Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

terça-feira, 8 de abril de 2008


Para Ciro Gomes, PIG quer difamar a ministra Dilma

O deputado Ciro Gomes (PSB-CE) disse ontem que existe um movimento "clandestino" [o PIG, sem citar-lhe o nome], criado a partir da imprensa de São Paulo, para desmoralizar e difamar a ministra Dilma Rousseff, no episódio do dossiê criado pela Casa Civil com dados do governo FHC.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o deputado afirmou que o movimento ocorre no momento em que a petista aparece como uma possível candidata à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2010.
"Na medida em que se menciona a ministra Dilma - que é um quadro extraordinário, uma pessoa muito decente, uma pessoa muito capaz, muito trabalhadora - como uma possível candidata à Presidência da República, há um movimento desta máquina clandestina que tem o epicentro em São Paulo, na imprensa de São Paulo, para tentar desmoralizar, difamar, de maneira a não deixar que essa pessoa se apresente para o verdadeiro julgamento popular", disse, pela manhã. A informação é da Agência Folha.

Ciro, que faz parte da base governista, citou a revista "Veja" como sendo a "ponta de lança" do suposto "esforço difamatório" contra a ministra. "Basta a gente lembrar as acusações de que o PT recebeu dinheiro de Cuba, o que não é verdade, e de que o PT recebeu dinheiro das Farc [Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia], o que também não é verdade", disse o deputado, se referindo a reportagens da revista do grupo Abril.


4 comentários:

Anônimo disse...

A opinião deste velhaco nem deveria ser publicada. Já passou por vários partidos. É um urubu. Sempre esperando que sobre algum benefício para sí.

Helena

Carlos Eduardo da Maia disse...

Mas a ministra Dilma também faz força para ser difamada. Na coletiva que ela deu na sexta-feira ela se enrolou mais ainda, porque o famoso dossiê começou a ser montado exatamente no dia em que se descobriu as despesas de free shop da ministra Matilde. Por que Dilma monta um dossiê sobre FHC e se nega a montar um dossiê sobre as despesas da família Lula da Silva com cartão corporativo?

Anônimo disse...

Como assim, Helena? Ciro é candidatíssimo à presidencia da República. A ministra Dilma também. Então como é isso? Como tirar benefício disso?
Pode explicar?

Olair disse...

Assisti ao conversas cruzadas na segunda e o Ciro deu uma surra num "pensador-economista", Rodrigo Constantino e por pouco não surrou o Maksoud (para não faltar com respeito). Se não fosse o Lassier ambos seriam esmigalhados. Não acredito que seja um aproveitador, pelo contrário, poderia estar até hoje no PPS (aquele partido que conhecemos) fazendo falcatruas a torto e a direito. Ao invés, está no PSB um partido que até onde sei mantêm uma certa moralidade em seus quadros.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo