Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Transnacional Siemens é uma empresa criminosa


Parte dos seus capitais resultam de exploração de trabalho escravo

Sacudida por uma série de casos de corrupção nos quais perdeu dinheiro e prestígio, a Siemens concordou na última segunda-feira, 15, em pagar mais de 1 bilhão de dólares em multas na Alemanha e Estados Unidos.

A Siemens, sediada em Munique, acordou pagar mais de 800 milhões de dólares compensatórios por responsabilidade em corrupção nos Estados Unidos, e outros 395 milhões de euros (533,6 milhões de dólares) às autoridades européias. Na última segunda-feira foram divulgadas as importâncias das multas.

Com ações nas Bolsas de Valores de Nova York e no índice DAX da Alemanha, os fiscais norte-americanos descreveram planos nos quais os executivos da Siemens subornaram funcionários estrangeiros com maletas cheias de dinheiro e criaram amplos fundos para corrupções a fim de obter contratos governamentais.

A empresa está em 30 países e atua nas áreas de indústria, energia e setores de saúde, vende produtos que vão desde turbinas de vento até trens, está comprometida em um escândalo de corrupção de grande amplitude e reconheceu haver feito pagamentos de legalidade duvidosa para assegurar contratos. Uma investigação realizada no interior da Siemens encontrou evidências de violações em toda a companhia e em vários países.

Sob os termos do acordo fechado nos Estados Unidos, Siemens e três de suas subsidiárias internacionais pagarão aproximadamente 450 milhões de dólares ao Departamento de Justiça para cobrir as movimentações financeiras destinadas a subornos e intenção de falsificar os livros corporativos de 2001 até 2007. A empresa pagará outros 350 milhões pelos cargos cooptados na Comissão de Valores e Câmbio. A informação é da Associated Press.

.................

Parte da acumulação de capital da Siemens foi auferida graças ao trabalho escravo de presidiários judeus durante o regime nazista na Alemanha.

Essa história é conhecida na Alemanha. Fernando Morais contou-a no livro "Olga", mas foi suprimida, por evidentes motivos comerciais, no filme brasileiro do mesmo nome produzido pela Globo Filmes. A Siemens, assim, trabalha com capitais malditos, que resultam de exploração da escravidão, racismo, contubérnio com o regime hitlerista e agora corrupção pesada para obtenção de contratos governamentais ilegais.

A exemplo do Tribunal de Nuremberg, deveria haver um tribunal internacional para judiciar essas transnacionais criminosas que causam danos inominados a milhões de pessoas no planeta durante dezenas e dezenas de anos, como é o caso da famigerada Siemens.

Cuidado, neste natal você pode ter comprado inadvertidamente um presente produzido por uma empresa inescrupulosa cujas raízes estão plantadas no pântano do racismo, da escravidão e da corrupção. Cuidado!

16 comentários:

msilvaduarte disse...

Essa é a sagrada eficiência privada.

Anônimo disse...

Caro Cristovão, gostaria de saber o lado corrupto da Siemens no Brasil, qual o governo beneficiado?
Seria interessante descobrirmos rapidamente e denunciar.
Um forte abraço
Cido

Cristóvão Feil disse...

Eu também gostaria, Cido.

A notícia é da AP, e não foi divulgada no Brasil pelo PIG, por motivos mais que óbvios.

É hora de perguntarmos onde está o "jornalismo investigativo" do PIG.

Abç.

CF

panoramix disse...

Esta notícia foi dada "rapidamente" em algum jornal da noite, se não me engano na record! Foto terrivel acima Cristovão, terrivel!

Anônimo disse...

Segundo o portal do Estadão o rolo no Brasil são as linhas do metrô de SP. Eu não acredito afinal SP é comandado a vários anos pelos "éticos" tucanos e tem um governador de "esquerda", como afirma o pseudônimo que gorjeia neste blog seguidamente. Os valores citados são da ordem de 2 bilhões de reais, tudo troco, e certamente não daria para patrocinar uma campanha eleitoral.

Vamos ver no vair dar.

Guillermo disse...

Cristóvão,

Você que é tão purista com a língua não deveria ter colocado o nome em português (Munique) ou na língua natal (München) ao invés de colocar em inglês (Munich)?

Abraço e DÁ-LHE GRÊMIO!!!

Anônimo disse...

A foto é terrível, mas acho que prof. Neumann vai colocar como papel de parede no computador, afinal está acostumado com massacres de anarquistas na Patagonia e judeus e poloneses nos campos de concentração.

Guillermo disse...

Ahhh... e o PIG, acreditem ou não, parece ter divulgado sim. É um governo estadual que voa sobre as águas do Tietê, de acordo com este post no Terror do Nordeste http://wwwterrordonordeste.blogspot.com/2008/12/mp-investiga-contratos-da-siemens-com.html

Abraço e DÁ-LHE GRÊMIO!!!

Cristóvão Feil disse...

Certo, Munique.

Como queres, Guilherme.

Nelson Antônio Fazenda disse...

Feil. Li, há muitos anos, na revista Mad, uma reflexão do Alfred Neumann. Ele afirmou o seguinte:
"Um país capitalista se faz com homens corruptos e livros caixas rasurados".
Ao que parece, acertou na mosca.

Nelson Antônio Fazenda disse...

1.000.000.000 de dólares. É bom escrevermos assim para nos darmos conta do tamanho da corrupção.
Se a Siemens está aceitando pagar esta "grana preta", dá para imaginar quanto a empresa lucrou com suas táticas corruptoras?
A mídia hegemônica divulgou à exaustão casos como o Mensalão, os dólares na cueca e outros. Nada contra, este é o papel da mídia.
Agora, será que vai usar o mesmo tom com a corrupção patrocinada pela Siemens?

Anônimo disse...

Pois é, e o FHC nos deixou esta herança amparadas todas pelas agências que garantem toda a bandalheira que eles fazem com os pobres "consumidores" brasileiros.

Claudio Dode

Anônimo disse...

O Dode espatifou seu celular na parede com esta notícia!

jukão disse...

Meu celular é Siemens. Olhei pra ele, cheirei, ele tem cheiro de suor de judeu.

Anônimo disse...

"Siemens ofreció otro soborno de US$ 30 millones a Menem".

http://www.clarin.com/diario/2008/12/18/elpais/p-01824439.htm

Flics

Anônimo disse...

Não anonimo, não espatifei o celular na parede depois de ler a noticia. Mas a poucos meses me desfiz de um aparelho Nokia, que apesar de ter estragado, era melhor que a empresa.

Depois de muita empulhação do fabricante, a Nokia, e sabendo que anatel está aí só para garantir o lucro deles de das operadoras, desisti.

Como não adianta mesmo reclamar direitos, só me resta relatar esta tapeação da Nokia e nunca mais comprar algum aparelho por ela produzido, ou recomendar.

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo