Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

segunda-feira, 24 de março de 2008


Os reprimidos são maus governantes

[...] John Kennedy [na foto, com Jacqueline, a esposa] foi um presidente muito bom e tinha amantes. Bob Kennedy, seu irmão, tinha amantes. Eram casados e tinham amantes. Lyndon Johnson tinha amantes. Eisenhower. Todos nossos bons presidentes tinham amantes. O presidente Richard Nixon não tinha amantes e foi um presidente ruim. Esse cara, George W. Bush, é um presidente ruim. E não tem amantes. Entende? Bill Clinton foi muito bom e teve. Os piores presidentes são os que não tiveram amantes. Nixon foi o pior de todos os tempos. E Bush é o segundo pior. Se Bush tivesse amantes, talvez não estaria matando tanta gente no Iraque e tendo essa política de destruir a vida de tanta gente. [...]

[...] Os bons presidentes não eram pessoas que se "comportavam" sexualmente. Martin Luther King tinha muitas amantes. Martin Luther King! Nós temos um feriado para ele, ele é um herói nacional. E tinha muitas amantes. Muitas. Ele era um cara mau? Não, não era. [...]

Comentários do veterano jornalista norte-americano e grande escritor Gay Talese, hoje, na Folha, onde fala sobre a eterna falsa moralidade dos seus conterrâneos, face ao recente caso do ex-governador de Nova York que teve que renunciar por ter sido cliente de uma rede de prostituição.


13 comentários:

Anônimo disse...

Nessa linha de raciocínio nosso maior presidente seria o FHC, que dizem ser um sátiro. Já Lula, pelo visto, deve ser um come quieto porque faz um excelente governo, não é? Fala sério, esses jornalistas não tem mesmo o que falar não é. E o Sarkozy, que chutou a mulher que estava enchendo o saco dele e casou com uma bem mais nova, que exemplo!! Ora, me poupe. Espero que isto seja válido pra Hilary também, ou se ela for eleita e tiver amantes será indecente? Cristóvão, menos por favor, vou dar um desconto por tudo que você já publicou....

Anônimo disse...

Tirando o exagero do texto, acho que falso moralismo e fundamentalismo são perniciosos, então, quando juntos, dá em desastre.
armando

Anônimo disse...

Ai, quem conhece Gay Talese entendo o texto...
Me poupem.
O texto com certeza não fala ao pé da letra.....

sil

Anônimo disse...

Tem um site de psicologia, http://psychologytoday.com/, que publicou artigo intitulado "10 verdades politicamente incorretas sobre comportamento humano" que aborda esses fatos. Todos os líderes notáveis com biografias conhecidas são polígamos. Entre primatas, o grau de poliginia (um homem, muitas mulheres) varia de acordo com a proporção que os machos são maiores que as fêmeas. Na nossa espécie isso vai para 10% de altura e 20% de peso e varia conforme a influência e o poder do macho. Vide Renan Calheiros, vide governadores e senadores que conhecemos.

O comportamento se manifesta tanto no homem, quanto nas mulheres. Elas preferem repartir e manter co casamento com um cara poderoso do que monopolizar um medíocre. O link é bem interessante e divertido.

Então o que se passa com Bush e Nixon é o contrário: elas não reconhecem ali material que valha a pena ser prospectado. São medíocres, viveram vidas medíocres, pautam-se por conselheiros e ideólogos, esses sim, decerto sátiros na surdina.

Cristóvão Feil disse...

Anônimo, é só não levar ao pé da letra tudo que se comenta e publica aqui (aliás, em lugar nenhum).

Esse blog não tem a pretensão de ser a edição das tábuas da lei.

Por enquanto!

Anônimo disse...

Sem desfazer do esforço do blogueiro, mas a entrevista na integra é imperdível. Leiam e se divirtam, especialmente quando fala do PIG mundial.

Eduardo Martinez disse...

Gostei do "por enquanto". Dez culpas, Cristóvão, mas não resisto. Combinaram com o João ou, no caso, as Joanas? O que as titulares e suplentes pensam sobre o assunto?

Eduardo Martinez disse...

Gostei do "por enquanto". Dez culpas, Cristóvão, mas não resisto. Combinaram com o João ou, no caso, as Joanas? O que as titulares e suplentes pensam sobre o assunto?

Eduardo Martinez disse...

Não tive a intenção de "repetir minha mentira" duas vezes. A culpa é da internet lenta. Cristóvão, favor excluir uma delas e esta.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Eu li essa entrevista na Folha e é bem interessante. Tadinha das frivolidades tão atacadas pelas patrulhas ideológicas. Ah, e a dinastia Castro tirou do ar, censurou e impediu o povo cubano de acessar ao Blog mais lido da ilha e que não é chapa branca. O blog da grande, magnífica e genial Yoani, (http://desdecuba.com/generaciony/). O vivente que está no Brasil pode acessar, mas o cubano que está em La Habana não pode. Por que a dinastia tem tanto medo da internet e dos blogs da vida?

Anônimo disse...

Só uma coisa, mas a prostituição é um mal social sim. E eu tenho muitas restrições contra que "come putas"... É muito diferente de ter amantes...ou melhor ser poligamo, pois amantes já pressupõe o machismo reinante na sociedade, pois é "unilateral" e mentirosa...Mas vou parar por aqui se não v~~ao me acusar de moralista

Jean Scharlau disse...

Acho muito engraçado tudo isto, principalmente a alta incidência de comentários anônimos. A todos, mas principalmente ao último anônimo eu recomendo este texto: http://soaressilva.wunderblogs.com/archives/023558.html

fernando disse...

Scharlau, deprimente sua indicação, homofóbica, machista entre outros adjetivos. Se vc acha q vender o corpo como mercadoria (oq é muito diferente de "gostar de sexo", transar muito et caterva) é algo dignificante ou normal, então boa sorte, e se vc pode conciliar isso com ser de esquerda parabéns, continue se achando de esquerda, buscando um novo homem em uma nova sociedade, ou criticando a FT como mercadoria sui generis sem compreender seu sentido.

Ah, não fui eu que escrevi o post citado, mas concordo.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo