Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

domingo, 23 de março de 2008


Três Tigresas Tristes

O que o jornal Zero Hora fez com as três candidatas – nominalmente de esquerda – à prefeitura de Porto Alegre não se faz nem com cães sarnosos. Esvaziou-as ainda mais dos seus ralos conteúdos políticos e preencheu-as com a palha seca da frivolidade e do decadentismo de espetáculo.

Transformou-as em três tigresas tristes de papel. Nivelou três vidas dedicadas à luta política ao denominador comum do caderno feminil Donna – que edita o olhar feminino canalizado para o consumo de moda, comésticos e mundanidades da hora. Na mesma linha mercadológica do concurso de beleza juvenil promovido pela RBS Eventos chamado “Garota Verão”, onde meninas são objeto de apreciação espetacularizada dos seus dotes físicos, e veículos privilegiados da venda de mercadorias e formação retrô de imaginários romantizados e fantasiosos do papel social da mulher.

Rosário (PT), Luciana (PSOL) e Manuela (PCdoB), hoje, estão sendo rebaixadas no diário da RBS: de mulher-sujeito que cada uma é, ficam irremediavelmente reduzidas a mulher-objeto, submetidas a um processo de pasteurização e liofilização que visa apresentar-lhes como produtos exóticos (mulheres-que-fazem-política-e-de-esquerda), mas inofensivos à ordem passiva da classe média guasca.

Luciana e Rosário não se aventuraram pelas mais de 2,5 mil páginas de ‘O Capital’, de Marx. Manuela tentou, mas confessa que não entendeu.” - tranqüiliza o jornal.

Agora, as três receberam o carimbo da inspeção RBS de qualidade: estão aprovadas para concorrer às eleições de outubro, não abalarão nenhuma estrutura e nenhum pilar da sociedade branca e classe média de Porto Alegre. Obtiveram o selo de confiança do PIG local.

Surpreende é que essas filhas ou netas de Simone de Beauvoir e do movimento social das mulheres da segunda metade do século 20 (o mais bem sucedido movimento social do século passado) sejam fisgadas de forma tão simplória por componentes narcísicos que ainda não conseguem dominar racionalmente. A RBS lhes acenou a cenourinha skinneriana dos três V’s (vaidade, visibilidade e voto) e elas caíram no truque, abrindo mão de conquistas coletivas ao qual não estavam autorizadas a fazê-lo.

Coisas da vida.

Fac-símile de parte da matéria publicada hoje em Zero Hora.


25 comentários:

Anônimo disse...

Na mosca, Feil.

chico mendes disse...

Feil,

Dia desses elas estavam batendo palmas pelo niver do jornal?

Acho que este temor pelo grupo RBS só acabará depois da eleição próxima. Se acabar.

Ninguém quer ser Requião dos Pampas.

Anônimo disse...

Sem falar na coluna daquele senhor que está pela bola 7.

Anônimo disse...

Em edição da ZH/PIG de sexta feira Maria do Rosário apareceu lépida e faceira em sua feminilidade espetacularizada e apaixonada pelos desvalidos deste mundo, digna do dia santificado , pedindo aos leitores que adotassem a prole recém nascida da gata de sua filha - que pela foto promete ingressar no futuro próximo na política,pois angaria desde já valiosos votos á progenitora.

claudia cardoso disse...

Lá se foi a política!!! Vivas ao cenário de representação que molda as mentes dos midiotizados...

Anônimo disse...

Vcs. acham que essas senhoras tão flexíveis nas suas convicções irão ter condições de contrariar algum poder econômico relevante em POA? Por exemplo o Plano Diretor está sendo rediscutido. Qualquer uma das três irá contrariar os interesses dos capitais que querem se apropriar do espaço urbano, do ar, da água de POA? Gostaria de ouvir delas uma posição sobre o conjunto de altíssimas torres que serão construídos na área do antigo Estaleiro Só por um grupo de especuladores imobiliários daqui e fora de Poa.

Anônimo disse...

Para o leitor não se confundir e achar que o caderno DONNA mudou de lugar, eles escrevem em caixa alta no alto "POLÍTICA".

Ju

joão disse...

Feil não posso concordar com teus comentários nem com os dos comentaristas. O que que tu queres que a ZH faça? Propaganda e incentivo a mudanças em Porto Alegre? Uma revolução em P.Alegre?Mudança aconteceu com a vitoria do Olivio mas como ele era um ilustre desconhecido enfrentando o Brito e e o cara do PDS, antigo prefeito nomeado e hoje presidente da Agers não havia necessidade de despersonalizarem o Olivio e o PT. Hoje porém é diferente e o que mais quer a ZH é despersonalizar, descaracterizar as 3 candidatas para joga-las na vala comum dos demais candidatos e poder levar um fogaça da vida a vitoria. Ter gato, cachorro e afetos por eles é normal de qualuquer um ;Quem anda pelas ruas da cidade deve ter visto sempre cachorros, bichos com os sem tetos dormindo juntos. Ler o Capital quem já deu a partida sabe que é complicado mesmo. Pkano diretor como quer saber um dos teus comentaristas até agora nãoi vi nem ouvi nenhum papo de ninguem do PT. O atual, que está destruindo meu bairro o Jardim Botanico e outros bairros da cidade é do tempo da gestão do PT do qual fui filiado por 23 anos.
Teu candidato, Rossetto perdeu as previas do PT mas se tivesse ganho provavelmente iria ter alguma reportagem da ZH com fotos das parreiras e bebericando a vinho que produz. Tenha a santa paciencia

edu disse...

Eu quero ser o Requiao dos Pampas. Gostaria q o proximo governador fosse tao corajoso. Suspeito dele, mas tem demonstrado ser um grande Governador, creio q o melhor do pais hj em dia.

Anônimo disse...

O fato é o seguinte, a RBS quer pautar o debate, pautar as candidatas, e conseguiu, e monopolizar os anunciantes. Só isso.

alex

Anônimo disse...

Vocês não estão entendendo. A RBS está apenas retribuindo a homenagem que essas 3 deputadas lhe prestaram quando ela fez 50 anos em setembro do ano passado. As deputadas foram à tribuna da Câmara Federal e fizeram rasgados elogios à empresa.
A gratidão é um sentimento dos mais nobres, gente.

mário casado

Carlos Eduardo da Maia disse...

É impressionante como certa esquerda tem dificuldade em aceitar que a vida não é apenas ideologia. As pessoas têm seus gatos, seus cães, seus programas de tvs favoritos, suas receitas caseiras, seus hobbies, suas diversões, suas leituras de cabeceira. E se um jornal publica aspectos da vida do dia-a-dia, a patrulha ideológica coloca a boca no trombone e avisa: estão querendo "desideologizar" a luta política. Ou seja, o que importa, o que apenas importa é a construção da "história já determinada" e que se faz pela luta social. Tudo que não rimar com o chavão é o resto: são frivolidades, esquisitices e futilidades. É por isso -- exatamente por isso -- que quando essa esquerda chega ao poder ela gosta de determinar as prioridades, assim como se faz em Cuba que não permite que seus cidadãos acessem a internet de suas residências, porque não é importante. Essa esquerda se acha legítima detentora da boa moral, da boa idéia e da boa lógica e se coloca acima do bem e do mal. Se isso não é arrogância, o que é arrogância?

Anônimo disse...

É impressionante como uma certa direita de carente de argumentos enche o saco.

edu disse...

O Maia acha q a gente é cretino???!!!
Obvio q os opressores apreciam quando os escravos discutem a vida de gatos e cachorros ao inves de se preocupar com a sua aposentadoria, salario, educaçao, segurança, saude, isso significa q ainda trabalharao de graça muitos seculos.

Anônimo disse...

Fica evidente que a mídia gaudéria quis passar uma imagem de cidadã comum às três candidatas, desprovendo-as do discurso político mais agudo.
Elas ganharam visibilidade e certo glamuor. Uma isca narcísica que foi aceita...
Espero que esqueçam logo estas gentilezas e denunciem o estado de coisas desta Capital e deste Estado, pois Fogaça de novo é dose...

Ricardo Mainieri

Helena Boucinha disse...

Uma honesta, lúcida e tranquila crítica. Muito obrigada.

Helena Boucinha disse...

Uma honesta, lúcida e tranquila crítica. Muito obrigada.

miguel grazziotin disse...

Pois é.
Manuela do PC do B nao entendeu o Capital? sei...
Luciana Genro aproveitou a desculpa de ser -bem- expulsa do PT e votou contra os interesses dos trabalhadores em TODAS as questoes( é só acessar o site da camara)
Rosario está em plena campanha de reeliçao a deputada.....
Fogaça, RBS e os pelegos tipo este maia que insiste em latir por aqui estao felizes? E falando em paranoia, cadê o escandalo do DETRAN na ZH?

Anônimo disse...

Ridículo é elogio para o que se prestaram as três.
Quando cheguei na parte que dizia q elas não tinham conseguido ler O Capital, confesso que morrí de rir.
Patético o papel que elas se prestaram.

sil

Anônimo disse...

São o Huguinho, Zézinho e Luizinho de saias - os sobrinhos do Pato Donald.

Acho que elas não conseguem chegar ao fim nem em Almanaque Capivarol.

Joca

Na Periferia do Império disse...

Prezado Cristóvão...

Muito bem dito e escrito. Parabéns.

Um abraço

Daniel disse...

É, parece que vamos ter mais uma eleição de cartas marcadas... O gobierno vai "dar" mais uma vez a Prefeitura de POA em troca de apoio em Brasília, assim como fez com o RS... Nesse rebanho, só os remanescentes da UDR, "Democratas" e outros vão continuar felizes...

Eduardo Martinez disse...

Parafraseando o Anônimo: na mosca, ou melhor, nas moças, Cristóvão.

Eduardo Martinez disse...

"Concordo", Maia. "As pessoas têm seus gatos, seus cães, seus programas de tvs favoritos, suas receitas caseiras, seus hobbies, suas diversões, suas leituras de cabeceira", em casa, e os moradores de rua, os menores abandonados, as prostitutas, os políticos corruptos e o preço do feijão que seu analfabetismo político merece.

Paulo disse...

Texto fantástico, peço autorização para passar adiante, principalmente para os "inocentes úteis" que votaram na Rosário.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo