Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 12 de junho de 2008


Cage não audita CEEE, Corsan e Banrisul há 11 anos

A Controladoria e Auditoria-Geral do Estado (Cage) apresenta relatórios alertando sobre terceirizações no Detran desde 2001, quando a Fundação Carlos Chagas prestava serviços ao departamento.

Segundo o controlador-auditor, Roberval da Silveira Marques, na época, foi sugerida a substituição da entidade e a abertura de concurso público. “Cerca de 80% dos serviços eram terceirizados, inclusive dos examinadores que representam atividade-fim da autarquia”, lembrou.

No ano seguinte, a Cage foi responsável por auditoria que apontou atuação de terceiros por meio da Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização (Fenaseg). “Em 2005, também constatamos o desvio de finalidade das despesas pagas com recursos da Fenaseg sem atender os objetivos para os quais foram firmados os convênios”, destacou. Marques disse também que a Cage alertou, em 2006, sobre a ausência de justificativa para os preços apresentados pela Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia (Fatec) ao Detran. 'Fomos até Santa Maria, onde obtivemos documentos que revelaram serem os custo reais da Fatec menores do que os apresentados ao Detran”. A informação é do Correio do Povo, de hoje.

Sobre o Banrisul, a CEEE e a Corsan, Roberval Marques afirmou que a Cage não realiza auditoria desde 1997, porque não tem quadro suficiente de funcionários.


9 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Isso realmente é um absurdo. Uma das funções fundamentais de qualquer estado moderno é o controle e a fiscalização, tanto dos órgãos públicos como dos privados. Por esses motivos, eu defendo sim a nova CPMF, a CSS que foi aprovada ontem na Câmera, pelo é importante que o estado tenha o controle sobre movimentações financeiras dos particulares, sobretudo num país complicado como o Brasil.

Anônimo disse...

E o contole do cidadão é o voto, não é Maia?

Pois para ter maior contrôle vê se não vota mais, ou pelo menos não defende esta tucanalhada criminosa que está aí.

Claudio

Anônimo disse...

Precisamos também ter um pouco mais de contrôle também com os tucanos facistas, como este criminoso fardado que é o Cel. Mendes. A maior vergonha para a Brigada Militar é ser comandada por um cara que faz o que ele faz.
E o pior para defender a maior rede de falcatruas que o tucanato já imaginou.

Claudio Dode

Anônimo disse...

Ninguém vai no blog do Maia sabem porque? lá é só para lavagem de notícia.

Claudio Dode

gustavo disse...

Por incrível que pareça, fui até o blog do tal de Sr. Maia, que se intítula depósito, o que ja é bastante bizarro!Mas o que eu queria falar é que além do próprio autor, o conteudo e a "discussão frutífera desenvolvida"(inexistente) é deprimente!Inclusive por que poucos acessam e ninguém comenta nada!Por isso vem até nos levar pancada de tudo quanto é lado! Por que se for esperar para estabeler discussões com seus leitores vai ter que esperar sentado por muito tempo!É realmente ridículo!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Gustavo, aquilo é um minúsculo armazém bucólico, onde as moscas passam e os espinafres estão a venda.

gustavo disse...

Estes pseudo-eufemismos-líricos são mais bizzaros,ridículos e apelativos ainda!por favor, tenha santa paciencia com a inteligencia alheia!

sisqueci disse...

Calma aí gente! Desta vez o cara fez seu comentário, NÃO DESVIOU do assunto, nem botou alguma culpa qualquer no Olívio, no PT, etc. Aí vocês chegam, enchem ele de osso e... DESVIAM DO ASSUNTO do post pô!

Anônimo disse...

É um armazem onde as moscas passam...

Passam as moscas o armazem continua mesmo...

Claudio Dode

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo