Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Surf no lixo contemporâneo: a que ponto chegamos! E que mundo deixaremos de herança para Keith Richards?

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007


Passagem do ano

O último dia do ano
não é o último dia do tempo.
Outros dias virão
e novas coxas e ventres te comunicarão o calor da vida.
Beijarás bocas, rasgarás papéis,
farás viagens e tantas celebrações
de aniversário, formatura, promoção, glória, doce morte com sinfonia e coral,
que o tempo ficará repleto e não ouvirás o clamor,
os irreparáveis uivos
do lobo, na solidão.

O último dia do tempo
não é o último dia de tudo.
Fica sempre uma franja de vida
onde se sentam dois homens.
Um homem e seu contrário,
uma mulher e seu pé,
um corpo e sua memória,
um olho e seu brilho,
uma voz e seu eco,
e quem sabe até se Deus...

Recebe com simplicidade este presente do acaso.
Mereceste viver mais um ano.
Desejarias viver sempre e esgotar a borra dos séculos.
Teu pai morreu, teu avô também.
Em ti mesmo muita coisa já expirou, outras espreitam a morte,
mas estás vivo. Ainda uma vez estás vivo,
e de copo na mão
esperas amanhecer.

O recurso de se embriagar.
O recurso da dança e do grito,
o recurso da bola colorida,
o recurso de Kant e da poesia,
todos eles... e nenhum resolve.

Surge a manhã de um novo ano.

As coisas estão limpas, ordenadas.
O corpo gasto renova-se em espuma.
Todos os sentidos alerta funcionam.
A boca está comendo vida.
A boca está entupida de vida.
A vida escorre da boca,
lambuza as mãos, a calçada.
A vida é gorda, oleosa, mortal, sub-reptícia.

Carlos Drummond de Andrade

.....

Que 2008 lhes seja leve!

8 comentários:

Anônimo disse...

E viva Drummond!

Juarez Prieb disse...

E viva Ava Gardner!

Sobre ela, o diretor Joseph Mankievicz disse uma vez que era "o mais belo animal da Terra".

Verinha disse...

Então viva Eu; viva Vc; vivamos nós!
Que a esperança de progresso e de sucesso se tornem realidade neste novo ano, para todos aqueles de boa vontade.

Abraços fraternos em todos que este espaço habitam, sem medo de ser muito feliz. E como disse a Caia Fittipaldi da blogosfera, “ foi um ano duro... mas bão. Venceremos!”

VIVA O BRASIL 2008! Ô iéz!

Verinha

Anônimo disse...

Coisas do azul 2008! Que esse blog continue sendo uma pulga na camisola dessa burguesia! bjs

Anônimo disse...

Ontem assisti o documentário do Tabajara Ruas na TVE sobre Leonel
Brizola. Fiquei pasmo e convencido que até hoje um dos maiores revolucionários deste país foi Brizola. A história do Leonel num tem esquerdista que discorde. Nem Lulla? Viva Brizola! E a história poderia ser outra, num é? Se esse sapo soubesse....

Anônimo disse...

E ainda tinha um depoimento do fhc dizendo....'ele era o espantalho', pode? Espantalho dessa elite brancam, fdp..

joice disse...

Cristóvão Feil, tudo de bom pra ti em 2008! e muita saúde pra segurar o que vem por aí..
beijos,
joice

Anônimo disse...

Acho que o blogueiro caiu dentro de um barril de Setembrina.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo