Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Azedume e amolação


Que saco!

“Quando a gente toma o encargo de governar um Estado, tem de responder àquelas coisas chatas: lei, disciplina, ordem, iniciativa, política pública”.

Trecho de entrevista da governadora tucana Yeda fui-muito-escravizada Crusius ao jornal Zero Hora, de 30 de novembro de 2008.

Foto: Agência Celeuma Imagem

27 comentários:

el barto disse...

realmente, pruma MAU-CARÁTER de carteirinha dessas deve ser difícil cumprir a lei.

Anônimo disse...

Faltam dois anos e 28 dias para terminar o governo(???) dessa naba, e esse período, quase interminável, certamente, não será tedioso.

Anônimo disse...

Reflexão:

Os detentos do Presídio Central, de Porto Alegre, não vão comer na próxima quinta-feira, para doar 1.546 kg de comida e 90 litros de óleo de soja à Defesa Civil de Santa Catarina. O valor equivale ao total de comida consumido durante um dia no presídio. Enquanto isso, sem-terra, quilombola, consciência negra, assentado de barragem, pastoral disto e daquilo, esta ratatulha dos "movimentos sociais"não mexem um dedo para ajudar quem precisa.


Cel

Anônimo disse...

E a burguesia que freqüenta o Barranco e Parrilla del Sur está fazendo o que mesmo?

Anônimo disse...

Cel é abreviatura de celerado? ou de Cel Mendes?

el barto disse...

é, e a "gente de bem" (escumalha da pátria guasca, tipo assim quadrilheiros do detran, muitos deles amiguinhos da destrambelhada) podia deixar de consumir lagosta, caviar e champagne cristal por UM DIA e ajudar tb...

Carlos Eduardo da Maia disse...

Muito fácil pegar uma foto qualquer de um lance qualquer da vida de uma pessoa e estampar embaixo um texto para fazer panfletagem. A imprensa marrom não faria melhor.

Anônimo disse...

Reflexão II

Pois é, né, Cel... se a gente fosse um pouco mais solidário ao menos com as crianças que rolam pelas nossas ruas quem sabe o presídio central nem poderia doar grande coisa, porque teria pouca gente lá.
E se a ratatulha que despejou pequenos agricultores de sua terra pra construir barragem, sem se preocupar onde iriam parar, você hoje não precisava se incomodar com sem-terra

Rita

Carlos Eduardo da Maia disse...

Rita, para construção de barragem é necessário tirar financiamento externo, via Bird. Os técnicos desse banco de fomento internacional descem aqui e tem um cuidado imenso em relação à ecologia e aos assentamentos. O Bird não libera valores enquanto esses problemas não estiverem solucionados. Geralmente, as pessoas que compõe o MAB (Movimentos Atingidos por Barragens) não tem nada a ver com as pessoas atingidas pelas barragem em questão. Eles se organizam de cima para baixo para fazer barulho e levar uma graninha boa do governo federal. O mesmo ocorre com o MST. Outro dia se identificou aqui mesmo no DG uma manifestante do MST que era contra os eucaliptos. Da onde ela era? De Pernambuco. É assim que funcionam os movimentos das minorias participativas.

malacara disse...

A prevalecer esse teu ponto de vista, tu não podes vir dar pitaco e aborrecer todos aqui. Vai pro teu barraco imundo e fica no teu blog onde só tem moscas e ratos magros.

guma disse...

minoria participativa é quem visita o teu blog, ser rastejante.

Anônimo disse...

E O Maia disse:

"outro dia se identificou aqui mesmo no DG uma manifestante do MST que era contra os eucaliptos. Da onde ela era? De Pernambuco.

Primeiro não "se identificou" aqi no DG uma manifestante do MST, o próprio Maia numa frustada tentativa de deduragem, e no embalo do facinora do Cel. Mendes, quis dicriminatóriamente fazer uma falsa denuncia por ela ser de outro estado.
Segundo ele nãoo emite qualquer comentário sobre a "subprime" guasca, que veio para operar o Detran., o Daer, o Banrisul, comprar casa até hoje inexplicada, de origem no Estado de São Paulo.
E quanto a ansia de vir outra papeleira fica só no desejo de alguma migalha voltar a pingar na midia e sua periferia.

Claudio Dode

Anônimo disse...

CALA BOCA MAIA!!!!
Sônia

Anônimo disse...

CALA BOCA MAIA!!!!
Sônia

gustavo disse...

Cala a boca Magda(vulgo bobo da corte do DG)!

Anônimo disse...

cala a cloaca, Maia!

Anônimo disse...

Feil, tu já ouviu falar em ironia? Ou quer que a governadora explique a piada?

julce disse...

A Dercy Gonçálves não morreu?
Pois Yeda substitui a Dercy no montante de bobagens que diz. Só que as bobices da Dercy eram só bobices, não prejudicavam ninguém nem nada.

maria alice disse...

Anônimo, gostaríamos mesmo de ouvir uma explicação sobre as piadinhas da governadora.
E que aproveite para explicar também sobre a casona dela lá perto do Iguatemi.

Anônimo disse...

Esses ditos "movimentos sociais" só querem o venha nós e o vosso reino que dane!
O nome certo é gentalha!
Só pensam nas tetas governamentais para continuar na vagabundagem.
Gentalha!

baltazar disse...

"Venha a nós o vosso reino" é a Ford, a GM, os fazendeiros quebrados pedindo anistia para TODOS os governos desde Getúlio Vargas, são os Daniel Dantas que roubam antes de ganharem de lambuja, são empreiteiras que combinam preços exorbitantes nas licitações públicas, são os bancos que participam de todos os negócios acontecidos no país, tirando beirinhas de cada negócio pequeno ou grande. Isso sim que é "venha a nós o vosso reino" seu Anônimo covarde e fdp.... gentalha podre, cu da vida e da morte.

el barto disse...

ah sim, e que a "gente de bem (rafuagem ratatulha com $$$)" deixe de consumir uma carreirinha, injetar uma coisinha na veia, encher a cara com JB, coisa que eles apreciam tanto, por UM DIA tb, e ajudem o pessoal de SC.

mariorangelgeografo.blogspot.com disse...

Ô anônimo das 13:40 filho da puta, vai pro blog do Maia, lá sim é teu lugrar. Vão vocês dois...

baltazar disse...

se o Banco do Brasil fosse recuperar todos os créditos não pagos que os governos anistiaram os fazendeiros, o BB seria o maior banco das galáxias, maior que todos os bancos dos EUA, Europa e Japão juntos
No Brasil tem fazendeiro e neto de fazendeiro que se gabam por nunca terem pago título do BB. Me digam um país do mundo onde tem essa mamata pra vagabundo rico gigolô de vaca parasita?

Anônimo disse...

Sr. Da Maia, pode até ser que os técnicos do Bird ou de outro desses bancos de "desenvolvimento" tenham se tornado mais cuidadosos, mas não era essa a história quando um monte de gente foi parar no olho da rua por causa das barragens no Alto Uruguai, e foram essas encrencas que desaguaram nos movimentos de sem-terras no Sul.
E o que há de anormal em uma pernambucana pronunciar-se contra eucaliptos? O Nordeste também está sofrendo por causa da invasão sem-critério de lavouras de exóticas. Pessoalmente, desaprovo muita coisa no MST. Mas também desaprovo a confraria dos loucos da daslu, e nem por isso negaria o direito deles se manifestarem fora dos limites do seu hospício.
Rita

Anônimo disse...

O pessoal está ficando desempregado, que tá inundando de rato esse blog.

André disse...

Maia disse: "os técnicos [...] [do Bird] têm um cuidado imenso em relacão à ecologia e aos assentamentos."

Tu não ouviste falar de Barra Grande, não foi? Talvez nem de Pai-Querê, pelo jeito. Pois nessas e em diversas outras barragens a questão ambiental foi totalmente atropelada. Estude um pouco sobre a questão Barra Grande, para teres uma idéia.

Tua desinformacão beira o descaso com a realidade.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo