Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

quinta-feira, 24 de abril de 2008


Santiago

13 comentários:

Anônimo disse...

Hahahah.. vocês são patéticos. Quer dizer que a TVE era uma maravilha nos outros governos? A Yeda que tá sucateando? No governo do Olívio as equipes de edição de vídeo tinham que apagar programas históricos para poder reaproveitar as fitas. Se perdeu parte memória do Estado ali.

Esse governo pelo menos está propondo algo pra tirar a TV desse atoleiro de burocracia. As Oscips vem aí e só quem tá com medo é funcionário público "com estabilidade". Quem quer uma televisão boa, não tem com com o que se preocupar.

Anônimo disse...

É natural que o governo Yeda tenha interesse em rebaixar e sucatear o parque de equipamentos, a programação e os funcionários da TVE e FM Cultura.
É difícil ela conviver com a pluralidade de programação, com os referenciais outros dos funcionários.
Cultura e Educação são deveres do Estado, a ele cabe prestigiar a Cultura autêntica e dar espaço e voz a quem está fora da grande mídia.
Senão tudo se transforma em mais uma etapa da indústria Cultural, onde o lucro e a "mediocritização" dos programas se torna regra.

Ricardo Mainieri

Carlos Eduardo da Maia disse...

Yeda deveria fazer que nem o Requião e o Chávez. Utilizar a tv pública para fazer ataques e demagogias.

sisqueci disse...

Ela não precisa fazer isto Maia, já tem toda a RBS a sua disposição para divulgar suas esquisitices e para protegê-la das investigações de corrupção no seu governo.

sisqueci disse...

E para o Anônimo das 15:13 vai um depoimento da repórter Angélica Coronel:

"O processo de desmanche da TVE teve início com a eleição de Germano Rigotto. Secaram os investimentos, e mesmo as verbas para manutenção dos equipamentos e retransmissoras foram cortadas. Verba liberada, apenas, para acompanhar as viagens do governador ao interior do Estado."

com link:
http://www.fenaj.org.br/materia.php?id=1883

Anônimo disse...

Por mim podem fechar a tal TVE. Aquí no interior nunca captei a mesma.

Deve ser uma empresa estatal para empregar puxa-sacos!

Pedro Lins

Anônimo disse...

Sim mas quem ja implodiu a Emater, sucateou a UERGS, destroi a Educação, ROUBA no Detran, manda bater nos movimentos sociais, entrega o pampa para as papeleiras, entrega o Banrisul ao capital privado, avacalha com o trabalho da Fepam; o que custa terminar com a TVE? Pampeano

Anônimo disse...

O vice Governador diz que roubam no Banrisul, não é mesmo?

Claudio Dode

soldadonfront disse...

Não duvido que queiram sucatear para depois vender a preço de banana para os amigos empresários.

Anônimo disse...

quando o Olívio tentou reavivar a TVE, foi acusado de querer fazer propaganda. Eles sabem do poder da mídia, mesmo que pequena.

Anônimo disse...

Sisqueci

Excelentes as tuas fontes: uma repórter petista (como todos da TVE) e a Fenaj-quero-conselho-de-jornalismo-pra-proteger-o-Lulla.

Anônimo disse...

Carlos Eduardo da Maia disse...
Yeda deveria fazer que nem o Requião e o Chávez

Devia, pelo menos ser honesta.........

Anônimo disse...

TVE que ninguém vê.
Igual a TV do Lula que leva 5oo milhões e ninguém vê.

Fechem esta coisa!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo