem a oligarquia bovinóide, ainda não terá havido tempo suficiente para que a esquerda operária, centralizadora e burocrática evolua rumo a uma esquerda em rede, descentralizada e ágil.

Não costumo generalizar nem ser preconceituoso, mas os quadros de esquerda precisam de maior escolaridade e de menos interpretações equivocadas de Marx.

Ser de esquerda não é ser necessariamente partidarizado. Apoiar uma candidatura que se aproxime de um ideal mais ou menos comum de solidariedade, distribuição de renda, justiça e sustentabilidade também não implica em ficar quieto para as suas contradições, idiossincrasias e graves falhas programáticas, legais e éticas apenas porque o outro lado é muito pior.

A direita continua sendo direita. Contudo, seu triunfo não se deve apenas à mídia de massa amiga, pois essa direita guasca está se recriando através de alguns expoentes que, mesmo sendo do esquema, possuem uma estampa simpática, representam experiência e não possuem nenhum discurso sectário, apesar de todas as forças sectárias estarem sob o seu guarda-chuva.

Cristóvão, foi uma pena ainda não ter podido te conhecer pessoalmente. Nosso papo com os outros blogueiros foi muito esclarecedor, inteligente e divertido.

BOAS FESTAS!

[]'s,
Hélio

heliopaz disse...

Stringhini,

Por acaso tens algum grau de parentesco com a melhor professora de História que alguém poderia ter tido no início do pós-ditadura em meados da década de 1980 na Escola Estadual de 1º Grau General Daltro Filho na Av. América perto da Bordini e do Hospital Militar, minha querida ELAINE STRINGHINI?

Adoraria encontrá-la depois de tantas décadas. Grande parte do que eu pesquiso hoje e decidi levar como meu futuro profissional e pessoal devo a ela.

[]'s,
Hélio

Fernanda Flores disse...

Escrevi um comentário sobre isso lá no blog da abelha-rainha....
Parece que viu censurada....
hihihihi

Fernanda

Antonio Carlos de Holanda Cavalcanti disse...

O Fogaça se elegerá governador do Estado com folga. Isso por que é um grande político e gestor. Mesmo que os petralhas, esquerdalhas ridículos não queiram. Mas assim será. Um bom futuro para o RS. Com certeza, o Estado atingirá níveis de desenvolvimento nunca antes imaginados.

Anônimo disse...

Não sei se é outro cavalganti, ou se é o mesmo com o nome completo, mas continua(m) a mesma cavalgadura.

Com certeza mais este "grande político e gestor" conseguirá os grande indices de desenvolvimento do Britto, Rigotto, Yeda e Caterva.

Que todos tenham um ano novo igual, junto e misturado coma Aracruz.

Claudio Dode

oscar torres disse...

Petralhas? Esquerdalhas? Pobre Cavalcanti cavalgadura, usa expressão que os criados da Veja usam. Falta de originalidade! Não duvido que Fogaça vença, pois um dos piroes prefeitos de Capital (IBOPE) antes da eleição, se reelegeu. Logo, c/ apoio total da RBS vai ser bem mais fácil.

edu disse...

Basta que fogaça fique sentado sem fazer nada, nao importa a sorte de POA, a midia escondera os problemas, como fez até agora.

Até 2010 criarao fatos, jogando lama sobre as candidaturas populares.

A extratégia é jogar o 0 contra o -1, com rigoto foi assim, com coisa ruim e pretendem repetir a formula.

Se nao for fogaça sera outro 0, como num filme de ficçao americano.

Essa forma de Estado acabou minha gente, inutil estarmos esperando uma mudança social vinda desse modelo, ele esta completamente corrompido.

Cabe a nos criarmos um Estado, uma comunidade, uma rede social, alternativa e fora dos caminhos atuais.

Devemos voltar ao nucleo familiar, que devera ser fortalecido. Saude, educaçao e segurança proporcionados pelo nucleo familiar.

Gustavo Guglielmi disse...

Edu, sinto dizer que a família é um dos núcleos mais opressivos que existe, ovo reprodutor do sistemãozão. Felizmente está sendo erodida pelos tempos, pelo menos na forma como a conhecemos e fomos criados.
Sorry!

JOAO SOUZA disse...

eE OS PORTOALEGRENSES, GADO DE CABRESTO, USUARIOS CRONICODE ADESIVOS "POLITICAMENTE CORRETOS" DISTRIBUIDOS PELA RBS VÃO VOTAR EM PESO NO FUMAÇA....

edu disse...

Gustavo, melhor pertencer a um pai, do que a um banco, nao achas?

Anônimo disse...

Depois da confissão do Busatto , que registra a "benemerência" da sua turma, a "Tchurma " do Maia entregha toda a sua "benevolência".

Baita V E A D O.

Antonio Carlos de Holanda Cavalcanti disse...

Os governos Yeda e Fogaça tem demonstrado muito mais competência dos que os do PDT e PT. Isso por que procuram resolver os problemas com pragmatismo. Esse tipo de abordagem aagrada muito mais ao povo do que ideologias retrógradas. Teorias socialistas, comunistas, liberais, ou neoliberais, além de outras não interessam ao povão. O que as pessoas querem é melhorar sua qualidade de vida. Só isso. E os gestores devem objetivar suas ações nesse sentido. Melhorar as condições de vida dos cidadãos. Não interessa o nível social. Se há problema, que sejam buscadas as soluções.

SBENTENAR disse...

- CAVALCANTI, ENERGÚMENO!!! A GRANDE E MELHOR GOVERNADORA DO RS NÃO VAI CONCORRER A REELEIÇÃO?? O FUMAÇA VAI A GOVERNADOR ENTÃO?? E A CORJA CRITICOU TANTO TARSO GENRO. QUE EU LEMBRE CAPITANEADO PELO TAMBÉM CONCORRENTE "BUSATINHO". AQUELE, O ÉTICO, QUE FUGIU PARA ELEGER OBAMA!!!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo