Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quarta-feira, 25 de junho de 2008


Acendem-se as fogueiras

Acendem-se as fogueiras no Rio Grande do Sul, mas não pelas festas juninas cristãs de São João e São Pedro.

Acendem-se as fogueiras dos Tomás de Torquemada e Girolamo Savonarola. O inquisidor geral do Ministério Público do RS – do alto do século 15 de suas idéias – está com o livro do índex aberto e faz febricitantes anotações de cerco, aniquilação e morte.

Morte aos movimentos sociais! – é a palavra de ordem dos novos intelectuais orgânicos da maragateria guasca.

À frente, o pequeno Torquemada, promotor Gilberto Thums. Ontem, numa das tantas entrevistas que deu ao PIG de sua terra, ele saiu-se com uma máxima enigmática, ao querer dizer que em lugar algum movimentos sociais tem as regalias que gozam no RS:

- Nem na Rússia!

Confesso que não entendi. Sua Senhoria está misturando Torquemada com Dr. Strangelove.


13 comentários:

Anônimo disse...

O MST do Rio Grande não é mais um movimento social. É um movimento político que elege 2 ou 3 deputados. É abrigo de muitos forragidos da justiça.
Não respeitam os direitos dos outros. Etc, etc.

Tomara que termine logo!

Clairton disse...

Quem não respeita o direito dos outros são os ladrões de colarinho branco que assaltam o dinheiro público (dinheiro proveniente dos impostos que somos obrigados a pagar) e quando são flagrados afirmam com a maior "cara de pau" que nada sabem.
Toda força ao MST! Terra improdutiva que é usada como demonstração de poder ou para especulação deve ser invadida mesmo!

Anônimo disse...

Vida longa ao MST!!!
Como faslou uma revolucionários na Revolução Espanhola NÃO PASSARÃO!!!!

Maria Eduarda

juarez prieb disse...

Qual o problema de ser movimento político? Onde está o crime disto?

A Aracruz, a Stora Enso, o Gerdau, a RBS, a Fiergs, a Farsul tem os seus deputados também e o MP estadual não contesta, nem pode. Qual o problema?

Não há crime nisto. O jornalista Lasier Martins, só para citar um deles, vive emitindo opiniões políticas e ninguém o criminaliza.

O promotorzinho Thums disse que o MST quebrou e roubou o Wall-Mart e é mentira.
Onde está o B.O. do fato criminoso?

Agora esses promotorzinhos que ganham 20 mil por mês (acima da lei do teto) é que estão exorbitando de suas funções constitucionais. A continuar isso o MP-RS vai ser um partido político do latifúndio e da propriedade privada anti-social.

Anônimo disse...

O MP do RS junta ao que tem de pior, ou seja, seu similar em SP. Partidários, arrogantes e treineiros de fascistinhas de uma "noite de cristais". Nem para Torquemada servem, pois este, pelo menos,tinha inteligência própria. Mais para Mussolini caboclo mesmo.

armando

Carlos Eduardo da Maia disse...

Se o MST é um movimento político ele deveria ter registro e deveria responder pelos danos causados por suas ações, coisa que o MST não faz, ele, sua elite, se esconde atrás de seus cordeirinhos orquetrados. É fato incontroverso, todo mundo sabe que quando o MST invade ele depreda, saqueia, destroi, picha, mata animais e comete uma séria de insanidades. O MST e seus simpatizantes sempre negaram os fatos contra si, como negaram a morte do policial da BM no centro de Porto Alegre por uma foice, no início dos anos 90. Isso não é invenção de ninguém, isso é fato, sempre foi assim. E o MP do RS está tentando dar um basta nisso. E faz certo, pelo menos conta com grande apoio da sociedade gaúcha.

Anônimo disse...

O Maia,

O eco fascista dos pampas não poderia deixar de meter a sua colher torta por aqui, já que no blog que ele escreve até as moscas enojadas desviam.

Para teu conhecimento ô Maia, quem precisa de registro é partido, movimento não.

E estas desculpas, meia verdades e mentiras, para querer desqualificar o MST usando a truculência fardada, é só um jeito de tuirar das costas do Ministério Privado dos seus Thum(ore)s e outros servidores das multinacionais que criminosamente se apropriaram de terras no RS, e dos ladrões do dinheiro do Detran, Daer, Banrisul. Aí ninguém segue ouquer ser fiscal da lei.

A lei, para estes fascistas é só para pobre.

Onde é que está o relatório pedindo o para acabar com o Ministério Privado, aliás todos "coleguinhas" do Vaz Netto.

Isto é que tem de acabar!

Claudio Dode

Carlos Eduardo da Maia disse...

O picareta do Vaz Netto era da PGE e não do MP.

Anônimo disse...

- VIVEMOS NUMA DENAROCRACIA ONDE AS LEIS SÃO CRIADAS PARA SEREM APLICADAS ONDE OS INTERESSES NA "NOMENKLATURA"SÃO AMEAÇADOS. O BLOQUEIO DAS ESTRADAS PELOS UTILITÁRIOS ÚLTIMO TIPO PELOS LATIFUNDIÁRIOS, NUNCA SERÁ QUESTIONADO NEM A BRIOSA BM OUSARÁ IMPEDIR. ESTE ÓRGÃO REPRESSOR SÓ ESTEVE SOB CONTROLE NA ÉPOCA DO SAUDOSO E INJUSTIÇADO SECRETÁRIO BISOL. AGORA TEMOS UM COMANDANTE QUE ROMPE A TRADIÇÃO USANDO FARDA DE CAMPANHA. JUSTITICATIVA : ABORDAR, PRENDER E APREENDER. FALTOU O QUARTO BÓRDÃO : ARREBENTAR. CARAJÁS ERA UM GOVERNO TUCANO. AQUI É UM GOVERNO TUCANO DESESPERADO. OJO!!!

Anônimo disse...

Maia,
Sendo da PGE ou do MP não deixam de ser "coleguinhas" ou mesmo correligionários. O Fascismo os une.

Só o fascismo pode querer acabar, inclusive com truculência e violência um movimento por ser político. A política é crime na concepção do Busatto, e na prática dos Lairs, Culaus, Vaz Netto. E aí?

E Aí que o crime é usar uma instituição pública para em defesa da posição política, condenar e mandar rolar a "porrada" em quem legitimamente tem posição política e a defende.

A posição política dos membros do MST é diferente das dos membros MP. E isto seria bom para a democracia; não fosse que os membros do MP usam a instituição para alcançar seus objetivos políticos.

Para mim isto só não é prejudicial a democracia, como inclusive configura em crime, inclusive o de incitamento a violência, esta através do braço armado, BM.

Claudio Dode

zejustino disse...

Considerando que o tal promotor está inaugurando uma nova forma de expressão por meio de parabolóides hiperbólicas espaço-temporais, tomo a liberdade de expressar-me também utilizando uma forma mais simples com uma meia (êpa) insinuação.

Aqui no Rio tem um Duce também. É o César. O sujeitinho tem a maior frustração por não ser tucano. Sendo tucano, êle poderia aspirar uma possível ovação (êpa!) de seus correligionários vaiadores profissionais, do tipo: "AVE CÉSAR!!!".

Ah! Para quem não conhece o César é só dar uma passada na Tribuna da Imprensa de vez em quando. Lá, o MALA é conhecido também como o alcaide debilóide e factóide.

Armando disse...

E o Conselho Nacional do Ministério Público tem que ser provocado para se pronunciar sobre as barbaridades que estão sendo praticadas pelos Thums da vida aí no RS. E mais: como pode ser promotor, professor e com vários livros publicados (de duvidosa qualidade, mas são vários)? Quem está sendo enganado (mais): o Estado, os alunos ou possíveis leitores?

CNMP, antes que seja tarde, pronuncie-se! Outra coisa: Procuradores e Promotores sensatos e democratas do RS (sei que existem vários), cadê vocês? Quando se pronunciarão, não coonestando com esses fascistinhas de ocasião?

armando

Anônimo disse...

O que os tão dignos e probos procuradores providenciaram para que depois de audiência pública de matéria de interesse aos que assaltaram o Detran, o Secretário de Estado sai do anuncio e vai direto (parecendo até prestar contas) encontrar com o chefe daquadrilha??

Tudo como antes na casa do Abrantes

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo