Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Simone de Beauvoir e Jean Paul Sartre, no Rio.

sexta-feira, 25 de abril de 2008



Yeda sente o chão mole a seus pés

Está havendo um pequeno, mas sensível deslizamento na base de aliados do governo tucano no Rio Grande do Sul. A RBS sai da ortodoxia de apoiar Yeda Crusius em qualquer circunstância e passa a oscilar num movimento pendular de vaivém. A Operação Rodin e a CPI do Detran minam cada vez mais as forças de um governo anêmico e vacilante, cuja titular comete o erro primário de adquirir uma casa valiosa às vésperas de assumir a direção do Estado.

Hoje, ZH chega a abandonar sua militância PIG, ainda que num relâmpago, para fazer um jornalismo comme il faut, ao informar sobre o estranho encontro entre o secretário Culau e o indiciado e super-lobista Lair Ferst (foto). Aliás, a governadora, se agisse como se espera do ocupante da cadeira do robespierreano Júlio de Castilhos, mandaria o ingênuo Ariosto Culau ir tomar chopp para sempre longe da secretaria e perto dos seus amigos temerários.

Ontem, também, a governadora aproximou-se do empresário Jorge Gerdau, um dos padrinhos da sua candidatura e um dos orientadores espirituais de nove entre dez governos de direita no RS. Yeda assinou um convênio sobre excelência na educação com a corporação Gerdau, muito mais um ato simbólico do que algo que vá efetivamente fazer a diferença no caos do ensino público no Estado. Espetáculo puro, e uma exibição em cena aberta de que o padrinho ainda aposta no yedismo trololó.

De qualquer forma, sentind0 o chão ficar mole a seus pés, a governadora trata de reforçar as costuras da aliança que a fez chefe do Executivo.

O loteamento das OSCIPS, que administrarão cerca de 35 entidades e órgãos públicos estaduais, é um fator de coesão político-social (movido pelo velho clientelismo repaginado) da sua base de aliados e permite um fôlego prolongado a um governo sem projetos e sem realizações. Tanto isso é verdade, que a propaganda yedista na tevê exalta o pólo naval de Rio Grande como se fôra fruto do empenho e tenacidade do tucanato guasca, quando se sabe que trata-se de investimento federal que vêm se juntar a inúmeros outros – sempre da área federal – para sacudir o Rio Grande e tirá-lo do marasmo a que foi imposto pelos governos Rigotto-RBS-Farsul-Fiergs-Gerdau-Yeda.

Foto: Marcos Nagelstein/ZH

55 comentários:

Anônimo disse...

A cara dos dois não é de quem está relaxando em um bar, parece que "comeram" um petisco bem indigesto, especialmente a expressão do marido da miss. O bolinho de bacalhau estava estragado ...

Mario Rangel disse...

O novo jeito de governar e fazer maracutaias está sendo, paulatinamente, desnudado. A tia Yeda e sua quadrilha, digo apoiadores, estão levando a Governadora para o fundo. A canoa furada, agora, não tem mais conserto. Essa história, mesmo com todo o esforço do PIG em abafar, já passou pela barreira do Mampituba. É assunto nacional. Deu, acabou a farsa...

Carlos Eduardo da Maia disse...

O Diego Casagrande está a dizer que Luis Fernando Tubino -- aquele mesmo que gravou a confissão do Diógenes de Oliveira afirmando para a polícia não reprimir o crime organizado -- revelou ter informações de que Lair Ferst teria pago R$ 400 mil para ajudar na compra da casa da governadora. E o Olívio Dutra gastou 900 reais em padaria de luxo com cartão corporativo. Tá boa a política no RS.... Essa relação Yeda (que votei nela sim) com a compra da casa deve ser apurada e se comprovada, impeachment nela!!!!!

msilvaduarte disse...

Quando se pensa que um capacho não poderia se rebaixar mais do que já presume sua condição, eis que o Maia surge triunfante!

Comparares os 900 pilas, gastos em 8 meses por assessores do ministério em produtos para cafés com a imprensa, com os 400 mil, Maia? O chão também está mole sob teus pés?

Consegues te rebaixar mais?

Anônimo disse...

O Maia é o cara mais sem noção que conheço, ele não tem chão, no horizonte ele só vê a esquerda prá bater, pois foi ensinado, pelo método Pavlov, aquele que mede a baba da pessoa, a latir sempre contra a esquerda.
Vá se deitar na casinha Maia, lá é teu lugar.
Maria Eduarda

Carlos Eduardo da Maia disse...

Não estou fazendo comparações, Marcelo e nem estou acusando. Estou apenas afirmando o que a mídia -- sobretudo a grande mídia - está dizendo. Acho de grande gravidade esta vergonhosa doação do gangster Lair Ferst com Yeda. Acho complicadíssimo e isso tem que ser sim averiguado e com grande transparência. Considero complicada a situação da Yeda e lastimo muito por isso, porque votei nela e não acho que ela esteja fazendo um mau governo. Aliás, é o governo que mais fez para controlar e estancar o crônico e estrutural déficit do Estado -- que gasta muiiiiito mais do que arrecada -- e quem paga essa conta somos nós, os gaúchos. E controlar e estancar o déficit é também realizar medidas impopulares como cortar gastos, demitir servidores e desestatizar certos serviços. Yeda tem tido essa coragem e determinação. Talvez Feijó tenha muito mais coragem e determinação para fazer realmente as reformas que o RS precise.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Maria Eduarda, eu me considero de esquerda e sempre militei na esquerda. Só que certa esquerda brasileira, ao contrário da européia, ainda pensa no ranço da luta de classes. Não é este o caminho.

sisqueci disse...

Aos jornalistas de ZH, que volta e meia consultam e avacalham este blog, um conselho: TÁ NA HORA DE PULAR FORA DESTA CANOA FURADA.

Guto disse...

Tô entrando nos blog´s governistas e enviando comentários para saber o que está acontecendo, pois, nenhum deles fala do Choppinho Azendo do secretário cara de CUlau.
Abraço Cristovão. E a canha?

Guto

Guto disse...

Tô entrando nos blog´s governistas e enviando comentários para saber o que está acontecendo, pois, nenhum deles fala do Choppinho Azendo do secretário cara de CUlau.
Abraço Cristovão. E a canha?

Guto

Anônimo disse...

Diego Casagrande...
AHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHA
AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAaaaaaaaa...

Quase mijo nas calças!

Guga Türck disse...

Essa é de apertar o Culau, hein?

Anônimo disse...

O terrível é a esperança do Maia: o Feijó.

Fica Yeda, não nos abandona.

Anônimo disse...

O maia diverte minhas manhãs.
Tá difícil de encontrar quem afirme que votou na Yedinha.

Eu tinha feito um outro comentário, mas acho q apertei o botão errado.

Mas resumindo...
A RBS só vai largar a tia Yeda quando não tiver mais como defendê-la mesmo.
Existem coisas que não tem como eles esconderem, publicam um texto meigo e fingindo cobrar alguma coisa, mas sempre botando panos quentes.
A meiguice da matéria sobre o chopinho e os comentários da dona Rosane falam por sí.

Sil

Anônimo disse...

Olha seu Maia, essa esquerda que tu diz que milita só existe na tua cabeça e no modelo que a direita diz prá ti.Quem é de esquerda não vota na Yedinha e nesta quadrilha que tomou conta do Estado, não também admira certas pessoas que são defensores do neoliberalismo.
Maria Eduarda

Anônimo disse...

o senador senil? e o senador zamba? e o eliseu pá-dilha? onde estão que não defendem a sua cria yedinha cruziusCredo?

o senador senil tem que vir agora e dar o beijo da morte na sua afilhada

jones cabeleira

Guga Türck disse...

Bah, mas a ZMentira é foda!
Não dá pra ficar entregando o Culau assim, de bandeija...

Anônimo disse...

A bandalheira foi montada no governo do Rigottinho. A tia Yedão recebeu uma herança maldita e só quis comprar uma casinha pra viver os seus dias de senilidade e esquecimento.

Coisas da vida, como diz o Feil.

Juarez Prieb

Anônimo disse...

No Culau dos outros é Ferst!!!!

Anônimo disse...

hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Sueli-Porto Alegre disse...

Muiiito estranho esse encontro.Os reporteres estavam " por acaso" fazendo compras no Total?
Comendo um "peixinho"...muito simbólico!

Aí tem mais coisas que um chopinho muiiito público!
Chopp é servido com uma certa pressão.Sei lá...vou aguardar

abraço

heliopaz disse...

Sinal dos tempos, companheiros: enquanto o queridíssimo TIO OLÍVIO, o político mais justo e honesto que passou pelo PIRATINI (que é de TODOS, não é o palácio dela), misturava-se com um sorriso franco aos populares em bares próximos à Prefeitura...

...Por outro lado, Culau e Ferst, agora promovidos a ícones da umidade que não permite que os pés de barro da DESgovernadora sequem jamais, encontram-se publicamente porém com intenção de que seja às escondidas em um ambiente de fluxo, que representa claramente a política que assola o RS nos últimos anos - a de que para ser cidadão, é preciso ser consumidor. A de que ter vale mais do que ser.

[]'s,
Hélio

Hélio Sassen Paz disse...

Culau de bêbado não tem dono! :P

[]'s,
Hélio

Guto disse...

Olívio honesto e justo? E os mil pilas que ele gastou em iogurtinhos e derivados na padaria da esquina....por favor!!!!!!!!

Guto disse...

Olívio honesto e justo? E os mil pilas que ele gastou em iogurtinhos e derivados na padaria da esquina....por favor!!!!!!!!

Guto disse...

...no cartão corPoraTivo...é claro!!

Guto disse...

Novo slogan da União PT-Tucanos:

É no Culau do povo aqui e no Culau do povo lá!

Guto disse...

Novo slogan da União PT-Tucanos:

É no Culau do povo aqui e no Culau do povo lá!

Guto disse...

Novo slogan da União PT-Tucanos:

É no Culau do povo aqui e no Culau do povo lá!

fabricio disse...

Guto vai lamber as botas dos IANQUES !! RIDÍCULO !!!!!

dikern disse...

No dia 17 a gov. disse que não lembrava nome dos papagaios de pirata da campanha. O padrinho do Culau na verdade não é papagaio; é um urubu!

Orson disse...

Passarinho que come pedra, sabe o culau que tem.

Guga Türck disse...

Nossa.
Tem que cuidar antes de atacar usando as informações da ZMentira, poruqe senão se corre o risco de passar ridículo...
Os 970 em "iogurtinhos" foram gastos em 9 meses.
Aposto que quem mora no Petrópolis, Moinhos de Vento e/ou adjacências, gasta mais que isso no mesmo período em croisants e leite de caixinha...
E gastar em padaria não é roubo, mesmo com o cartão corporativo. Agora, desviar dinheiro do Detran para uso pessoal e benesses de amigos é o quê?!
Ah, tá...
Tão babando de raiva os coitados.

Guto disse...

É verdade, eu moro no Moinhos e gasto mais que isso mesmo no mercado e nas padarias (que aliás são ótimas) mas é com o meu dinheiro. E isso é o que tem de comum os gastos do Olívio canabrava Dutra e os meus, fui eu, como cidadão, que paguei.

Que vergonha Olívio honestísissimo Dutra, gastando em danoninhos como os tucanos...mesma laia.

Anônimo disse...

E no Culau do Rigotinho não vai nada, afinal é o embalador dessa criança.

Carlos Eduardo da Maia disse...

Hélio, o direito ao consumo e, sobretudo, a opção de consumo é também conquista da cidadania.

Anônimo disse...

"E gastar em padaria não é roubo..."

RESUMO DO PENSAMENTO PETRALHA.

Anônimo disse...

Babando os TUCANALHAS.

heliopaz disse...

MAIA,

Consumo x consumismo e espaço de convivência x espaço de fluxo são duas questões fundamentais que ajudam a explicar a diferença entre uma sociedade fraterna e uma sociedade individualista.

Recomendo os excelentes textos CONSUMIDORES E CIDADÃOS de NÉSTOR GARCÍA-CANCLINI. É um olhar latino-americano e não estado-unidense de como se processa a cultura urbana em nosso continente.

E essa cultura tem tudo a ver com o contexto social, político e econômico.

[]'s,
Hélio

Anônimo disse...

Explica aí, então, Augustus, porque que os gastos na padaria são roubo?

Anônimo disse...

A tucana, tudo indica, tinha a pretenção de manter a tradição instalada pelo seu colega Britto. Quem não lembra da casa que Britto "ganhou" quando foi eleito?
De quem foi o presente, alguem sabe? E tudo ficou por isso mesmo, foi um presente, e ponto.
São tantas as negociatas das coisas públicas, nesse Estado, que agora não tem mais como esconder.
Talvez, o Senador Simon poderia ajudar a reconstituir essa história das casas e tudo mais?

Hilio, eu também sigo a tua linha de pensamento... está na hora de investir na formação da cidadania... Não aguento mais tanto consumismo!

Carlos Eduardo da Maia disse...

Hélio, consumo, cidadania, espaço de conveniência e de fluxo NÃO SÃO EXCLUDENTES. São movimentos que podem muito bem interagir entre si. O problema são os excessos. O fundamental é que a sociedade seja crítica e que tenha auto-crítica e a mídia tem sim que fazer o que fez hoje a ZH mostrando a foto do Culau com o gângster tucano e que compromete e muito o governo Yeda.

Anônimo disse...

Consumo e cidadania são excludentes, sim, especialmente se for em larga escala.

Callado

Prestes disse...

Já perceberam que quando alguém quer desqualificar um político de origem popular cita o hábito de beber cachaça - bebida genuinamente brasileira - de forma pejorativa?

Vai ver se o cara tomar choppinho não tem problema...

EspeculadorImobiliario disse...

História das casas? Pera aí, o ex-reporter da RBS também ganhou casa? Esta eu não sabia! Então governador que não é de esquerda é eleito e tem direito a uma casa nova? Realmente o gaúcho é diferente! A propósito: Onde está nosso ético e moral Senador Pedro Simon? Porque não se manifestou ainda?

Anônimo disse...

O Maia confessa que elegeu o NOVO JEITO de arranjar MANSÃO... talvez pudesse explicar onDETRANS os R$ 40 MI que sumiram... ou se tomar CHOPP com indiciado pela PF é crime de COLARINHO branco... KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

Parem de discutir. O assunto atual já é outro.
Ouçam o que a governadora está falando numa entrevista para a Rádio Tupi.
Tudo o que estão discutindo neste blog está sendo desmentido.

Dá licença, vou continuar ouvindo.

Paranhos

Anônimo disse...

maia, esse teu comentário de que é de esquerda é ridiculo e como dedo duro não fica tirando uma de "santo arrependido" votou na robalheira, na destruição do estado e na vagabunda da ieda então também é ladravaz e cumplice da gang do piratini. seu ladrão!!!!

Anônimo disse...

Carlos Eduardo da Maia disse...
Hélio, o direito ao consumo e, sobretudo, a opção de consumo é também conquista da cidadania.

25 Abril, 2008 15:32

Que merda de esquerdista é este?

Claudio Dode

Anônimo disse...

Carlos Eduardo da Maia disse...
Maria Eduarda, eu me considero de esquerda e sempre militei na esquerda. Só que certa esquerda brasileira, ao contrário da européia, ainda pensa no ranço da luta de classes. Não é este o caminho.

25 Abril, 2008 10:59

A luta de Classe não é o caminho da esquerda, é o consumo!

Esquerdista da Zh é PH oda!!!

Claudio Dode

Anônimo disse...

Carlos Eduardo da Maia disse...
Hélio, consumo, cidadania, espaço de conveniência e de fluxo NÃO SÃO EXCLUDENTES


Maia vai ler, mais leia muito sobre esquerda...

Cidadania e consumo são excludente sim!!!

Como você e esquerda também.

Votar na Yeda, no Fogaça e em qualquer outro reacionário que representa os teus sonhos de consumo podes. porque cidadão, mas cidadão mesmo não serás nunca, quando muito um consumidorzinho subdesenvolvido neocolonialista.

Claudio Dode

Anônimo disse...

Thus sprach Claudinho Petrobras.

Anônimo disse...

LOL canclini LOL

maconheiro que escreve para os maconheiros do campus do vale acharem que a pobreza é linda.

miguel grazziotin disse...

DE ESQUERDA ESTS FACISTA DO MAIA???
Meu caro, vá procurar sua turma...qualquer pessoa de esquerda JAMAIS votaria na Yeda, pega teu CC e vá procurar tua turma, pelego.

Anônimo disse...

'ESTS FACISTA'

Depois dizem que médico sabe escrever...

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo