Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 25 de março de 2008


Quer dizer: “Sem comprometer Yeda”

O PIG guasca hoje procura tornar irrelevante a importância do depoimento do indiciado Flavio Vaz Netto à CPI do Detran. A página de Rosane de Oliveira, em ZH, só faltou estampar: “Sem comprometer Yeda”. Mas, como ficaria chato, apenas tranqüilizou: “Sem comprometer ninguém” (fac-símile acima).

Vaz procurou usar a tribuna que a CPI lhe propiciou para defender-se, e o fez num gesto teatralizado de atacar a governadora tucana (chamou-a de "covarde e desleal"), a fim de fazer uma cortina de fumaça no começo do seu depoimento de quase oito horas. Mas, Rosane acode, e novamente tranqüiliza: “Covardia e deslealdade são acusações subjetivas. Vaz Netto não fez qualquer acusação substantiva a integrantes do governo [Yeda]”. Um porta-voz tucano não daria melhor resposta.

O PIG quer mostrar um espetáculo por dia, de preferência, tendo a governadora fora do foco central. Uma CPI não é (ou não pode ser) fonte do espetáculo midiático. A CPI, bem como o resultado da Operação Rodin, e o processo judicial que ora se desenvolve, não podem desencaminhar-se dos objetivos originais: identificar os responsáveis pelo roubo de 44 milhões da autarquia e o seu presumido uso em campanhas eleitorais do conservadorismo e/ou apropriação privada de alguns personagens conhecidos da tradicional política guasca.

A CPI do Detran tem um sítio mineral a sua disposição, descobrir pepitas de ouro é uma tarefa para profissionais (politizados) da boa garimpagem.

16 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Assisti parte do depoimento de Flávio Vaz Netto. Foi insosso. Nada de novo no front. E é impressionante A INCAPACIDADE DOS NOSSOS POLÍTICOS EM QUESTIONAR OS DEPOENTES. Impressionante essa incompetência. E a deputada Stella Farias ganhou o prêmio de mais incompetente: enrolou enrolou e enrolou em sua agressividade prolixa e não arrancou nada. E Flávio Vaz Netto disse que Yeda foi desleal. Ora, o cara foi preso, algemado, colocado num camburão da PF e sua foto saiu na capa da ZH. O que Yeda tinha que fazer? Manter Flávio no cargo, assim como fez Lula com Zé Dirceu? Falta um Vieirinha para presidir ou relatar essa CPI.

Anônimo disse...

O problema dessa CPI é a censura dos blogs em Cuba. Não há fluxo e a Stella não fica abastecida de rum para os questionamentos dos meliantes.

Anônimo disse...

Dois enrolões e confusos, o Carrion e o Postal.
Um enrolão pra atacar a qualquer custo, mas sem conseguir, o outro, enrolando pra defender a qualquer custo.
E eles acham que a gente é idiota, que ninguém percebe o despreparo e o que pretendem.

malacara

Anônimo disse...

Fala do Maia:
- Me tome como ingênuo!

Sil

Anônimo disse...

Nossa, esse anônimo aí veio direto do blog da Rosane, me parece. Pelo alto nível dos comentários.

Mas admito que a maioria dos deputados estava bem despreparado.
A Stela fez uma salada, só ela falou e acabou por não falar nada.
O Carrion, o Fabiano Pereira falaram bem.
Mas quem teve mais base para arrancar até lágrimas (de pavor, penso eu) do Vaz, foi sem dúvida, o Bohn Gass. De longe o mais bem preparado.

Já da direita foi aquele festival de puxa saquismo, com direito a "você que é meu amigo, eu acredito que isso tudo vai passar, que não é bem assim"....

Frente a isso, eu ainda prefiro ficar com os que mesmo atrapalhados fazem questionamentos e deixam o puxa saquismo e lambeção de botas de lado.
Essa mesma lambeção desavergonhada a ZH não publica, claro.

Sil

Paulo disse...

É bom lembrar de "Vierinha " numa hora dessas para não esquecer a história. Por acusações infundadas contra o governo olívio a "CPI da Segurança" virou um espetáculo midiático diário da RBS, e "Vierinha" o paladino da justiça, no entanto a "montanha pariu um rato" e nada foi provado das acusções falsas contra Bisol e o governo Olívio. Agora temos a roubalheira escancarada do tucanato guasca e a midia trata como se não houvesse "nada de novo no front". Dois pesos duas medidas. A propósito: Cadê o Vierinha?

Anônimo disse...

Onde está o Vieirinha? Será que não anda enterrando selos na casa da praia dos amigos? Bueno, já que esse é o tipo de articulador que o Maia gosta, deve saber onde anda!
Baiacurs.

el barto disse...

bah, vieirinha é dose...

Ricardo Mainieri disse...

Tinha visto este post no blog da dita jornalista chapa-branca.
Como já tive comentários censurados por lá, resolvi não manifestar minha indignação contra a defesa evidente do governo Yeda.
Mas, é nítida a tentativa de encobrir a realidade, assim como no caso do "debate" entre as mulheres prefeituráveis, onde só se ressaltou a beleza delas.
Garota Verão, já passou...

Ricardo Mainieri

Carlos Eduardo da Maia disse...

A Rosane de Oliveira apenas relatou o que de fato aconteceu na reunião. Nada de novo, nenhuma novidade no front. Nenhuma denúncia nova. A oposição ao governo Yeda foi completamente incompetente para fazer perguntas ao indiciado. Se perdeu no labirinto do prolixo. Muito discurso e pouca objetividade.

Anônimo disse...

Há, ingênuo Maia...
Então tu e a Rosane assistiram a outra sessão, diferente da que eu ví.

Sil

sisqueci disse...

Eu só consegui assistir a parte da Stela Farias, e foi muito constrangedor ver a deputada perdida, consultando um monte de documentos, falando coisas sem nexo. Fiquei com a impressão de que ela não havia se preparado para a inquirição. Desse jeito a RBS nem precisa se esforçar muito para defender os seus corruptos.

Espero que os outros deputados tenham tido um desempenho melhor. Agora chegou o momento deles demonstrarem competência, ou largarem o osso.

Marcos Trindade disse...

O Vieirinha anda por aí, se escondendo desde que estourou o rolo do Macalão (do que ele tem medo?). Na sequência veio a roubalheira explícita do Detran e o nosso valoroso promotor quieto que nem guri (...). Mas o que me espanta é o PT arrastando a asa para o PDT, buscando aliança para a eleição à Prefeitura da Capital. Não acredito que essa coligação se concretize mas, caso contrário, o estrago será grande.

claudia cardoso disse...

A depuradora de melífluos sabores encoberta delinqüentes.

Celso Schröder vaticinou, sou testemunha, logo que ela substituiu o Barrionuevo: "não se enganem, ela é pior que ele".

Anônimo disse...

Curiosas algumas manifestações aqui sobre a suposta imcomptência dos deputados da oposiçao para inquirir o Vaz Netto. O que querem eles, q se pendure o cara no pau d arara como nos bons tempos da ditadura? A jogada é manjada: avacalhar com a CPI. Bom mesmo era o vieirinha com seu juramento sobre a bíblia.

Eugênio

Marcos Trindade disse...

Na sequência da crise de 2005, vale lembrar, o promotor-mor Vieira da Cunha, do PDT, nobre relator da CPI da Segurança, tentou instalar a CPI do Valerioduto Gaúcho. Conseguiu, inicialmente, 21 votos, que logo passaram a menos de 19, número mínimo necessário para instalação da referida CPI. Hoje, passados poucos anos dos episódios, o PT busca o apoio dos camaradas trabalhistas para coligação em Porto Alegre!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo